ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Galo forte dá o troco no Tricolor

Atlético-MG derrota o São Paulo no Morumbi e leva vantagem para a partida de volta

Por Eduardo do Carmo

O Atlético-MG mostrou a sua força na noite desta quinta-feira. No Morumbi, no jogo de ida das oitavas da Libertadores da América, o Galo venceu o São Paulo, de virada, por 2 a 1, e saiu em vantagem na briga pela classificação. Os gols da vitória mineira foram anotados pelos atacantes Ronaldinho e Diego Tardelli. Antes, Jadson abriu o marcador para o time paulista.

Ronaldinho e Jô na tradicional comemoração atleticana (José Patrício/Agência Estado)

Na partida de volta, no estádio Independência, em Belo Horizonte, o Atlético pode até perder por 1 a 0 e mesmo assim garante a vaga nas quartas de final. Ao São Paulo, só a vitória por dois gols de diferença ou triunfo com um gol de vantagem, desde que faça três, vale para a classificação tricolor. O duelo decisivo acontece na próxima quarta-feira, às 22h (de Brasília).

Antes, no entanto, as duas equipes têm compromissos pelas semifinais dos respectivos estaduais. No domingo, às 16h, o São Paulo encara o Corinthians. Na mesma data e horário, no Independência, o Galo recebe o Tombense.

O São Paulo dominou boa parte da primeira etapa. Em boa jogada de Ganso, complementada por Jadson, o Tricolor saiu em vantagem. Aos 35, Lúcio foi expulso e mudou a sequência da partida. Com um a mais, o Atlético-MG saiu para o ataque e conseguiu o empate.

O Atlético-MG dominou completamente o segundo tempo e jogou com inteligência. Na primeira parte, virou o marcador. Em seguida, trocou passes com o pensamento de não deixar o São Paulo jogar. No último lance, quase ampliou.

O jogo

Aos 4 minutos, Osvaldo arriscou de longe, mas pegou fraco. Assim, o goleiro Victor fez a primeira intervenção na partida. Aos 7, Aloísio tentou jogada individual, mas parou na marcação do Galo. Aos 9, o mesmo Aloísio cruzou rasteiro e, após corte fraco de Gilberto Silva, Ganso dominou na área. Com calma e habilidade, o camisa 8 do Tricolor fintou Réver e deu um passe açucarado para Jadson, que colocou com estilo no canto, sem chances para Victor.

O som nas arquibancadas do Morumbi aumentou, mas o Atlético-MG assustou os tricolores aos 11, quando Jô aproveitou cruzamento e cabeceou bem. A bola só não entrou por conta da grande defesa de Rogério Ceni. Um minuto mais tarde, uma notícia triste para o São Paulo. Aloísio se machucou e foi substituído por Ademílson. O atacante saiu chorando de campo e recebeu apoio de José Sanchez, médico do clube.

O atacante Ademílson perdeu boa chance para ampliar o resultado. Aos 16, livre na grande área, pegou sobra de primeira, mas mandou por cima do gol. Um minuto depois, Osvaldo cruzou rasteiro, Ademílson fez o corta luz e Jadson bateu para fora. Aos 31, Jadson tocou para Ademílson, que chutou rasteiro. Victor foi bem no lance e salvou o Atlético.

Lúcio mudou o rumo do tricolor na primeira partida das oitavas após expulsão infantil (Leandro Martins/Agência Estado)

O São Paulo estava perto do segundo gol, mas um lance mudou a trajetória da partida. Aos 35, o zagueiro Lúcio fez falta dura em Bernard e levou cartão vermelho. Com a expulsão, o técnico Ney Franco sacou Ademílson e colocou Rhodolfo no setor defensivo. O Galo partiu para o ataque e forçou o recuo tricolor. Não demorou muito e o gol de empate saiu. Aos 42, Bernard cobrou escanteio e Ronaldinho cabeceou firme para o fundo da rede.

Na volta do intervalo, Josué entrou no lugar de Leandro Donizete. Aos 9, Pierre arriscou de longe, mas mandou sem direção. Aos 12, Jô recebeu na área, dominou e chutou forte, mas a bola passou por cima do gol. O São Paulo apostou na velocidade de Osvaldo aos 13. O atacante tricolor contou com indecisão do goleiro Victor, invadiu a área, mas foi travado por Marcos Rocha.

Aos 14, Bernard passou por Paulo Miranda e mandou para Marcos Rocha. O lateral do Galo encontrou Diego Tardelli, que chutou na saída do Rogério Ceni e virou o marcador. O autor do gol sentiu dores logo após o lance, mas seguiu em ação. Aos 23, Bernard deu passe para Richarlyson, que invadiu a área e chutou rasteiro para defesa tranquila de Rogério Ceni.

Se a situação do Tricolor já estava complicada, piorou aos 26 minutos. O zagueiro Rhodolfo sentiu lesão e teve que sair de campo. Sem zagueiros no banco de reservas, Ney Franco colocou o lateral Douglas. Aos 31, Bernard saiu para a entrada de Luan. Em seu primeiro lance, o camisa 27 finalizou de esquerda e mandou perto da trave esquerda de Ceni.

Com o resultado desfavorável, o São Paulo saiu para o jogo em busca do empate. Aos 35, Ganso sofreu falta frontal à área. Na cobrança, Carleto chutou rasteiro e a bola parou na barreira. Aos 41, Rosinei entrou no lugar de Diego Tardelli. O meia quase fez o terceiro do Galo. Aos 47, Ronaldinho puxou contra-ataque e abriu para Luan, que cruzou rasteiro. Rosinei, de carrinho, tentou empurrar para as redes, mas chegou atrasado e a bola atravessou toda a área.