ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Gilson Kleina "alisa e depois bate" em Vladívia.

O treinador palmeirense não aliviou o atraso da apresentação do chileno no verdão.

Por Paulo Edson Delazari

Chileno treina vo Verdão. (Foto: Gazeta Press)

Gilson Kleina técnico do Palmeiras não poupou Valdivia. Na primeira entrevista coletiva no ano de 2013, o treinador criticou severamente o atraso do meia na apresentação, já que o jogador preferiu trabalhar a forma física em particular no Chile e começou a treinar na Academia de Futebol já no quinto dia de atividades do elenco.

“É louvável o fato do Valdivia ter treinado nas férias, mas não concordo com o modelo. Não concordo com o fato de não comunicar os profissionais que se dedicam para que ele esteja na melhor forma. Buscar um profissional não tem problema, mas tem de dar satisfação ao clube que você representa. E se a moda pega, se cada um se apresenta numa data?”, questionou o técnico palmeirense, que depois elogiou a condição física do meia.

“Mas temos de falar que ele está bem, que a musculatura dele está boa, ele está treinando bem. O fato é que tem de parar de passar a mão na cabeça de alguns jogadores. Se acontece com um jogador que não tivesse tanta referência, ia ser o mesmo? Mas tenho certeza que ele vai dar uma resposta, ele tem me passado uma lealdade”, completou.

Nesta sexta-feira, Valdívia participou com intensidade do treino. Deu carrinhos, serviu os companheiros e foi bastante participativo numa atividade técnica que simulou pequenos jogos num campo reduzido. “Vamos ver como ele vai responder. É um jogador que não atua desde outubro”, finalizou o treinador, que deixou a definição do time da estreia para a semana que vem quando o Palmeiras enfrenta o Bragantino, dia 20 de janeiro, no Pacaembu.