ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Goiás surpreende São Paulo e torcida pede Muricy

Bastou uma derrota em casa e um futebol ruim do tricolor para o nome de Muryci voltar a ser pedido por torcedores.

Por Paulo Edson Delazari
622_dd67b633-7b05-37de-ab54-238fedf9cd35

Rogério Ceni tenta pegar bola cabeceada por Rodrigo, gol do Goiás. (Foto: Gazeta Press)

Goiás surpreendeu o São Paulo em pleno Morumbi, vence por 1 a 0 e soma três pontos pela primeira vez no Campeonato Brasileiro. Tudo porque o  líder não conseguiu superar o 17º colocado. Um time que ainda não havia perdido contra um que não tinha vencido, resultado que gerou a ira da torcida contra Juvenal Juvêncio e trouxe a tona o nome de Muryci Ramalho.

Para o clube goiano, a vitória significou a saída da zona de rebaixamento. Até então, o Goiás havia sido goleado pelo Cruzeiro e empatado em casa com Corinthians e Coritiba.

Para o São Paulo, a derrota foi mais que o fim da invencibilidade: ela deu início a um grito que vez ou outra aparece pelo Morumbi: parte dos 8.900 torcedores que foram ao Morumbi gritou o nome do treinador Muricy Ramalho, demitido pelo Santos na semana passada.

Na quarta rodada, o Goiás terá pela frente o Fluminense, atual campeão brasileiro, fora de casa, em duelo marcado para as 18h30 de domingo. O São Paulo encara o Grêmio, às 22 horas do dia 12, uma quarta-feira, em Porto Alegre.

O jogo

O Goiás começou melhor na partida e surpreendeu o São Paulo logo no segundo minuto. Depois de cruzamento de William Matheus, o zagueiro Rodrigo – que já passou pelo clube do Morumbi – tocou de cabeça, abrindo o placar.

Em desvantagem, o São Paulo conseguiu frear o ímpeto do adversário e passou a criar suas oportunidades. Aos 9 minutos, o clube paulistano até balançou as redes, com Luis Fabiano. Mas o gol foi anulado porque Lúcio, que deu o passe de cabeça para o atacante, estava impedido.

O time da casa até foi melhor no decorrer dos primeiros 45 minutos, mas não conseguia criar oportunidades reais de gol. O Goiás, nas raras chegadas ao ataque, levou perigo duas vezes – com Hugo, aos 32 minutos, e Araújo, aos 41. Os dois falharam na hora de concluir.

No segundo tempo, o São Paulo continuou melhor, mas não conseguia chegar ao gol. Logo aos 4 minutos, Aloisio, que acabara de entrar, cruzou para a área, e o Osvaldo cabeceou para ótima defesa do goleiro Renan.

Um minuto depois Aloísio chutou cruzado e Juan dentro da pequena área chutou para uma defesa espetacular de Renan.

A pressão seguiu por todo segundo tempo, os onze jogadores do Tricolor atacavam e os onze esmeraldinos defendiam, Aloísio voltou a ter grande chance no segundo tempo, ao receber bola de Luis Fabiano do lado direito o atacante chutou prensado por dois zagueiros, a bola sobrou para o artilheiro que bateu de pé esquerdo, mas Renan, intransponível operou novo milagre, desta vez com o pé direito.

O árbitro deu cinco minutos de acréscimo, mas de nada adiantou, o gol mil no Morumbi em brasileiros não saiu e o Tricolor saiu derrotado.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 1 GOIÁS

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 5 de junho de 2013 (quarta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL)
Assistentes: Carlos Titara da Rocha (AL) e Rondinelle Tavares (AL)
Cartões amarelos: Renan, Hugo, Vitor e Valmir Lucas (Goiás); Caramelo, Luis Fabiano e Ganso (São Paulo)
Público: 8.892 pagantes
Renda: R$ 214.170,00
Gol: GOIÁS: Rodrigo, a um minuto do primeiro tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Lúcio, Paulo Miranda e Juan (Silvinho); Wellington, Rodrigo Caio (Aloísio), Maicon (Caramelo) e Ganso; Osvaldo e Luis Fabiano
Técnico: Ney Franco

GOIÁS: Renan; Vitor, Ernando, Rodrigo e William Matheus; Valmir Lucas, Thiago Mendes, Ramon e Hugo (Juliano); Araújo (Felipe Amorim) e Walter (Neto Baiano)
Técnico: Enderson Moreira