ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Gol irregular marcado pelo Flamengo afasta Corinthians dos lideres

Com mais uma atuação pra lá de contestada, timão perde fora e vê disputa pelo título cada vez mais distante.

Por Vladimir da Costa

Jogando no reformado Maracanã, o Corinthians tinha apenas um objetivo: Vencer e encostar nos lideres, São Paulo e Cruzeiro. Para isso, era preciso passar pelo irregular Flamengo, que apesar de não correr sérios riscos de rebaixamento, pouco assusta o pelotão da frente, ao menos em termos de pontuação.

Gol irregular e vitória rubro-negra diante do Corinthians. (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Gol irregular garante vitória rubro-negra diante do Corinthians. (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Mas, o que se viu na partida foi mais do mesmo. Um Corinthians com pouca criatividade, de muita marcação, que mantém a bola nos pés, mas raramente exerce pressão para cima dos adversários. O time que normalmente mostra sua força defensiva e consegue vencer, quase sempre pelo placar mínimo, teve uma dificuldade extra na partida e com isso, a chance de vitória ficou praticamente nula. O time que, as vezes, é beneficiado com erros de arbitragem, teve mais uma oportunidade e não desperdiçou. O trio que apitou a partida, comandado por Sandro Ricci não observou dois impedimentos no ataque. O Flamengo que não tinha nada a ver,  fez com Wallace, impedido, o gol da vitória no maraca. Vale ressaltar que apesar do gol irregular, durante o jogo, o ataque rubro-negro foi amplamente superior. Foram 18 finalizações, contra apenas 5 do timão.

O placar adverso deixou o timão na 4ª colocação, com 36 pontos – a 10 pontos do líder, Cruzeiro, e a 6 do 2º colocado, São Paulo. Já o Rubro-negro voltou a vencer após dois tropeços e subiu para o 10º lugar, se afastando da zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, o Flamengo joga na quarta-feira, contra o Palmeiras, às 22h (de Brasília), no Pacaembu. Já o Corinthians recebe a Chapecoense, na quinta, às 19h30, na Arena de Itaquera.

A partida

Com pouco mais de 32 mil pessoas, o clássico das maiores torcidas do país, ficou devendo. Com apenas seis finalizações do Flamengo e duas do Corinthians, o jogo de muita marcação e de pouca jogadas trabalhadas. Atuando no Rio, o Flamengo tomou a iniciativa da partida e foi melhor. Jogando principalmente nas costas de Fagner, Everton via pela esquerda uma avenida para chegar a frente.  No total, foram oito jogadas do Rubro-Negro pelas laterais e nenhuma do Timão no primeiro tempo inteiro.

O primeiro chute de perigo do timão veio com Elias, aos 24 minutos.

Mano Menezes corrigiu o problema defensivo, deslocando Ralf para fazer a cobertura na direita. E o jogo ficou ainda mais truncado, com pouquíssima criatividade no setor de meio-de-campo das duas equipes.

Precisando criar mais, as duas equipes jogaram de maneira mais incisiva no segundo tempo.  O Corinthians chegou a criar uma grande chance com a dupla Guerrero e Luciano, mas foi o Flamengo quem abriu o placar, aos 19 minutos. com Wallace, aproveitando a “ajudinha” de Eduardo da Silva em posição irregular. A bola foi levantada na área e Eduardo da Silva, impedido, dominou a bola ( o próprio jogador assumiu a posição irregular após a partida), que sobrou para Wallace, também a frente soltar a bomba para abrir o placar. Apesar de claramente em posição irregular, o lance foi tão rápido que ninguém reclamou.

O ataque corinthiano pouco produziu e com isso, amargou mais uma derrota fora de casa. (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

O ataque corinthiano pouco produziu e com isso, amargou mais uma derrota fora de casa. (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Depois disso, Mano Menezes mandou o Corinthians todo ao ataque – trocando o volante Ralf pelo atacante Malcom, e depois Lodeiro por Renato Augusto.

Com isso, o Fla passou a jogar no contra-ataque e continuou mais perigoso. Aos 30 minutos, Bola levantada na área paulista, Elton escorou de cabeça e Cássio fez a defesa. Aos 36 minutos, novo lance polêmico. Everton é acionado na risca da área e chutou forte. A bola desviou no braço de Fagner, sem intenção, e o árbitro marcou a infração. Eduardo da Silva foi para a bola e Cássio pulou no canto esquerdo para fazer linda defesa.

A defesa poderia dar uma moral para o Corinthians fazer uma pressão nos minutos finais, mas não aconteceu. Muito na base de chutes longos, facilmente cortados pela defesa, o Corinthians viu o tempo passar sem esboçar a reação necessária para empatar. O Flamengo na sua, diminuiu o ritmo e esperou apenas o apito final para garantir 3 pontos importantes para a equipe.