ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Guerrero marca e Corinthians vence a segunda seguida

Timão mantém futebol pragmático e consistente para vencer o Paulista por 1 a 0.

Por Vladimir da Costa

O novo Corinthians por pouco não repetiu o ano de 2013 na segunda rodada do campeonato Paulista, nesta quarta-feira, contra o Paulista. O timão não apresentou a mesma pegada da primeira rodada, e apesar de dominar boa parte da partida, não conseguia espera da torcida foi recompensada. Guerrero fez o dele, garantiu o 1 a 0 contra a equipe de Jundiaí, Décio Vitta, em Americana, mando do Corinthians que jogou no interior por cauda da punição imposta pelo TJ-SP por conta do uso de sinalizadores por parte de uma organizada do clube na final do Paulista do ano passado.

Romarinho jogou bem ajudando na marcação (Foto: Futura Press)

Romarinho jogou bem ajudando na marcação (Foto: Futura Press)

Com a segunda vitória seguida, a equipe chegou aos seis pontos e é líder isolada do Grupo B. Já o Paulista chega ao segundo jogo sem vitória e fica para trás na Chave C, que tem São Bernardo e Santos na liderança, com seis e quatro pontos, respectivamente.

A PARTIDA

O Corinthians esteve mais presente no campo de ataque, trocando passes e com seus jogadores se encontrando. O ritmo poderia ter sido mais intenso, mas as pernas pesadas pelos treinos de pré-temporada ainda não aguentam correria. Ainda assim, o Timão chegou bem logo aos quatro minutos, com Danilo, que tentou de cabeça, depois de cruzamento do lateral Wendel. O goleiro Juliano fez ótima defesa. A bola ficou vida e voltou para o meia que bateu firme, mas o goleiro fez a segunda grande defesa, salvando seu time de levar o primeiro.

O Paulista tentava explorar os contra-ataques, mas dependia demais do ex-corintiano Dinelson. Toda jogada do Galo precisava ter o carimbo do meia, seja no passe inicial, seja no arremate a gol. O meio-campo alvinegro logo percebeu isso, apertou a marcação sobre o camisa 10 e o manteve sob controle. Assim, quem acabou criando o lance mais perigoso da equipe de Jundiaí na primeira etapa foi Patrick.

O Timão ainda tentou apertar com Danilo, caindo pelo lado esquerdo, Romarinho, que apareceu na área em lances pelo alto, e Guerrero, que brigou muito na área do Paulista. Apesar da insistência, o atual campeão estadual não mostrou tanta força ofensiva, e o 0 a 0 acabou resumindo bem a primeira etapa.

Guerrero fez o gol da vitória do timão. (Foto:Luciano Claudino / Conteudo Estadão)

Guerrero fez o gol da vitória do timão. (Foto:Luciano Claudino / Conteudo Estadão)

O Corinthians tentou forçar o ritmo no início do segundo tempo e assustou o logo aos cinco minutos, quando Guerrero recebeu perto da marca do pênalti e chutou forte, mas a bola desviou no meio do caminho e saiu pela linha de fundo. Após esse lance, o ritmo do jogo diminuiu muito. O Timão seguia com a bola, e o Paulista quase não chegava. A não ser por uma tentativa de Lusmar, afastada por Gil, o Sapão passou a maior parte do tempo correndo atrás da equipe da capital, que parecia acomodada em campo.

O time começou a demonstrar cansaço e Mano Menezes resolveu mudar. Trocou Danilo por Pato, passando Emerson, que havia entrado no lugar de Romarinho, machucado, para o lado esquerdo. No primeiro lance, Sheik foi à linha de fundo e acertou bom cruzamento para Guerrero, que, de cabeça, empurrou para a rede, quebrando a monotonia da partida, aos 33 minutos: 1 a 0. O Paulista não teve forças para reagir. Seguia sem conseguir tomar o controle do jogo, apenas correndo atrás do Corinthians, que diminuiu o ritmo e manteve o controle da bola até o apito final.

Com o resultado, o Timão chegou aos seis pontos e lidera o Grupo B. O Paulista, com apenas um, está em terceiro no Grupo C. O Corinthians volta a campo no próximo sábado, às 21h (de Brasília), no Pacaembu, contra o São Bernardo. O Paulista joga no mesmo dia, só que mais cedo, às 19h30m, contra o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto.

FICHA TÉCNICA

Data: 22/01/2014

Local: Estádio Décio Vitta, em Americana (SP)

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza

Assistentes: Rogerio Pablos Zanardo e Alexandre Basilio Vasconcellos

Cartões amarelos: Juliano, Mineiro e Ewerton (Paulista)

Gol: Guerrero, aos 34 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS:

Walter, Diego Macedo, Gil, Paulo André e Uendel (Felipe); Ralf, Guilherme, Romarinho (Emerson), Rodriguinho e Danilo (Alexandre Pato); Guerrero. Técnico: Mano Menezes

PAULISTA:

Juliano, Raul, Gian, Diego Santos e Jeff Silva; Mineiro, Ewerton, Lusmar e Dinelson (Esquerdinha); David (Jô) e Patrick (Tiago Cavalcanti). Técnico: Giba