ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Henrique perde pênalti e o Galo derrota o verdão

Atacante desperdiça penal polêmico, talismã atleticano marca e mineiros saem na frente

Por Anderson Marinho
Luan saiu do banco para dar a vitória ao Galo. Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

Luan saiu do banco para dar a vitória ao Galo. Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

Em seu primeiro jogo após as comemorações pelo centenário o Palmeiras recebeu o Atético-MG nesta quarta-feira no estádio do Pacaembu,  em duelo válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil, e jogando com um time misto foi derrotado por 1 a 0. O atacante Luan, que entrou no segundo tempo, marcou o gol da equipe mineira. Pelo verdão Henrique desperdiçou um pênalti na etapa inicial.

Com o resultado o Galo joga por um empate na partida de volta, na próxima quarta-feira no estádio Independência em Belo Horizonte, para avançar às as quartas de final da competição. Já o alviverde precisa vencer por dois gols de diferença, ou por um gol de diferença marcando pelo menos dois gols na casa do adversário para se classificar no tempo normal. Em caso de vitória do Palmeiras pelo mesmo placar a decisão será nas penalidades máximas.

O jogo

Pensando no Campeonato Brasileiro o técnico argentino Ricardo Gareca mandou o verdão à campo com um time misto, poupando vários titulares, e o alviverde não conseguiu apresentar um bom futebol diante de sua torcida que esperava um triunfo para completar a festa pelos 100 anos da equipe comemorados na última terça-feira.

Henrique desperdiça a segunda cobrança do pênalti. Foto: Miguel Schincariol / Agência Lance

Henrique desperdiça a segunda cobrança do pênalti. Foto: Miguel Schincariol / Agência Lance

Jogando com força máxima o Atlético-MG do técnico Levir Culpi foi superior durante os 90 minutos e poderia ter construído uma vantagem maior para o jogo da volta, não fosse a ótima atuação do goleiro palmeirense Fábio que fez pelo menos quatro grandes defesas na partida.

O Galo tomou a iniciativa e deu seu cartão de visitas logo aos seis minutos de jogo, após cobrança de falta do argentino Dátolo para desvio de cabeça de Leonardo Silva que balançou as redes, mas a arbitragem anulou corretamente o gol, marcando um impedimento do zagueiro atleticano.

Aos 11 minutos, Jô fez grande jogada pela direita e cruzou na medida para Diego Tardelli, o atacante escolheu o canto livre do gol, mas Fábio se recuperou bem e operou um milagre para evitar o tento.

Aos 27minutos        Pedro Botelho recebeu boa assistência de Jô, dentro da área, e chutou a queima-roupa, obrigando o arqueiro palmeirense a fazer mais uma grande defesa. Aos 40 Jô teve mais uma oportunidade, em chute forte da entrada da área, mas parou mais uma vez no goleiro do verdão.

O Palmeiras teve a chance de abrir o placar aos 43 minutos, após pênalti mal marcado em Mazinho, depois de um choque normal com o zagueiro Jemerson, fora da área. Henrique converteu a primeira cobrança, mas a arbitragem apontou uma invasão de área e mandou repetir o lance. Na segunda batida o atacante trocou o lado, mas o goleiro Victor defendeu.

Etapa complementar

A segunda etapa permaneceu com a mesma tônica dos 45 minutos iniciais, com os visitantes criando as melhores oportunidades e o Palmeiras encontrando dificuldades no setor de criação.

Aos seis minutos Dátolo fez o levante em cobrança de falta e Leonardo Silva desviou de cabeça, com perigo, para defesa de Fábio.

Luan comemora o gol da vitória atleticana. Foto: Miguel Schincariol / Agência Lance

Luan comemora o gol da vitória atleticana. Foto: Miguel Schincariol / Agência Lance

Insatisfeito com o rendimento de sua equipe Ricardo Gareca promoveu as estradas de Cristaldo, Mouche e Felipe Menezes nas vagas de Mazinho, Henrique e Renato respectivamente. Embora mais rápido e com mais movimentação o Palmeiras seguiu desorganizado em campo, criando poucas chances de gols.

Pelo lado mineiro Levir Culpi sacou o volante Rafael Carioca para a entrada do atacante Luan. E a estrela do garoto atleticano brilhou logo em uma de suas primeiras participações. Aos 25 minutos, Dátolo puxou o contra-ataque, acionou Maicosuel em velocidade pela esquerda, o meia cruzou no primeiro pau e Luan se antecipou a marcação para desviar de cabeça no contra-pé de Fábio.

O Palmeiras tentou reagir, partindo para cima do adversário, mas parou em suas limitações técnicas. O alviverde teve duas boas chances, com o argentino Pablo Mouche e com o meia Felipe Menezes, mas Victor fez boas defesas e garantiu a vitória atleticana.

O Palmeiras agora se prepara para o duelo contra o Internacional, sábado às 18h30 no estádio do Pacaembu, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Já o Atlético-MG visita o Coritiba, domingo às 16h00 no Couto Pereira, na capital paranaense.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 0 X 1 ATLÉTICO-MG

Data: 27 de agosto de 2014, quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Público pagante: 18.396
Renda: R$ 406.837,50
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves e José Javel Silveira (ambos do RS)
Cartões amarelos: Rafael Carioca, Josué, Jemerson e Alex Silva (ATL); Mendieta (PAL)
Gol: Luan, aos 25 minutos do 2º tempo

PALMEIRAS: Fábio; Weldinho, Lúcio, Victorino e Victor Luis; Renato (Felipe Menezes), Marcelo Oliveira, Mendieta e Mazinho (Cristaldo); Diogo e Henrique (Mouche)
Técnico: Ricardo Gareca

ATLÉTICO-MG: Victor; Alex Silva, Jemerson, Leo Silva e Pedro Botelho; Rafael Carioca (Luan), Josué, Dátolo e Maicosuel (Marion); Tardeli e Jô (André)
Técnico: Levir Culpi