ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Henrique salva o Palmeiras.

Zagueiro marca duas vezes e evita derrota fora de casa

Por Anderson Marinho

Henrique fez 2 gols no empate com o XV de Piracicaba. (Foto: Celio Messias)

O Palmeiras visitou o XV de Piracicaba, no estádio Barão de Serra Negra, em Piracicaba e arrancou um empate em 3 a 3,  em jogo marcado por duas viradas no placar e bela atuação do zagueiro Henrique, autor de dois gols, que reclamou da postura da equipe no final do jogo.

O jogo

O XV de Piracicaba do Técnico Sérgio Guedes entrou em campo com esquema de jogo novo, o 3-5-2, priorizando a marcação, para conter a ofensiva palmeirense, e apostando nos contra-ataques. Logo aos dois minutos Janilson fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Márcio Diogo, livre, escorar de cabeça e abrir o placar na terra da pamonha. XV de Piracicaba 1 x 0 Palmeiras.

O gol no inicio da partida dificultou as ações do Palmeiras no primeiro tempo, os comandados de Gilson Kleina não conseguiam furar a forte marcação dos donos da casa e ainda davam muitos espaços para o adversário que teve oportunidades para ampliar o marcador, mas pecou na hora da finalização.

A primeira chance do verdão veio aos 20 minutos, Barcos, apagado no jogo, recebeu na entrada da área, se livrou da marcação, e bateu de direita, a bola desviou no zagueiro e saiu com perigo à esquerda do gol de Bruno Fuso.

O XV continuou levando perigo e aos 31 minutos, Adriano avançou pela direita, invadiu a área e chutou forte obrigando Fernando Prass a fazer uma boa defesa.

O Palmeiras se lançou ao ataque e o zagueiro Henrique começou a mostrar o seu lado artilheiro, aos 37 minutos, após boa jogada do camisa 3 a zaga afastou para linha de fundo. Na cobrança do escanteio a bola sobrou para ele, que encheu o pé e igualou o marcador no Barão de Serra Negra. XV de Piracicaba 1 x 1 Palmeiras.

 

Etapa complementar

Henrique no último minuto salva o verdão. (Foto: Celio Messias)

Na volta para o segundo tempo Gilson Kleina sacou o atacante Vinicius e colocou o volante João Denoni, retornando ao esquema 4-4-2, para dar mais equilíbrio ao meio de campo alviverde.

O Palmeiras começou melhor, pressionando o rival, e aos sete minutos, Márcio Araújo escapou em velocidade pelo meio e chutou de pé esquerdo, da entrada da área, no canto esquerdo de Bruno Fuso, que aceitou o chute, para colocar o verdão à frente do marcador. XV de Piracicaba 1 X 2 Palmeiras.

O Verdão passou a controlar o jogo, mas não conseguiu criar oportunidades claras para definir o resultado. Pelo lado do XV, Sérgio Guedes promoveu as entradas de Vinícius Bovi e Anderson Lessa nas vagas de Márcio Diogo e Diego Silva.

E como quem não faz leva, aos 27 minutos, após uma bobeira de Wesley pela direita, Diguinho invadiu a área e foi derrubado por Márcio Araújo, pênalti para o XV de Piracicaba. Na cobrança, Diguinho bateu firme, no canto direito, deslocando Fernando Prass e empatou para os donos da casa. XV de Piracicaba 2 x 2 Palmeiras.

O pênalti desestabilizou o Palmeiras que voltou a demonstrar certa afobação em busca do resultado, e aos 36 minutos Diguinho cruzou e Vinícius Bovi desviou de cabeça para grande defesa de Fernando Prass. Na cobrança do escanteio Luiz Eduardo cabeceou com perigo, no travessão, e no rebote Vinícius Bovi completou para o fundo das redes. XV de Piracicaba 3 x 2 Palmeiras.

O Palmeiras foi para o tudo ou nada, o técnico alviverde sacou os volantes Wesley e Márcio Araújo para as entradas do meia Patrick Vieira e do atacante Caio. Sérgio Guedes respondeu com Cesinha na vaga de Glauber.

Aos 42 minutos, após cruzamento de Juninho, Maikon Leite cabeceou com perigo para boa defesa de Bruno Fuso.

A torcida piracicabana, animada com o resultado, foi ao delírio aos 46 minutos, quando Paulinho aplicou um lindo chapéu em João Denoni e finalizou com estilo, mas Fernando Pras, com mais uma bela defesa, evitou o quarto gol dos donos da casa.

E quando tudo parecia já definido, João Denoni se redimiu e cruzou uma bola na medida para Henrique subir de cabeça, após falha do goleiro alvinegro, e empatar o jogo para Palestra.  XV de Piracicaba 3 x 3 Palmeiras.

Irregular na partida o Palmeiras sai de Piracicaba com um bom resultado, diante de um adversário bem armado pelo treinador Sérgio Guedes, que poderia ter vencido a partida não fossem as falhas do arqueiro Bruno Fuso, mas precisa corrigir erros no setor de marcação para poder almejar algo maior na competição.

Decisivo na partida o zagueiro Henrique criticou a postura do time, que em sua opinião precisa muito mais do que apenas técnica para alcançar os resultados, alegando falta de vontade de alguns companheiros. 

Oitavo colocado na tabela do Paulistão, com oito pontos ganhos, o Palmeiras volta à campo na próxima quinta-feira, às 19h30, no estádio do Pacaembu contra o Atlético Sorocaba pela 6ª rodada da competição. Já o XV de Piracicaba, 12º colocado com 5 pontos,  visita o São Bernardo, quarta-feira, às 19h30 no estádio Primeiro de Maio em São Bernardo do Campo.

Ficha técnica

XV DE PIRACICABA 3 x 3 PALMEIRAS

Gols
XV DE PIRACICABA:
Márcio Diogo, aos 2min do 1º tempo, Diguinho, aos 30min, e Vinicius Bovi, aos 37 min do 2º tempo
PALMEIRAS:
Henrique, aos 38min do 1º tempo, Márcio Araújo, aos 7min do 2º tempo, e Henrique, aos 47min

XV DE PIRACICABA: Bruno Fuso; Luiz Eduardo, Glauber (Cesinha) e Pedro Paulo; Adriano, Jairo, Diego Silva (Vinicius Bovi), Diguinho e Janílson; Paulinho e Márcio Diogo (Anderson Lessa)
Treinador: Sérgio Guedes

PALMEIRAS: Fernando Prass; Ayrton, Henrique, Mauricio Ramos e Juninho; Márcio Araújo (Caio), Wesley (Patrick Vieira) e Valdivia; Maikon Leite, Barcos e Vinicius (João Denoni)
Treinador: Gilson Kleina

Cartões amarelos
PALMEIRAS: Ayrton e Valdivia

Árbitro
Robério Pereira Pires (SP)

Local
Estádio Barão de Serra Negra, em Piracicaba (SP)