ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Homenagem, Vitória e Esperança pela Libertadores

Em noite quente no Morumbi e camisas comemorativas aos uruguaios, tricolor vence Lusa.

Por Paulo Edson Delazari

Jogadores entraram em campo com a camisa comemorativa aos Uruguaios que vestiram a camisa Tricolor. (Foto: Idário Café/ Vipcomm)

Em noite de homenagens aos grandes craques uruguaios Dario Pereira, Pedro Rocha, Forlan e Lugano, o São Paulo venceu a Portuguesa por 3×1 e segue vivo na luta pela vaga da Libertadores. Apesar das homenagens para grandes zagueiros que passaram pelo tricolor, Toloi deu um susto e ofereceu uma bola para o empate da Lusa, mas no segundo tempo a equipe do Morumbi soube colocar a bola no chão e vencer a partida em noite inspirada de Lucas.

Terminando o jogo 3×1 para o Tricolor que segue vivo na briga pela Libertadores o atacante Lucas melhor jogador da partida, afirmou: “a vaga está garantida”.

“- Ajudei minha equipe e participei dos três lances de gol e vamos continuar assim, trabalhando. Agente quer chegar no G4 e vamos chegar.” – Afirmou o atacante ao sair de campo.

O São Paulo com a vitória chega aos 39 pontos em 5º lugar e agora fica torcendo contra Botafogo, Internacional e Vasco. A próxima partida do São Paulo será contra o Cruzeiro no próximo domingo dia 22/09 as 16h00.

O Jogo

Com eles São Paulo não sabe o que é derrota (Foto: Idário Café / Vipcomm)

O Tricolor começou o jogo a cem por hora em cinco minutos criou quatro oportunidades claras com Maicon, Osvaldo e Luis Fabiano por duas vezes, em uma delas após linda jogada de Lucas que arrancou e passou por cinco adversários a bola se ofereceu para o centroavante Luis Fabiano que bateu Dida defendeu e a bola sobrou para Osvaldo que aos 5 minutos aproveitou a sobra e colocou o São Paulo na frente. São Paulo 1×0.

Não satisfeito com o resultado o São Paulo continuou atacando e aos nove minutos o inspirado Lucas após passar por 3 adversários e tentar levar Dida foi empurrado dentro da área por Ferdinan, Paulo César de Oliveira não quis marcar e prejudicou o São Paulo. Após essa blits o São Paulo só chegou com perigo aos 21 minutos, Jadson abriu bola para Wellington que estava improvisado com lateral, ao chegar no fundo cruzou e Luis Fabiano cabeceou, a bola passou raspando o travessão.

A Portuguesa não conseguia chegar, mas aos 36 minutos após falha de Toloi o atacante Bruno Mineiros saiu frente a frente com Rogério que nada pode fazer, após chute rasteiro do atacante. Portuguesa 1×1.

2º tempo

O time do São Paulo não queria saber de empate e durante todo o segundo tempo não deu nenhuma chance ao time da Portuguesa, logo aos sete minutos o zagueiro Leo Silva evitou o segundo do tricolor tirando a bola em cima da linha de cabeça, tudo começou numa falta cobrada por Jadson, Dida saiu para evitar a cabeça de de Luis Fabiano e a bola sobrou para Toloi que dominou ainda no alto e deu um tapa por cima de Dida, o zagueiro tirou.

Aos 11 minutos contrataque mortal do São Paulo, Cortes tomou a bola e arrancou , ao ver Osvaldo tocou, o atacante partiu pra cima de dois adversários e cruzou Lucas num bate pronto pegou forte, Cortes que acompanhava a jogada cutucou a bola que passava e fez São Paulo 2×1, primeiro gol do lateral no brasileirão.

Luis Fabiano comemora o terceiro do São Paulo e o seu 11º no campeonato, onde agora é artilheiro ao lado de Fred (Foto: Ilário Leitão / Vipcomm)

Daí em diante o São Paulo se policiava para evitar um vacilo como na primeira etapa e só voltou a chegar aos 32 minutos, mas quando o fez foi fulminante, Maicon fez uma linda inversão da esquerda para direita, Lucas dominou e partiu pra cima de Marcelo Cordeiro, ao chegar no fundo rolou e Luis Fabiano, fez seu 11º gol na competição com 13 jogos disputados, se tornando artilheiro do Brasileirão ao lado de Fred do Fluminense.

O São Paulo ainda teve uma chance aos 47 minutos em passe de Casemiro para Cícero que bateu da entrada da área de pé direito para defesa de Dida.