ÚLTIMAS NOTÍCIAS
“Incaível”? São Paulo vence Vasco e foge do Z-4.

Tricolor foi ao Rio de Janeiro e superou o trem bala da Colina, saindo da zona do rebaixamento.

Por Paulo Edson Delazari
Rodrigo Caio comemora gol que abriu o placar para o tricolor contra o Vasco em São Januário. (Foto: Wagner Meier / AGIF)

Rodrigo Caio comemora gol que abriu o placar para o tricolor contra o Vasco em São Januário. (Foto: Wagner Meier / AGIF)

Na busca para sair da zona de rebaixamento São Paulo foi a São Januário enfrentar o Vasco da Gama, para isto era necessário vencer o jogo e foi o que aconteceu com um gol de Rodrigo Caio de cabeça e outro de Antônio Carlos, a equipe Tricolor venceu por 2 a 0 e saiu da zona da degola.

Diante dos vascaínos, o Tricolor acumulou uma invencibilidade de sete jogos no Estádio São Januário. A última derrota para os cariocas foi na competição nacional de 2005 (3 a 1).Nesse período, de lá pra cá, a equipe são-paulina venceu quatro e empatou três.

Com o feito Muricy alcançou sua segunda vitória em dois jogos e ultrapassou o feito de Telê Santana a frente da equipe do Morumbi chegando a 199 vitórias como treinador da equipe. Até chegar nesta zona da tabela o São Paulo ficou por oito rodadas na zona de rebaixamento e agora não quer mais saber de voltar, como disse o atacante Luis Fabiano no fim da partida e alertou:

“Estar fora nos traz uma tranquilidade muito grande, mas á água ainda está no queixo. Dentro do Morumbi não podemos perder pontos, ainda estamos perto da zona de rebaixamento”, afirmou o atacante

Com a vitória o São Paulo chegou a 24 pontos e ocupa a 15º posição, agora o Tricolor volta a jogar no brasileirão na próxima quarta-feira, no Morumbi, às 21h50m contra o Atlético-MG. Já o Vasco ficou parado nos 24 pontos e desceu para o Z-4 em 17º lugar e recebera o Vitória às 19h30m da mesma quarta-feira, em São Januário.

O Jogo

Muricy vence a segunda seguida e chega a 199 vitórias. (Foto: Rubens Chiri)

Muricy vence a segunda seguida e chega a 199 vitórias. (Foto: Rubens Chiri)

O São Paulo queria a qualquer custo sair da zona de rebaixamento e logo a um minuto a primeira grande chance, a zaga vascaína deu bobeira e Osvaldo tomou a bola, tocou para Ganso que rolou pra Maicon chutar de fora da área, a bola passou raspando a trave do goleiro cruzmaltino.

A partir deste momento o que se viu foi muita disputa de bola no meio campo e bolas paradas, para ambos os lados, numa desta aos 29 minutos Jadson cobrou escanteio e o volante Rodrigo Caio apareceu no meio de três marcadores vascaínos e testou para o gol, a bola ainda beliscou o travessão e morreu no fundo do gol. São Paulo 1 x 0.

Etapa complementar

Novamente a um minuto o São Paulo assustou, em falta pela direita Jadson bateu cruzado e Diogo espalmou, no rebote Cris protegeu e por pouco Welliton que entrou no lugar de Osvaldo, não pegou o rebote. A resposta veio no minuto seguinte, Fagner cruzou da direira e Darkson que entrou no segundo tempo cabeceou para o chão e por  pouco não empatou a partida, a bola passou por cima do travessão.

Novo ataque só aos 16 minutos quando Jadson recebeu na direita e cruzou, Luis Fabiano deu de cabeça, mas Diogo bem postado defendeu no meio do gol.

Antônio Carlos faz seu primeiro gol com a camisa Tricolor. (Foto: Rubens Chiri)

Antônio Carlos faz seu primeiro gol com a camisa Tricolor. (Foto: Rubens Chiri)

O Vasco só preocupava na bola para e foi aos 21 minutos que Juninho bateu do meio da rua, mas Rogério Ceni fez uma ponte para defendê-la para a alegria dos fotógrafos.

Após perder um contrataque com Luis Fabiano o São Paulo ganhou novo escanteio, novamente bateu Jadson no primeiro pau e Toloi cabeceou pra dentro da pequena área, o goleiro Diogo falhou espanando a bola pra trás, Antônio Carlos atento chutou sem goleiro e ampliou para o São Paulo, 2 a 0.

Com a vantagem no placar o São Paulo começou a controlar a partida e por pouco não ampliou, Aloísio que entrou no lugar de Luis Fabiano recebeu de Ganso aos 36 minutos driblou dois marcadores e quando ficou frente a frente com Diogo o atacante chutou rasteiro e o goleiro defendeu com o pé para escanteio, na cobrança curta ganso cruzou e Welliton cabeceou no contrapé do goleiro e a bola passou raspando a trave esquerda do Vasco.

Deste momento em diante o time do Morumbi só controlou as ações da partida e venceu a segunda seguida, saindo da zona do rebaixamento, colocando o time do Vasco na condição da zona de rebaixamento.