ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Inicio avassalador garante vitória gremista diante do Corinthians

Alvinegro vacila no inicio e não consegue reverter placar na Arena Grêmio.

Por Vladimir da Costa

Depois de um inicio avassalador, os donos da casa mantiveram o esquema, deixaram a bola rolar não deram chance para o adversário. Alias, deram, muitas, mas o Corinthians atacou, pressionou, criou, mas não aproveitou. Tanto por falta de um matador dentro da área, ou por falta de confiança, que resultou numa derrota, mais uma para o desmanchado e desmotivado Corinthians.

Giuliano comemora um dos gols da vitória gremista diante do alvinegro. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA / Divulgação)

Giuliano comemora um dos gols da vitória gremista diante do alvinegro. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA / Divulgação)

O primeiro tempo o Grêmio foi impecável. Criou, produziu e marcou. Antes dos 10 minutos, o placar estava feito, faltava administrar. A equipe gaucha fez mais, equilibrou o ímpeto adversário, faz mais um gol e jogou o segundo tempo para telespectador assistir. Deu espaços, falhou na marcação, demonstrou vulnerabilidade, mas nada que chegasse a arranhar o belo placar do primeiro tempo.

Final, Grêmio 3 a 1 um perdido e triste Corinthians, que segue a vida jogo pós jogo. Para a próxima rodada o time gaucho terá pela frente mais uma equipe paulista. Terá o São Paulo, na capital Paulista no sábado, horário indigesto, às 22h. No mesmo dia e horário o Corinthians pega o Joinville, em Santa Catarina.

O jogo

Vidrado, o Grêmio entrou em campo querendo garantir os 3 pontos logo. O Corinthians ainda se ajeitava no campo quando Pedro Rocha invadiu a área pela esquerda e encontrou Giuliano livre para abrir o placar, aos dois minutos. Mal deu tempo para a zaga alvinegra se ajeitar e o mesmo Giuliano deu passe para Marcelo Oliveira soltar a bomba de pé direito, aos quatro minutos, e ampliar a vantagem.

Quando o Corinthians resolveu entrar em campo de forma definitiva, o caminho para percorrer era grande. Por isso, sofreu muito com o buraco no meio-campo. Cristian tentou ajudar a equipe na bola, mas não acrescentou nada e ainda fez o time se perder ainda mais na marcação.

Com o placar, os mandantes pararam de jogar e viram o crescimento corintiano, que mostrou personalidade para envolver o adversário e diminuir com um belo gol de Mendoza. A alegria corintiana durou pouco. Aos 38 minutos, em jogada de bola parada Luan apareceu sozinho na área e marcou o terceiro do Grêmio.

Inespressivo Corinthians perde mais a segunda no brasileiro. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA / Divulgação)

Inespressivo Corinthians perde mais a segunda no brasileiro. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA / Divulgação)

As coisas se equilibraram no segundo tempo, com o Corinthians mais atento na marcação e aceso no ataque. O Grêmio ainda tinha a bola e campo para jogar, mas já não chegava com a mesma facilidade, embora ainda ameaçasse.

Para tentar tirar um pouco a bola dos pés do Tricolor, Tite mexeu no meio-campo, trocando Bruno Henrique por Petros e Renato Augusto por Danilo. Apesar das mudanças, o Grêmio seguia um pouco melhor, chegando com mais perigo, ameaçando o gol de Cássio, mas, dessa vez, sem acertar o alvo.

Somente aos 46 minutos, Petros recebeu na área e chutou de virada. Tiago fez uma linda defesa, segurando a bola sobre a linha, garantindo a vitória gremista na partida.