ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Jogo violento? Melhor para o PSG na Champions.

Ibrahimovic expulso logo no primeiro tempo demonstra o que foi PSG e Chelsea na decisão das oitavas da Champions.

Por Paulo Edson Delazari
Cahill aproveitou oportunidade e marcou para os azuis. (Foto:AN KINGTON/AFP/Getty Images)

Cahill aproveitou oportunidade e marcou para os azuis. (Foto:AN KINGTON/AFP/Getty Images)

Após um belo jogo na terça-feira entre Real Madrid x Shalk 04, o que pode se ver entre Chelsea e PSG no Stamford Bridge  foi um jogo de muitas faltas duras, muita disputa física e pouca criatividade. Talvez tenha sido o tempero dado ao longo da semana que os dois treinadores, Laurent Blanc e José Mourinho colocaram ao acusarem-se mutuamente no jogo de ida em Paris.

Assim o futebol foi deixado de lado e Ibrahimovic foi expulso após um carrinho criminoso em Oscar. Nem assim o jogo se abriu e os gols só surgiram no segundo tempo em lances de bola parada e feito por seus zagueiros.

David Luis subiu mais que todo mundo e empatou a partida. (Foto: GLYN KIRK/AFP/Getty Images)

David Luis subiu mais que todo mundo e empatou a partida. (Foto: GLYN KIRK/AFP/Getty Images)

Aos 35 após bate e rebate na área, Cahill pegou a sobra e encheu o pé para o gol de Sirigu que nada pode fazer. Se a vantagem do 0 a 0 pertência ao Chelsea que empatou em Paris por 1 a 1, a coisa ficou melhor ainda com o gol.

O empate veio aos 40 da segunda etapa com David Luis de cabeça, após escanteio cobrado por Thiago Motta o brasileiro subiu entre a zaga e deu uma testada que mais parecia um chute e deixou tudo igual.

Como em Paris, o jogo terminava em 1 a 1 e o resultado levou o jogo à prorrogação. O PSG com um a menos continuava heroico, valente se segurava, mas tentava nos contataques com Cavani, mas em um lance de extrema infelicidade Thiago Silva que fazia uma boa partida levantou o braço muitos alto e tocou a bola dentro da área em disputa de bola com Zouma, o arbitro viu e marcou pênalti. Hazard com muita categoria bateu e colocou o Chelsea na frente.

Lewandowski comemora o sexto gol do Bayern de Munich Foto: ANDERSEN/AFP/Getty Images)

Lewandowski comemora o sexto gol do Bayern de Munich Foto: ANDERSEN/AFP/Getty Images)

Mas a zaga formada por brasileiros parecia estar predestinada a sair de Londres com um resultado positivo. Foi o que aconteceu, Thiago Motta bateu novamente o escanteio e aos 8 do segundo tempo da prorrogação, Thiago Silva cabeceou e cobriu Courtouis empatando o jogo em 2 a 2. O que era entrega total se ampliou ainda mais nos minutos finais e o time francês saiu com a vaga para as quartas de final.

Agora os londrinos se unem a Real Madrid, Porto e Bayern de Munich que em noite inspirada afundo e humilhou o Shakhtar Donesk por 7 a 0. Marcaram para equipe alemã Thomas Muller (2), Boateng, Batstuber, Ribery, Lewandowski e Gotze.