ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Kaká retorna a velha casa e assina com Milan.

Campeão mundial de clubes pelo time rossonero, meia tenta rever o bom futebol dos velhos tempos.

Por Paulo Edson Delazari
Kaká veste a camisa do Milan novamente. (Foto: AP)

Kaká veste a camisa do Milan novamente. (Foto: AP)

Mal chegou à sede do Milan com o vice-presidente do clube, Adriano Galliani, para assinar contrato de duas temporadas, o meia Kaká já vestiu a camisa da equipe rossonera na tarde desta segunda-feira. Tão logo formalizou o vínculo com o novo clube até o meio de 2015, o jogador apareceu na varanda da Via Turati para acenar aos torcedores do Milan.

Agora, ele viaja para Madri na noite desta segunda-feira, antes de voltar a Milão no dia seguinte para ficar em definitivo na Itália. O clube informou que o primeiro treino de Kaká neste retorno está programado para a próxima quinta.

Quatro anos após deixar o clube italiano para defender o Real Madrid por € 65 milhões (R$ 205 milhões nos valores atuais), o jogador chegou a Milão nesta segunda-feira para acertar últimos detalhes burocráticos, como exames médicos, antes de assinar o contrato.

Kaká foi liberado sem custos pelo clube espanhol e teria aceitado uma redução de € 6 milhões (R$ 18,5 milhões) no salário anual para voltar ao Milan. O meia, que recebia € 10 milhões (R$ 31,5 milhões) por temporada no Real Madrid, teria pedido inicialmente € 6 milhões (R$ 19 milhões), mas o clube bateu o pé e ofereceu € 4 milhões (R$ 12,5 milhões) mais bônus ao jogador.

O acordo foi sacramentado na noite deste domingo, e Kaká deixou Madri rumo a Milão ao lado de Adriano Galliani na manhã desta segunda-feira para festa dos torcedores rossoneri.

– Já era madrugada quando o negócio foi fechado. Agora espero que os órfãos de Kaká, os 12 a 15 mil torcedores que deixaram de ir ao estádio quando ele saiu, voltem agora que ele retornou ao clube. Ele realmente fez um esforço gigantesco para voltar e mostrou afeto por esse uniforme – disse Galliani, ao fazer o anúncio.