ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Leandro Damião dá primeira entrevista com a camisa do Peixe

Ex-Internacional, atacante chega a Vila sem chamar a responsabilidade para si.

Por Vladimir da Costa

Jogador mais caro da atual temporada e maior contratação da história entre clubes brasileiros (cerca de R$ 42 milhões), e que dificilmente terá cifras superadas, o atacante Leandro Damião, cedeu entrevista coletiva no CT Rei Pelé e minimizou a pressão ressaltando que o verdadeiro peso é o de vestir a camisa do Alvinegro Praiano.

Leandro Damião é apresentado oficIalmente com a camisa do Peixe (DIVULGAÇÃO)

Leandro Damião é apresentado oficIalmente com a camisa do Peixe (DIVULGAÇÃO)

– Qualquer jogador que veste a camisa do Santos vai ter pressão, pois é um grande clube. Tem de saber honrar. Estou tranquilo. Nenhum time joga com um jogador só. São onze em campo, e eu sou só mais um no grupo. O time tem de jogar junto. Um só não resolve. Peso não tem (a mais). O atleta já carrega a responsabilidade de ficar em campo – explicou.

Destaque nacional quando apareceu para o mundo em 2011, quando marcou 40 gols, fato que o colocou na seleção brasileira e grande promessa de ser o novo 9 do Brasil, Leandro Damião não repetiu a dose na última temporada. Foram apenas 13 gols, além do convívio com várias lesões. Uma delas, na coxa direita, acabou o tirando da Copa das Confederações.

Lesões que são colocadas como principal motivo para a temporada passada abaixo da média.

– Foi um ano ruim para o Inter, não só para mim. Tive lesões, muitas por besteira. Se estiver bem, vou poder atuar em alta qualidade. Tem tudo para dar certo (no Santos), fazendo uma boa pré-temporada e dando o máximo nos treinamentos – prometeu o centroavante, de 24 anos, que aproveitou para elogiar o técnico Oswaldo de Oliveira, apresentado na quarta-feira.

O atacante que veio a peso de ouro, assim como Alexandre Pato chegou no Corinthians e não fez valer seu nome e o valor pago, Damião confia na força do elenco e do trabalho que se inicia com novo treinador para colocar o Santos novamente na rota dos títulos.

– Ele (Oswaldo) é um cara sensacional, que sabe montar um grupo unido, forte. Pude conversar com ele, mas pouco a pouco a gente vai conhecendo, sabendo o que o treinador quer. Ele veio para nos ajudar e nós vamos ajudá-lo no Santos – concluiu.