ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Liedson marca, mas Corinthians cede empate no fim

Com reservas, time segura pressão do Sport, mas deixa vitória escapar

Por Vladimir da Costa

O Corinthians entrou em campo com todos os reservas a disposição, nem o técnico Tite viajou para Recife para comandar a equipe diante do Sport, em seu lugar estava o auxiliar Cleber Xavier. E mesmo sem os jogadores que estavam em campo na conquista da Libertadores, a ressaca pelo título inédito pareceu ter afetado todo o grupo.

O Sport nada tinha com isso e começou a partida a todo vapor. As jogadas de ataque vinham de todos os lados, de todos os jeito. Júlio Cesar certamente foi o melhor homem em campo, com belas defesas, salvou o Corinthians de tomar ao menos três gols.

 A Partida

O Leão mostrou quem ruge na Ilha do Retido, sufocou o Corinthians o tempo inteiro. Em jogadas pelas pontas, no meio ou em cobranças de faltas o Sport era sempre perigoso. Durante os primeiros 20 minutos, o Corinthians não se achou em campo e quase não tocava na bola.

Liedson faz seu primeiro gol no brasileiro na Ilha do Retiro (Foto:Guga Matos /JC IMAGEM/AE)

O domínio do time pernambucano era total, assim como a ineficiência para colocar a bola pra dentro. Em uma bela enfiada de bola, Marquinhos Gabriel enfiou a bola para Rithely, que correu com liberdade até encontrar o goleiro corinthiano em sua frente, o atacante   não soube o que fazer com a bola e perdeu um gol incrível.

Em outra jogada, agora de bola parada, Bruno Aguiar, cobrou com categoria, mas acertou a trave de Júlio Cesar. Depois foi a vez de Henrique chutar no canto do goleiro que espalmou a bola para escanteio. O Sport continuava atacando. Henrique teve sua oportunidade, em boa jogada pela direita do ataque, com Felipe Azevedo que tocou no meio, mas o atacante chutou em cima do seu companheiro e desperdiçou mais uma ótima chance.

Os primeiros 45 minutos passaram sem que o goleiro do Sport Magrão, sujasse o uniforme. Mas apesar da superioridade, o Sport não conseguiu abrir o placar e o primeiro tempo acabou 0x0.

No segundo tempo o Corinthians parecia outro, mais ligado, marcando a saída de bola do Sport fez com que o ímpeto adversário sumisse. Sem a mesma pegada do primeiro tempo, o time campeão da Libertadores, mesmo com reservas começou a criar jogadas de ataque, mas sem eficiência para concluir em gol.

Liedson apagado no primeiro tempo começou a se movimentar mais, tanto que na primeira chance que construiu, fez. O até então apagado em campo, Douglas deu belo passe de calcanhar para Marquinhos na área que cruzou na pequena área para Liedson bater sem chances para Magrão.

E a partida parecia nas mãos do Corinthians, quando o atacante Felipe Azevedo ofendeu o árbitro e foi expulso logo após a saída de bola.

Com um a menos e vendo um time sem brilho, a torcida do Sport começava a desacreditar em qualquer reação do time.

Mas o gol salvador veio aos 44 minutos. Numa desatenção da zaga corinthiana, Marquinhos Gabriel recebeu no meio de dois jogadores, passou pela marcação de Wallace e chutou no meio do gol, a bola passou no meio das penas de Júlio Cesar para parar no fundo do gol.

Dos males o pior. O time que criou as melhores chances de gol, mas não teve calma para marcar, deixou o campo com um pontinho. Já o Corinthians, que parecia com a vitória na mão, deixou escapar os três pontos e a chance deixar a zona de rebaixamento. O time ocupa a penúltima colocação do brasileiro com apenas cinco pontos. Já o Sport está com oito pontos, na 12º.

No próximo final de semana o Sport encara o Coritiba no sábado, às 18h30, também na Ilha do Retiro. O Corinthians, já com os jogadores titulares, terá a Botafogo, na quarta-feira em partida que foi adiada pela sétima rodada, devido a final da Libertadores, às 19h30, no Pacaembu.