ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Luan três, São Paulo zero! Melhor para o Cruzeiro.

Ex-Palmeirense marca três vezes e Cruzeiro quebra tabu de 9 anos no Morumbi.

Por Paulo Edson Delazari
Rogério tenta orientar defesa, mas de nada adianta. (Foto reprodução)

Rogério tenta orientar defesa, mas de nada adianta. (Foto reprodução)

São Paulo e Cruzeiro se enfrentaram no Morumbi na noite deste sábado pela oitava rodada do brasileirão e após nove anos sem conhecer o sabor da vitória contra o tricolor em sua casa o time mineiro desencantou e aplicou uma goleada em pleno estádio tricolor por 3 a 0 com três gols de Luan, ex-jogador palmeirense.

O tricolor demonstrou uma melhor organização tática e já se pode se perceber uma mudança no posicionamento dos jogadores do São Paulo, o volante Denilson jogou pelo lado esquerdo de campo, enquanto Rodrigo Caio cobria o lado direito, no meio Ganso e Jadson variavam suas posições, mais centralizados e quando um ficava o outro se aproximava mais de Luis Fabiano e Osvaldo, os laterais subiram pouco e assim, deram maior poder de combate ao setor defensivo no primeiro tempo.

Mas toda essa organização foi perdida na segunda etapa, especialmente após o primeiro gol cruzeirense, demonstrando as falhas de sempre, o São Paulo conheceu sua sétima derrota seguida. Com a derrota o São Paulo ocupa a 15ª posição com 8 pontos e poderá fechar a rodada na zona de rebaixamento e com um jogo a mais que os adversário.

Com o resultado o Cruzeiro chegou aos 15 pontos e assumiu a vice- liderança provisória da competição, agora o time mineiro volta a jogar no próximo domingo no Mineirão quando enfrentará o Atlético MG num clássico doméstico. Já o São Paulo enfrentará na quarta-feira o internacional no Morumbi às 21h, antecipando um jogo da 12ª rodada, pois fará uma excursão até a Europa onde enfrentará o Bayern de Munique.

Luis Fabiano é substituido no segundo tempo. (Foto: Rodrigo Capote / Oul)

Luis Fabiano é substituido no segundo tempo. (Foto: Rodrigo Capote / Oul)

Certo é que o primeiro tempo apresentou poucas oportunidades de ataque de ambas as equipes, a melhor delas surgiu logo no início com Aloísio Araujo, após passe de Everton Ribeiro, mas Rogério defendeu bem com os pés. O São Paulo por sua vez teve algumas oportunidades com Luis Fabiano que chutou por cima e outra num chute de Osvaldo que Fabio pegou no meio do gol. O São Paulo por sua vez manteve a posse de bola por 60% do tempo, enquanto o Cruzeiro ficou com 40 % desta.

O segundo tempo trouxe um São Paulo diferente, mais insinuante e com menos de três minutos já havia chegado por duas vezes com perigo. Uma numa bela tabela que originou o chute de Jadson para defesa de Fábio e outra com Douglas que enfiou para Osvaldo, mas o atacante furou na hora H.

O castigo veio no lance seguinte, Egidio cruzou bola despretensiosa do lado direito, Douglas subiu no vazio e não achou a bola, Luan que chegava por traz chutou de canhota, de primeira e acertou o ângulo de Rogério Ceni, fazendo 1×0 Cruzeiro.

Luan comemora um dos seus gols sobre o São Paulo. (Foto: Rodrigo Capote / UOL)

Luan comemora um dos seus gols sobre o São Paulo. (Foto: Rodrigo Capote / UOL)

Após sofrer o gol Autuori mexeu no time tricolor colocando Aloísio no Lugar de Luis Fabiano e por pouco a mudança não surte resultado, Osvaldo ganhou na corrida de Dedê chegou no fundo e ao cruzar errou o passe para Aloísio permitindo a defesa de Fábio, evitando o que seria o empate.

O São Paulo não desistia e aos 24 minutos Aloísio perdeu mais um gol feito, Jadson deu belo passe para o atacante e o deixou de frente para Fábio, ao bater a bola passou raspando a trave direita do goleiro, tirando suspiro da torcida.

E mais uma vez o quem não faz toma aconteceu, seis minutos depois Martinucio virou o jogo da esquerda para direita e achou Luan, o atacante teve calma e colocou no canto esquerdo de Rogério indefensável, mostrando a Aloísio como se finaliza cara a cara com o goleiro.

O que estava difícil virou goleada, mais uma vez Martinucio achou Luan, o atacante dominou e com calma chutou rasteiro, virou goleada. Cruzeiro 3×0.

Depois do gol o time são-paulino se abateu de vez e somente aos 47 minutos conseguiu chegar com um belo chute de Ganso, mas a bola bateu no travessão, demonstrando que de fato o time passa por um péssimo momento.