ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Lugano marca, mas São Paulo perde em casa

Após vencer na estreia com reservas, fora de casa, titulares do São Paulo perdem para o Inter.

Por Vladimir da Costa

São Paulo e Inter tiveram um primeiro tempo movimentado, mas com poucas chances claras de gol. Em um contra-ataque, os gaúchos souberam se aproveitar de uma bobeada defensiva dos donos da casa para abrir o placar, com Eduardo Sasha. Na segunda etapa, Bauza colocou o time no ataque e, na pressão, conseguiu o empate com Lugano, aos 41 minutos. Mas a alegria durou pouco. Eduardo Sasha se aproveitou de boa arrancada de William para fazer seu segundo gol na partida e decreta a vitória dos visitantes por 2 a 1.

Jogadores do Inter comemoram o gol da vitória marcado por Sasha

Jogadores do Inter comemoram o gol da vitória marcado por Sasha. Foto: Marcos Ribolli)

O tropeço em casa encerrou uma invencibilidade do Tricolor no Morumbi após de sete meses.

Na próxima quarta-feira, o São Paulo volta a campo pelo Campeonato Brasileiro para encarar o Coritiba, às 21h45, no estádio Couto Pereira. O Inter, por outro lado, joga na quinta-feira, às 16h, contra o Sport, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

A partida

Precavido, Argel escalou o Inter com três volantes. O São Paulo, por sua vez, teve em Lugano sua principal novidade.

A saída de bola do Inter foi confusa no começo da partida. Logo aos quatro minutos, Fernando Bob errou, Calleri desperdiçou a chance de driblar o goleiro e, na sequência, Kelvin bateu para boa defesa de Danilo Fernandes, que estreou na equipe gaúcha neste domingo.

Sem um meia de origem, a criação do time gaúcho dependia de seus atacantes. E assim foi aos 37 minutos. Vitinho aproveitou escolha errada da dupla de zaga do São Paulo e tocou para Eduardo Sasha, que dominou e deu uma cavadinha, tirando de Dênis e abrindo o placar.

Na volta do intervalo, mesmo sem mudar peças, o São Paulo voltou mais ativo no segundo tempo. Por muitas vezes, encurralou o adversário, criando muitas chances. Todas elas paravam em Danilo Fernandes. A primeira foi aos oito minutos, em cabeçada de Calleri.

O Inter assustou aos 10 minutos, mas a cabeçada de Nilton, que voltou a jogar depois de cinco meses, passou perto. Em seguida, Centurion bateu com perigo e Danilo Fernandes fez linda defesa.

Aos 40 minutos, Alex ficou muito nervoso com o árbitro, dizendo que Ganso deu uma solada em seu peito, e pela reclamação, foi expulso. Novamente na bola áerea, o tricolor paulista deixou tudo igual com Lugano, que marcou pela primeira vez após seu retorno.

Quando parecia que os donos da casa partiriam para cima com tudo em busca da vitória, a defesa mesmo em vantagem numérica vacilou, William arrancou pela esquerda, ganhou de Bruno e, com muita calma, tocou para Sasha, que bateu cruzado e colocou o Inter na frente novamente, dessa vez de forma definitiva.