ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Mais um clássico movimentado que terminou sem vencedor

Corinthians e Santos fazem partida movimentada, que minou qualquer pretenção das equipes

Por Vladimir da Costa

Santos e Corinthians fizeram uma partida que poderia dar um novo horizonte para as equipes, poderia. Com 10 pontos a menos que o grupo que briga por uma vaga na libertadores, somente a vitória manteria vivo a esperança de ameaçar o pelotão da frente, mas as duas equipes, no caso o Santos, não manteve a regularidade das últimas partidas e ficou devendo.

Marcação foi o ponto forte das equipes na partida deste domingo em Araraquara

Marcação foi o ponto forte das equipes na partida que terminou empatada neste domingo em Araraquara (Foto: Ricardo Saibun)

Assim como o Corinthians, que deve faz tempo e fez mais uma partida como as demais, burocrática, sem criatividade e chegou a incríveis 14 empates em 31 rodadas. De positivo foi o retorno de Renato Augusto, totalmente recuperado de uma lesão que pode dar uma nova cara ao meio campo do alvinegro.

Com o resultado, o G-4 ficou bem distante, assim como o sonho da Libertadores.. Com 41 pontos conquistados, o Corinthians fica na 12ª posição, enquanto o Santos, com 44, está na oitava colocação na tabela do Campeonato Brasileiro.

O jogo

Sob um forte sol em Araraquara, Corinthians iniciou a partida de forma intensa. Mandante na partida e recém eliminado na Copa do Brasil o timão tentou surpreender o Santos adiantando a marcação e jogando no campo do adversário. Com Renato Augusto de volta ao time, jogando ao lado de Douglas, o alvinegro ganhou em movimentação e qualidade no passe. Inclusive, a primeira finalização do jogo foi do camisa 10 corinthiano, mas o tiro saiu por cima do gol.

Aos 10 minutos foi a vez de Emerson arriscar. O atacante bateu firme, mas Aranha, com dificuldade fez a defesa em dois tempos.

Douglas levou a pior no lance do gol do timão Foto Marcos Ribolli

Douglas marcou, mas levou a pior no lance do gol do timão (Foto: Marcos Ribolli)

O Santos conseguiu sua primeira boa finalização aos 15 minutos. Montillo tentou surpreender o goleiro Walter e arriscou por cima, a bola passou bem perto do gol. O jogo seguia corrido, com as duas equipes buscando o gol o tempo todo. Aos 19 minutos, Alessandro invadiu a área e no momento exato do arremate, o lateral Cicinho se recuperou e conseguiu travar o lance.

O Corinthians seguia bem, com seus atacantes jogando aberto, o que dificultava a marcação adversária. E melhor na partida, não demorou para o Alvinegro abrir o placar. Emerson subiu pela direita e cruzou fechado. Douglas disputou bola com Arouca, mas conseguiu chegar antes e abriu o marcador para o timão. Depois do gol, o meia deixou o gol para receber atendimento médico, já que estava com o nariz sangrando.

Apesar da vitória parcial, quem seguia atacando era o Corinthians. Com boa força ofensiva, o  timão não dava espaço para o Santos nem para Montillo, que bem marcado por Ralf, pouco apareceu na partida.

O Corinthians quase fez o segundo aos 31 minutos. Em rápido contra-ataque, Renato Augusto viu Emerson e tocou, o atacante bateu cruzado e só não abriu o placar porque Aranha fez bela intervenção.

Dois minutos depois foi Walter salvar sua equipe. Mena cruzou para Cicero, no meio da área, testar firme, mas o goleiro corinthiano estava lá para salvar sua equipe.

O jogo seguiu corrido, bem disputado, mas o forte sol foi minando a força das equipes, que ainda conseguiram boas finalizações, com Emerson Sheik e Willian José, mas insuficiente para mudar o resultado parcial.

Gustavo Henrique comemora seu primeiro gol com a camisa santista

Gustavo Henrique comemora seu primeiro gol com a camisa santista (Foto: Agencia Lance)

No segundo tempo, o Santos voltou melhor e passou a pressionar o Corinthians jogando pelas pontas. Assim como ite já havia avisado, Renato Augusto não conseguiria jogar os 90 minutos e acabou sendo substituído por Pato. Que sentiu a fúria da torcida que não o perdoou do erro de quarta e vaiou a entrada do atacante em campo.

O jogo seguia equilibrado, com o Santos ligeiramente melhor, com Cicero sendo o homem de destaque da equipe santista.

E o alvinegro praiano chegou ao empate em uma jogada de linha de fundo. Mena chegou no fundo e cruzou, a defesa não cortou, e depois de bate e rebate e a bola sobrou para o zagueiro Gustavo Henrique completar e igualar o marcador.

Depois disso, o que menos se viu foi futebol. As duas equipes, cansadas devido o forte sol do interior paulista, passaram a valorizar o resultado, que apesar de não favorecer nenhuma das duas, garantia um pontinho.

A melhor chance foi do Santos, com Everton Costa. O jogador saiu cara a cara com Walter, mas desperdiçou a chance de virar o placar. Melhor para o Corinthians, que parece viver uma ótima fase quando o assunto é goleiro. Douglas, pelo Corinthians, ainda acertou a trave de fora da área aos 43 minutos, mas nenhum atacante estava por perto para colocar a bola para dentro. Com isso, as equipes voltaram para casa com mais um empate na bagagem, coisa que o timão está mais que acostumado.

Agora, as duas equipes terão uma semana inteira para treinar, voltando a campo apenas no próximo domingo. O Timão vai a Salvador, onde enfrentará o Vitória. Já o Peixe terá um difícil compromisso contra o líder e virtual campeão, Cruzeiro, na Vila Belmiro. Ambas as partidas serão realizadas às 17h.