ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Marcos Assunção estreia e Santos é derrotado pelo Paulista.

Não foi a festa que Assunção esperava neste carnaval, assim Peixe conheceu sua primeira derrota no Paulista.

Por Paulo Edson Delazari

Assunção estreou com derrota em tarde chuvosa. (Foto: Mauro Horita / AE).

O volante Marcos Assunção estreia na equipe santista em tarde de Carnaval neste domingo, mas a estreia não foi como o jogador esperava. A equipe da Vila Belmira foi surpreendida no Pacaembu, sendo derrotada por 3×1 pelo Paulista de Jundiaí. Os gols foram marcados por Marcelo Macedo (6″), Casiano Bodini (39″) e Rodolfo Testoni (41″), Neymar (46″) diminui para o Peixe, todos no segundo tempo.

Pior para o Peixe que viu a oportunidade de liderar o campeonato de forma isolada ir por água à baixo literalmente, já que a Ponte Preta empatou no sábado. O alvinegro sofreu dois gols quando jogava com um homem a mais, já que o volante Mateus Galdezani do Galo da Japi foi expulso aos 30 do segundo tempo.

O único jogador que pode comemorar algo foi Neymar que fez um gol no fim da partida e assumiu a artilharia do campeonato Paulista com seis gols marcados. Apesar disto, o craque Neymar saiu de campo revoltado e aproveitou para reclamar da data do jogo, que aconteceu no meio do principal feriado nacional.

Neymar inconformado, lamenta derrota, culpa data e chuva . (Foto: ESPN)

“É ruim perder, ainda mais no Carnaval, mas também tem que dar cutucada. Jogo de domingo de Carnaval não é pra qualquer um. O pessoal de folga, nao é pra trabalhar. Faz no sábado, pô”, desabafou o atacante.

Sem saber a real razão para o jogo ter sido realizado no domingo, Neymar evitou ‘direcionar’ as críticas, mas deixou clara sua indignação. “Uns falam que foi a diretoria, outros falam que foi a federação, não sei quem foi…”, disse o atacante que também não poupou nem a chuva.

“A chuva atrapalhou um pouco, prejudicou nosso futebol, que é rápido e de bola no chão. No primeiro tempo não deu, no segundo tentamos, mas ficamos muito vulneráveis. O meu gol foi só um gol que não adiantou nada”, finalizou.

Choro a parte, o Paulista soube aproveitar os contrataques e mesmo com jogador a menos levou vantagem sobre o Santos que agora ocupa a segunda colocação na competição com 14 pontos e na próxima rodada enfrenta a líder Ponte Preta, no domingo, às 19h30m, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. O confronto é direto pelas primeiras posições da competição. Já o Paulista enfrenta o São Bernardo, às 17h, no estádio Primeiro de Maio, no ABC, também no domingo. Os dois jogos são válidos pela oitava  rodada.