ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Mendieta marca e Palmeiras vence o Joinville fora de casa

Meia faz gol relâmpago, mas sofre contusão ainda no primeiro tempo e vira duvida para a próxima rodada

Por Anderson Marinho
Mendieta marcou o gol do triunfo alviverde. Foto: Heuler Andrey / AGIF / Gazeta Press

Mendieta marcou o gol do triunfo alviverde. Foto: Heuler Andrey / AGIF / Gazeta Press

O Palmeiras derrotou o Joinville por 1 a 0, nesta terça-feira, na Arena Joinville, em Santa Catarina, em partida válida pela décima quinta rodada do Campeonato Brasileiro Série B 2013, com gol marcado pelo paraguaio Mendieta e chegou à marca de 10 jogos invictos na competição,  com nove vitórias, sendo cinco consecutivas, e um empate.

Com o triunfo o verdão ampliou a vantagem na luta pelo título, chegando aos 37 pontos, cinco a mais do que a vice-líder Chapecoense, que teve sua partida contra o América-RN adiada e tem dois jogos a menos. Já o Joinville permanece com 21 pontos na décima colocação.

O jogo

Com os desfalques importantes, como os atacantes Alan Kardec e Vinícius e o meia Valdivia, o alviverde contou com a força do elenco para superar o adversário e as condições do gramado em Joinville para garantir mais três pontos na sua trajetória em busca do retorno à elite do futebol brasileiro.

O técnico Gilson Kleina escalou a equipe com Ananias na vaga de Kardec e Mendieta no lugar de Valdivia, mantendo o esquema 4-4-2, mas sem um homem de referência, com Leandro atuando mais próximo da área.

O Palmeiras começou melhor, tomando a iniciativa no inicio do jogo, e logo aos três minutos, Ananias acionou Wesley na ponta esquerda, o camisa 11 dominou com estilo, cortou para o meio e finalizou com perigo, no ângulo direito, obrigando Ivan a fazer uma grande defesa.

A pressão inicial surtiu efeito dois minutos depois, Juninho cobrou falta pela esquerda, com efeito, a bola cruzou a pequena área tricolor e Mendieta surgiu por trás da marcação para desviar e abrir o placar na Arena Joinville.

Jogadores comemoram o gol da vitória. Foto: Heuler Andrey / AGIF

Jogadores comemoram o gol da vitória. Foto: Heuler Andrey / AGIF

Com a vantagem no placar, e o gramado encharcado por conta das chuvas na cidade catarinense, o Palmeiras se postou em seu campo de defesa, atraindo o adversário, para sair nos contra-ataques e dificultou as ações dos donos da casa.

O Verdão quase ampliou aos 29 minutos, após rápido contra-ataque, Wesley recebeu na área, livre de marcação, bateu com efeito, mas mandou pra fora, e desperdiçou grande oportunidade.

Aos 39 minutos Mendieta, autor do gol, sentiu uma contusão no tornozelo e deu lugar ao também meia Felipe Menezes.

Ineficiente, o Joinville não levou perigo à meta defendida por Fernando Prass.

Etapa complementar

No segundo tempo a chuva aumentou e com ela caíram o ritmo e o nível da partida, deixando o jogo muito truncado no meio de campo, com excesso de passes errados e pouca criatividade.

Os donos da casa tentaram pressionar em busca do empate, mas pararam na boa marcação do alviverde, e quando conseguiam criar algo eram ineficientes na conclusão das jogadas.

O tricolor catarinense não soube aproveitar o volume superior de posse de bola, e nos cinco minutos finais foi o verdão que controlou as ações, evitando uma blitz, e segurou o resultado.

O Palmeiras volta à campo agora no próximo sábado, às 16h20, no estádio do Pacaembu conta o Paysandu. O Joinville visita o Oeste, na sexta-feira às 21h50, no estádio Amaros em Itápolis.

FICHA TÉCNICA
JOINVILLE 0 X 1 PALMEIRAS

Local: Arena Joinville, Joinville (SC)
Data/Hora: 13/8/2013, às 21h50
Árbitro: Fabricio Neves Correa (RS)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e Pablo Almeida da Costa (MG)
Público/Renda: Não disponível
Cartões amarelos: Lima (Joinville); Ananias (Palmeiras)
Cartões vermelhos:

Gol: Mendieta, 5’/1ºT (0-1)

JOINVILLE: Ivan; Eduardo (Ricardinho – 11’/2ºT), Sandro, Rafael (Diego Jussani – 13’/2ºT) e Rafinha; Augusto Recife, Carlos Alberto, Wellington Bruno e Marcelo Costa (Ronaldo – 27’/2ºT); Lima e Edigar Junio Técnico: Ricardo Drubscky

PALMEIRAS: Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Charles, Wesley e Mendieta (Felipe Menezes – 39’/1ºT); Ananias (Marcelo Oliveira – 40’/2ºT) e Leandro (Caio – 23’/2ºT) Técnico: Gilson Kleina