ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Messi dá show e Barcelona detona Bayern de Munique.

Lionel fez dois, um deles uma obra de arte e Neymar guardou o seu.

Por Paulo Edson Delazari
622_eead8c30-3cc3-3392-b84d-4c35a065e020 O argentino marcou duas vezes, uma delas de maneira antológica, deu assistência e comandou a vitória por 3 a 0 do Barcleona sobre o Bayern de Munique, nesta quarta-feira, pelo jogo de ida da semifinal da Uefa Champions League. Com o resultado, o time catalão pode até perder por dois gol de diferença na próxima terça-feira, na Allianz Arena, que ainda assim vai à final do torneio. Aos bávaros, restará buscar um triunfo por quatro tentos de diferença para seguir na competição.

O goleiro Neuer, fez duas defesas espetaculares com os pés, uma em cima de Luis Suárez e outra sobre Daniel Alves, e garantiu o 0 a 0 na primeira etapa. Na volta dos vestiários, porém, o alemão nada pôde fazer contra a genialidade de Messi.

Neuer defendeu espetacularmente com o pé a bola de Soares. (Foto: AP)

Neuer defendeu espetacularmente com o pé a bola de Soares. (Foto: AP)

Primeiro, ele disparou um forte chute no canto e marcou o primeiro. Três minutos depois, fez os mais de 90 mil torcedores presentes no Camp Nou se levantarem com um lance histórico, no qual deixou Boateng, zagueiro pentacampeão do mundo com a seleção germânica, caído no chão como um amador, para em seguida tocar por cobertura sobre Neuer.

Nos acréscimos, Neymar recebeu ótimo passe Messi em contrataque e saiu na cara de Neuer e com um belo toque rasteiro entre as pernas do arqueiro, para matar o jogo.

O duelo de volta será na próxima quarta, em Munique, às 15h45 (horário de Brasília).

O jogo

A chance mais clara foi logo aos 12 minutos, quando Luis Suárez arrancou completamente livre pela direita, invadiu a área e tocou cruzado. Neuer, porém, esticou o pé esquerdo e fez um verdadeiro milagre, salvando os bávaros.

Três minutos depois, outro lance inacreditável: nova jogada de Suárez pela direita, cruzamento rasteiro e Neymar chega de carrinho para concluir. A bola morreria dentro do gol, mas o joelho do lateral Rafinha a mandou pela linha de fundo, para incredulidade do ex-santista.

Messi comemora o primeiro gol da partida. (Foto: AP)

Messi comemora o primeiro gol da partida, uma obra prima. (Foto: AP)

Assustado com o domínio do adversário, o técnico Josep Guardila arrumou a cozinha de seu time e equilbrou as ações na sequência. Aos 18, Thomas Muller mandou para a área e Lewandowski chegou um segundo atrasado, na melhor chance alemã na etapa inicial.

Se não fosse Neuer, porém, o Bayern teria saído com prejuízo antes do intervalo. Aos 38, Daniel Alves recebeu grande lançamento de Iniesta e, mesmo caindo, conseguiu tocar cruzado. Novamente com os pés, o arqueiro da seleção alemã fez mais uma grande defesa.

Na volta do intervalo, os visitantes voltaram mais ligados e, logo do primeiro lance, viram Lewandowski arrancar e ser derrubado por Dani Alves na entrada da área. Chance muito boa, mas Xabi Alonso cobrou em cima da barreira.

A resposta catalã veio aos 13, quando Neymar e Messi tabelaram na entrada da área e o argentino disparou um forte chute. No meio do gol, contudo, Neuer agarrou firme. Pouco depois, Neymar recebeu pela esquerda e procurou o ângulo oposto do alemão, mas mandou muito alta.

FBL-EUR-C1-BARCELONA-BAYERN

Neuer não conseguiu para o Barcelona. (FOTO: AP)

Depois disso, porém, o jogo entrou em uma fase mais morna, sem tantas chances, mas com domínio catalão e a segurança no gol bávaro nas mãos de Neuer.

Quando o duelo começava a cheirar a 0 a 0, porém, apareceu o gênio Lionel Messi. Primeiro, aos 32 minutos, ele aproveitou roubada de bola de Daniel Alves, recebeu do brasileiro na entrada da área e fuzilou no canto esquerdo do arqueiro rival, que, dessa vez, nada pôde fazer.

Três minutos depois, a jogada da partida: Messi recebeu na direita e deu um corte espetacular em Boateng, que caiu como uma estátua no chão. Na cara de Neuer, La Pulga deu um toque por cobertura de perna direita e fez um gol histórico.

Nos acréscimos, Neymar recebeu ótimo passe Messi, saiu na cara de Neuer e com um belo toque rasteiro no meio das pernas do goleiro matou o jogo.

FICHA TÉCNICA:
BARCELONA-ESP 3 x 0 BAYERN DE MUNIQUE-ALE
Uefa Champions League – Semifinal – Ida

Local: Camp Nou, em Barcelona (ESP)
Data: 6 de maio de 2015, quarta-feira
Horário: 15h45 (horário de Brasília)
Público: 95.639 torcedores
Árbitro: Nicola Rizzoli (ITA)
Assistentes: Elenito Di Liberatore e Mauro Tonolini (ambos ITA)
Cartões amarelos: Daniel Alves, Neymar e Piqué (BAR); Benatia e Xabi Alonso (BAY)

GOL
BARCELONA: Messi, aos 32 e aos 35 minutos do segundo tempo; Neymar, aos 47 do segundo tempo

BARCELONA: Ter Steger; Daniel Alves, Piqué, Mascherano e Jordi Alba; Busquets, Rakitic e Iniesta; Neymar, Messi e Luis Suárez Técnico: Luis Enrique

BAYERN: Neuer; Rafinha, Benatia, Boateng e Bernat; Xabi Alonso, Schweinsteiger, Lahm e Thiago Alcântara; Thomas Muller (Gotze) e Lewandowski Técnico: Josep Guardiola