ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Messi é o nº 1 do Mundo pela 4ª vez seguida.

O argentino Leonel Messi segue batendo recordes, desta vez ganhou a 4ª Bola de Ouro.

Por Paulo Edson Delazari
 

Lionel Messi vence a Bola de Ouro pela 4ª vez seguida. (Foto: Getty)

Sem surpresas no momento mais aguardado do evento desta segunda-feira, em Zurique, na Suíça. Lionel Messi foi eleito o melhor jogador do mundo de 2012 pela premiação Bola de Ouro, que é dada pela FIFA em parceria com a revista francesa France Football. O argentino superou Andrés Iniesta e Cristiano Ronaldo para ficar com o prêmio pela quarta vez na história, um recorde.

Antes, o camisa 10 do Barcelona, que havia triunfado já nas últimas três edições, estava igualado a Ronaldo (1996,1997 e 2002) e Zinedine Zidane (1998,2000 e 2003). Vale lembrar que a premiação, entre os anos de 2001 a 2009, era dada apenas pela Fifa. A partir de 2010, foi unificada com a do veículo jornalístico.

Messi conquistou o troféu após ficar com 41,6% dos votos. Cristiano Ronaldo, vencedor do prêmio em 2008, teve 23,68% e terminou na segunda posição, assim como ocorreu na ano passado. A única alteração no pódio de 2011 ficou com Iniesta no lugar de Xavi. O destaque da última Eurocopa ficou com 10,91%. Os votos são dados por jornalistas, capitães e técnicos das seleções federedas à Fifa. 

“A verdade é que é incrível poder receber esse prêmio outra vez, o 4o consecutivo. Agradeço meus companheiros de Barcelona, o Andrés. É um orgulho estar ao lado do Andrés e treinar ao lado dele todo dia. Compartilho com meus companheiros de seleção argentina. Estou muito nervoso, agradeço a minha família, meus amigos, e muito especialmente à minha mulher e meu filho”, afirmou o jogador, após receber o prêmio.

 
Feitos de Messi na última temporada
 
Apesar de não ter conquistado a última edição da Champions, o camisa 10 do time catalão fez história na competição mesmo assim. Nas oitavas de final, ele marcou cinco gols na goleada por 7 a 1 sobre o Bayer Leverkusen e se tornou o primeiro jogador a alcançar a marca desde Søren Lerby, que o fez em 1980, pelo Ajax.Os cinco tentos anotados diante da equipe alemã ajudaram Messi a chegar 14 no fim do torneio, um recorde ao lado de José Altafini, do Milan, na temporada 1962/63. Artilheiro em 2011/12, ele foi o principal goleador da Champions pela quarta vez, algo que só Gerd Müller havia conseguido.

Não foi apenas na competição continental que o meia-atacante conseguiu marcas históricas. Afinal, fez inacreditáveis 50 gols no Campeonato Espanhol e se tornou o maior artilheiro em uma edição de La Liga.

Com tantas bolas na rede em 2011/12 – 82, para ser exato -, Messi superou a marca de Pelé, que anotou 77 gols em 1959 e era, até então, o maior goleador em uma só temporada. Se for considerado o ano do calendário, o astro do Barça também conseguiu algo jamais visto: 91 gols.

Os números impressionantes acarretaram em outro. Em 20 de março, o argentino fez um hat-trick na vitória por 5 a 3 sobre o Granada e superou César Rodríguez, que atuou no time azul-grená entre as décadas de 40 e 50 e, com 232 gols, era o maior artilheiro da história do clube em jogos oficiais.

Se já não bastasse, Messi ainda igualou Vivian Woodward como maior marcador em jogos internacionais em um ano (25 gols) e Gabriel Batistuta como artilheiro da seleção argentina em um ano (12 gols).