Mineiro, Emerson Ferreira levou a partida numa boa

Apesar de duas expulsões na partida, árbitro não teve interferência no placar

Por Vladimir da Costa

Em uma partida que foi bem disputada, com várias disputas de bola mais ríspidas, o mineiro, Emerson Almeida  Ferreira fez uma bola atuação e foi decisivo em lances capitais da partida.

No primeiro deles, logo aos nove minutos de jogo, após um contra-ataque dos donos casa, Juan, último homem, acertou por trás o atacante Caio e recebeu cartão vermelho direto. Apesar da expulsão ter acontecido no inicio da partida, o árbitro não usou em nenhum momento a famosa lei da compensação. Acertou nas marcações de faltas, quando foi necessário advertiu verbalmente e em outros, aplicou a lei da vantagem como é de se esperar.

Em outro lance capital, ainda no primeiro tempo, Túlio chegou atrasado na marcação em Neymar e acertou uma tesoura no atacante Santista, sem titubear, Emerson Ferreira mandou o volante mais cedo para o chuveiro.
Com a segunda expulsão no jogo, bastou administrar os ânimos dos jogadores e as constantes reclamações fora dele, principalmente de Hélio dos Anjos para seguir a partida sem maiores problemas.

Tanto que os jogadores entenderam o recado e as jogadas mais duras foram trocadas por faltas de jogo, fato que comprova seu controle no jogo foi o número de cartões amarelos, apenas cindo em todo o jogo. Já o número de faltas foi maior por parte dos donos da casa, 22 contra 16 da equipe Santista