ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Muita chuva e pouca emoção no empate entre Furacão e Timão

Em tarde de chuva forte e campo alagado, Atlético-PR e Corinthians empatam na Vila Capanema

Por Eduardo do Carmo

A partida entre Atlético-PR e Corinthians, válida pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro, tinha tudo para ser emocionante. Enquanto os paranaenses buscam a fuga da zona de rebaixamento, o time paulista quer entrar de vez na briga pelo título. No entanto, a forte chuva na tarde deste domingo, no estádio Durival Britto e Silva (Vila Capanema), em Curitiba, atrapalhou o andamento do duelo, que terminou empatado por 1 a 1.

patofestagolheulerandreyagifgazeta

Alexandre Pato marca de cabeça e garante empate ao Timão (Foto: Heyler Andrey/Gazeta Press)

O resultado não ajudou nenhuma das equipes em seus objetivos. Com apenas sete pontos, o Furacão segue na zona da degola. Já o Corinthians, com dez, está na décima segunda posição. Na próxima rodada, o Atlético visita a Portuguesa, no Canindé, sábado, às 18h30. No domingo, às 16h, o Timão recebe o São Paulo, no Pacaembu.

Foi a estreia de Vagner Mancini no Brasileirão. O técnico já havia comandado o Furacão contra o Paysandu, pela Copa do Brasil, no empate sem gols. O treinador promoveu mudanças na equipe. Tirou o artilheiro da equipe, Éderson, e colocou Marcão. Luiz Alberto, Bruno Silva e Éverton também voltaram ao time titular.

O técnico Tite, por sua vez, teve três desfalques. Ralf, Sheik e Guerrero foram poupados por conta de cansaço físico. O chileno Maldonado fez a sua estreia como titular no Corinthians.

O jogo

Nos primeiros cinco minutos, as equipes jogaram sem dificuldade e o Furacão aproveitou a oportunidade que teve. Pela direita, Paulo Baier lançou Marcelo, que invadiu a área e bateu cruzado, sem chances para o goleiro Cássio. A partir daí, uma forte chuva caiu e o gramado ficou encharcado. O Atlético se adaptou melhor à condição do campo e fez uma pequena pressão sobre o Corinthians.

A equipe alvinegra não conseguia chegar ao ataque e Tite pediu para que os jogadores explorassem lançamentos para encontrar os atacantes. Em um desses chutes longos, aos 25, o mascarado Renato Augusto dominou pela esquerda, passou da zaga e cruzou para Alexandro Pato. Sozinho, o camisa 7 do Timão cabeceou para o fundo da rede e empatou.

Ainda na etapa inicial, perigo somente aos 45. Bruno Silva alçou na área e Cássio espalmou. Paulo Baier aproveitou que o goleiro estava fora e mandou novamente para a área. O arqueiro do Corinthians voltou rápido e afastou o perigo.

31229_13744405600_thumb-5-3

Chuva alaga gramado e atrapalha partida entre Furacão e Timão (Foto: Gustavo Oliveira/Site oficial do Atlético-PR)

A chuva diminuiu e o segundo tempo teve um gramado melhor. Longe de boas condições, mas a bola já rolava com um pouco mais de facilidade. Aos 5, o Atlético-PR quase ficou à frente do marcador mais uma vez. Luiz Alberto aproveitou escanteio e cabeceou firme para boa defesa de Cássio. No rebote, após bate e rebate, Éverton acertou a trave. Aos 10, Marcelo cruzou rasteiro e Cássio não segurou. Paulo Baier teve a sobra, mas se enrolou no momento da finalização.

Aos 29 minutos, uma chance clara de gol para cada lado. Primeiro, o Atlético-PR, com Éverton, aproveitou vacilo de Edenílson e partiu em velocidade. O atleta tentou encobrir Cássio, que cortou. Na sequência, Pato foi lançado e saiu cara a cara com o goleiro Weverton, que salvou o time mandante.

O gramado não ajudava, mas o Atlético tinha um jogador especialista em bola parada. Assim, aos 33, quase saiu o gol paranaense. Paulo Baier cobrou falta no canto e Cássio se esticou para a defesa. Com o campo pesado, as duas equipes se cansaram e não produziram mais oportunidades.

Ficha do jogo

ATLÉTICO-PR:
Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Bruno Silva, Juninho (Zezinho), Éverton e Paulo Baier; Marcelo e Marcão (Éderson).

Técnico: Vagner Mancini

CORINTHIANS:
Cássio; Edenílson, Gil, Paulo André e Fábio Santos (Alessandro); Maldonado e Guilherme; Renato Augusto, Danilo e Romarinho (Ibson); Pato (Douglas).

Técnico: Tite

Local: Estádio Durival Britto e Silva (Vila Capanema), em Curitiba (PR)

Público e renda: 6.799 pagantes (7.875 total) // R$ 180.600,00

Data: 21/07/2013

Horário: 16h

Gols: Marcelo, aos 5 minutos, e Alexandre Pato, aos 25 do primeiro tempo.

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Marcus Vinícius Gomes (ambos de MG)

Cartões Amarelos: Manoel, Pedro Botelho e Éverton (Atlético-PR); Paulo André, Douglas, Danilo e Renato Augusto (Corinthians)