ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Na base da conversa Tite espera restabelecer o equilíbrio do Timão

Corinthians quer voltar para os “trilhos” já neste domingo diante do Vasco

Por Vladimir da Costa

Na coletiva desta sexta-feira o treinador corinthiano evitou comentários sobre a derrota do Corinthians por 1 a 0 para o Luverdense, na quarta-feira e focou apenas no próximo duelo do timão, contra o Vasco, domingo, às 16h (horário de Brasília), no estádio Mané Garrincha.

Em quarto lugar na tabela de classificação, o treinador resolveu conversar com os atletas sobre o desempenho das últimas partidas. O atual elenco do Corinthians joga junto a pouco mais de dois anos e a parte tática já está bem estruturada, o que falta, na visão do treinador é mais pegada nas partidas. O time vem atuando muito burocraticamente e isso não tem agradado seus torcedores.

Tite-Danilo-Treino-Corinthians-Ferreira_LANIMA20120703_0122_26

Tite conversa com Danilo durante treinamento no CT (Foto: Ari Ferreira)

Tite pediu mais concentração durante os 90 minutos e garantiu que o timão Timão tem capacidade, sim, de disputar mais títulos nesta temporada.

– Muda um pouco o clima. Não vou ficar vivendo o jogo que perdemos. O Luverdense nos venceu, e agora já temos outra partida. Muda o foco. Estamos na quarta posição do Brasileirão, e esse é o campeonato para agora. É lógico que o sentimento da derrota fica, não somos insensíveis – comentou.

O objetivo do Corinthians no segundo semestre é garantir uma vaga na Taça Libertadores da América do ano que vem e o caminho mais rápido, mas não mais difícil é vencendo a Copa do Brasil, ou ficando entre os quatro primeiros colocados do Brasileirão.

Para que isso ocorra, o treinador já avisou o elenco que não irá poupar ninguém para as duas competições, vai pro jogo quem estiver melhor fisicamente e tecnicamente.

– O principal objetivo do Corinthians é a classificação para a Libertadores. São quatro vagas no Campeonato Brasileiro e uma para o campeão da Copa do Brasil. Se for com título, melhor ainda, mas não posso abrir mão de um jogo decisivo como esse contra o Vasco – explicou o treinador do Timão.