ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Nada de Maravilhoso para o São Paulo no Rio

Fluminense aproveita-se das falhas da zaga Tricolor e vence em casa

Por Vladimir da Costa

Fluminense e São Paulo foram a campo em São Januário em partida válida pela 15º rodada. Com objetivos bem parecidos, ambas equipes queriam se aproximar dos lideres do campeonato. E quem se deu melhor foram os cariocas, que venceram o duelo por 2×1 e   se aproximou ainda mais dos líderes.

A Partida

A equipe Paulista começou o jogo melhor, marcando a saída de bola do Fluminense, que buscava toques longos para acelerar o jogo, mas sem perigo devido a boa marcação dos volantes tricolores. Tanto que a primeira finalização foi do São Paulo, logo no inicio do jogo, aos 3 minutos,  Cicero experimentou de fora da área, mas Diego Cavalieri defendeu sem problemas.

O São Paulo continuava pressionando no campo de ataque, enquanto o Fluminense não conseguia sair da marcação tricolor, que ficava com mais posse de bola, mas não era efetivo no ataque.

O primeiro chute a gol do Fluminense foi aos 18 minutos, com Rafael Sóbis, mas a bola saiu pela direita do gol do Rogério. A partir dai, o jogo esfriou, fico cadenciado, com os dois times valorizando a posse de bola, jogando no erro do adversário. Aos 28 minutos, Rogério Ceni teve sua primeira oportunidade na partida para abrir o marcador. Após Gun cometer falta em Edenílson na entrada da área, o capitão tricolor bateu a falta por cima do gol.

Rogério falha no primeiro gol da partida (Dhavid Normando/Photocamera)

Na sequencia, após saída errada de Wallace, o atacante são-paulino pegou a bola, mas não teve sorte na finalização e o goleiro do Flu conseguiu tirar a bola para escanteio.

Diferente de Rogério. Depois de uma falta cobrada no meio da área, o goleiro Tricolor saiu mal do gol e a bola acabou no fundo da rede do São Paulo, após desvio de Leandro Euzébio. Fluminense 1×0.

Apesar de ter as melhores oportunidades de gol, quem abriu o placar foi o time das Laranjeiras.
Com o resultado adverso o São Paulo teve que sair mais para o jogo e acabou chegando o gol, também de bola parada. Jadson cobrou a falta na segunda trave e a bola achou Cicero, que cabeceou sem defesa para Diego, empatando a partida aos 42 minutos do primeiro tempo.

No segundo tempo, sem modificações, o Fluminense começou com maior disposição do que no primeiro, mas os erros de passe eram constantes e o São Paulo, melhor taticamente, continuava com as melhores oportunidades e levava mais perigo ao gol adversário.

E mesmo com o São Paulo melhor em campo, quem marcou foi o Fluminense. Fred pediu a bola na cabeça e Jean, atendeu com precisão. O atacante matador não perdeu a chance e deslocou Rogério, marcando seu oitavo gol no campeonato brasileiro.

Minutos depois o mesmo Fred recebeu boa bola pela esquerda dentro da área, mas o atacante preferiu o passe para o meio da área e a defesa paulista tirou parcialmente, na sobra, Rafael Sobis, sozinho na entrada da área, conseguiu isolar a bola.
Com o resultado, o São Paulo passou a sair mais para a partida, por outro lado, o Fluminense passou a explorar os contra-ataques, sendo mais perigoso, já que lá na frente, tinha Fred.

Precisando do resultado, Ney Franco mexeu no time. Tirou o meia Maicon e colocou mais um atacante, Willian José. Com a mudança, Ademílson passou a sair mais da área, buscando o jogo pelas ponta enquanto Willian José passou a jogar centralizado. Oito minutos depois o São Paulo fez mais uma estreia na competição. O recém contratado da Espanha, Paulo Assunção entrou no lugar de João Filipe.

As mudanças não surtiram efeito prático no jogo e o Fluminense passou a administrar a partida. Com mais toque de bola a equipe carioca não atacava mais, esperava um vacilo do São Paulo para matar o jogo.

As chances do tricolor eram de bola parada. Em uma delas Rogério Ceni novamente foi cobrar a falta, agora de mais longe, mas a bola foi sem direção do gol de Cavalieri. Sem alternativas, o técnico tricolor fez sua última mudança, tirou Cicero e colocou em seu lugar Casemiro, para ganhar velocidade no meio de campo.

Leandro euzébio marca o primeiro gol da partida (Dhavid Normando/Photocamera)

Na base do abafa o São Paulo ainda faz uma pressão no final da partida, mas não conseguiu converter em gol as oportunidades que teve e a partida acabou 2×1 para os donos da casa.

Com o Resultado o Fluminense chegou aos 32 pontos, na terceira posição, logo abaixo de Atlético-MG (35 pontos)e Vasco(34 pontos), o São Paulo por sua vez permaneceu com os mesmos 25 pontos na sexta colocação. Na próxima rodada o time carioca joga novamente em casa contra o Palmeiras e o Tricolor recebe o Grêmio no Morumbi.

Utilities for file conversions, and for combining files https://homework-writer.com/ oh