ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Neymar desequilibra e Santos estreia com Vitória

Com varias caras novas, Santos vence na estreia do campeonato com o “velho” e bom Neymar

Por Vladimir da Costa

O Santos entrou em campo, no ABC Paulista, com cinco caras novas em relação ao time que encerrou 2012 e sofreu com a falta de entrosamento diante do São Bernardo, mas o talento do camisa 11 da equipe se sobressaiu sobre os demais problemas enfrentados pelo santos e como de costume, fez a diferença na partida e garantiu a vantagem para o Alvinegro que venceu em sua estreia no Paulistão.

Com dois gols de Neymar e outro de Miralles, o Peixe bateu o São Bernardo por 3 a 1, no Estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo.

A partida

Com muitas caras novas, que chegaram aos poucos a Vila Belmiro, o Santos parecia perdido em campo. Errando muitos passes e sem jogadas de linha de fundo a equipe de Muricy Ramalho pecou para se achar em campo no inicio do jogo.

Mesmo com Neymar em campo, o Santos não conseguia chegar ao ataque e os primeiros 15 minutos o goleiro Wilson Júnior, quase não tocou na bola.

Neymar marca dois e garante vitória para o Santos na estreia do paulistão (Foto: Ale Vianna/Brazil Photo Press)

O jogo marcou a estreia oficial de Montillo, mas quem teve destaque na partida foi seus compatriotas Patito e Miralles. Cícero, Guilherme Santos, Neto e Renê Júnior, outras estreias tiveram boas atuações.

Aos poucos o Santos ia dominando as ações no meio campo e na base da velocidade começava a levar perigo ao gol adversário. Aos 19 minutos, o peixe abriu o marcador. Bruno disparou pelo meio-campo e tocou para Neymar. O atacante, mesmo marcado, dominou e tocou no canto, com categoria, para inaugurar o placar.

A alegria santista durou exatamente dois minutos. Bady fez boa jogada pela direita, tirou Durval da jogada e cruzou para Naldinho marcar.

Com o empate, o Santos começou a remar tudo de novo para conseguir espaços no bem armado sistema defensivo do São Bernardo. Neymar, era o encarregado para conseguir tal façanha. E como de costume, apanhou até seu marcador ser expulso. Dudu foi mais cedo para o chuveiro após duas faltas duras no camisa 11 aos 34 minutos.

Com um a menos, o São Bernardo as coisas ficaram muito mais complicadas para os donos da casa que mostrava dificuldades para se reaproximar da grande área santista, dada a boa atuação da dupla Renê Júnior e Arouca.

O segundo tempo começou com o Santos dentro do campo do São Bernardo.

Miralles saiu do banco e deixou o seu (Foto: Lucas Baptista / Ag. Estado)

Aos seis minutos, o Santos quase chegou ao segundo gol. Neymar deixou o estreante Montillo na cara do gol, mas o argentino, no entanto, não conseguiu marcar. O meia passou por Wilson Júnior, mas perdeu o ângulo e viu o goleiro se recuperar.

Neymar continuava como o grande destaque da partida e parecia que não ia descansar até ver o Santos na frente, mas a falta de entrosamento deixavam as coisas mais complicadas.

Mas depois de um contra-ataque, a dupla de Hermanos tratou de deixar o Santos novamente na frente do marcador. Patito lançou Miralles, que aproveitou falha de Samuel para mandar para a rede.

Em desvantagem, o São Bernardo ameaçou sair para o ataque, mas já não parecia ter mais forças para surpreender o Santos como fez no primeiro tempo. O Peixe manteve o domínio da partida e ainda teve tempo de ampliar. Mais uma vez com Neymar, em pênalti sofrido por ele mesmo, definindo a partida no ABC Paulista sobre os olhares do ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, que acompanhou a partida das tribunas, ao lado de José Maria Marin, presidente da CBF e Marco Polo del Nero, presidente da Federação Paulista de Futebol.

Na próxima rodada o Santos vai receber o Botafogo de Ribeirão Preto, na Vila Belmiro, na quarta-feira, as 19h30. Já o São Bernardo enfrenta o Guarani, no mesmo dia e horário, em Campinas.