ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Neymar termina a Copa das Confederações eleito melhor jogador

Futebol brasileiro levou ainda mais três troféus dentre os melhores da Copa das Confederações.

Por Vladimir da Costa

 

neymar_trofeumelhorjogador_reu

Neymar exibe o troféu de melhor jogador da Copa das Confederações (Foto: REUTERS)

Depois de mais uma apresentação de gala, dificilmente a escolha do melhor atleta não cairia nas mãos de Neymar. O camisa 10 da seleção foi eleito melhor jogador da Copa das Confederações com sobras para Iniesta, segundo colocado. A escolha foi feita por jornalistas pouco antes do término da final deste domingo, no Maracanã e confirmou a excelente fase vivida pelo atacante durante todo o torneio.

Nos cinco jogos que disputou no torneio, Neymar foi eleito o melhor da partida em quatro oportunidades: Japão, México, Itália e Espanha. Vale lembrar que no inicio dos protestos que se espalharam por todo o país, Neymar postou em sua conta no Instagram, uma mensagem de apoio as manifestações e que iria fazer sua parte jogando bola. Coincidência ou não ele fez. Desde que começou a competição atacante de 21 anos mostrou o porque é tido como o melhor jogador de sua geração do futebol brasileiro.

Além do melhor jogador da competição, o Brasil ainda teve mais três jogadores premiados.

Fred, Torres e Neymar mostram seus troféus (foto: REUTERS)

Fred, Torres e Neymar mostram seus troféus (foto: REUTERS)

Neymar ainda levou a chuteira de bronze, por ter marcado 4 gols na competição, um a menos que Fernando Torres e Fred, que levaram ouro e prata, respectivamente. Só não veio o ouro para Fred porque na outra chave havia o taiti, que consagrou os ataques adversários. O atacante do Chelsea sequer era titular, mas fez quatro gols na goleada por 10 a 0 sobre o Taiti e mais um contra a Nigéria.

Recém contratado pelo Tottenham, o volante Paulinho foi eleito o terceiro melhor da competição marcou duas vezes na competição da Fifa. Iniesta, da Espanha, ficou com o segundo posto na eleição entre os jornalistas.

O último premiado foi Julio Cesar. Escolhido o melhor goleiro da Copa das Confederações, ganhou a “Luva de Ouro”. No duelo contra o Uruguai, pelas semifinais do torneio, o atleta defendeu o pênalti cobrado por Diego Forlán e ajudou a Seleção a avançar às finais. Na partida, foi eleito o “homem do jogo”.

Neste domingo, fez boas defesas e no pênalti cobrado para por Sergio Ramos, se fosse no gol, provavelmente seria defendido pelo goleiro brasileiro.