ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Neymar volta inspirado e Santos vence a primeira fora de casa

Com Neymar e Ganso novamente juntos, Santos vence Figueirense

Por Vladimir da Costa

O Santos fez uma logística para poder contar com Neymar na partida desta quinta-feira em Florianópolis, contra o Figueirense e deu tudo certo. O atacante não somente fez o dele, mas  foi decisivo na vitória da equipe. O atacante fez gol, quando o time estava com um a menos, foi ele quem sofreu a falta que culminou em expulsão do adversário. Quando o Figueira ia esboçar uma reação, novamente, ele teve a calma de tocar para seu companheiro apenas empurrar para o gol e decidir o jogo.

A partida

Com Neymar em campo, as atenções não ficaram divididas, e sim centralizadas no centroavante Santista. Muito bem marcado desde o inicio pelo zagueiro Claudinei, o Santos teve de improvisar jogadas por outro lado do campo, o Figueirense por sua vez, queria se aproveitar do fator casa para pressionar desde o inicio do jogo.

Depois de viajar 14 horas, Neymar foi decisivo para o Peixe (Foto: Cristiano Andujar/Lancepress)

E conseguiu uma boa vantagem logo aos nove minutos de jogo. O atacante Caio ganhou na corrida de Juan, que só conseguiu parar na falta, por trás. Cartão vermelho direto. Na cobrança de falta, a bola não levou perigo ao gol de Rafael.
Com um jogador a menos, Muricy foi obrigado a fazer sua primeira alteração logo aos 11 minutos de jogo. Sacou Patricio Rodriguez e colocou Ganso Magrão.

Com um jogador a mais, o Figueira foi pra cima, adiantou a marcação e começou a criar chances de gol. Na primeira, depois de um bate-rebate dentro da área do Peixe, a bola sobrou para Aloisio, que quase abriu o marcador. Minutos depois, aos 24, Léo cruzou para o mesmo Aloisio que cabeceou a bola mascada e mesmo assim, conseguiu acertar o travessão, no minuto seguinte, Caio acerta um belo chute, obrigando Rafael a espalmar pra fora.

A primeira chegada do Santos veio com Neymar. Gerson Magrão cruzou rasteiro para a área e o atacante, sozinho, conseguiu perder o gol. Ele tinha a possibilidade de driblar o goleiro, mas acabou tirando muito do Wilson e do gol.

Depois do lance perdido, Túlio do Figueirense resolveu deixar a partida mais equilibrada. Neymar recebeu pela ponta, adiantou a bola para a linha de fundo, mas o volante Túlio deu uma tesoura no atacante e também recebeu vermelho direto. Com a igualdade numérica, Ganso voltou a ser o meia da equipe e o Figueirense passou a tocar mais a bola, explorando os contra-ataques.

E os minutos finais do primeiro tempo foi pegado no meio de campo, com pouca aparição dos goleiros Wilson e Rafael. Um dos motivos era a chuva, que voltou a apertar no final da primeira etapa.

Na volta do segundo tempo, o jogo começou alucinante. Os donos da casa não deram chance alguma para a equipe da Vila se organizar em campo. Logo aos dois minutos de jogo o Figueirense fez o que tentou durante todo o primeiro tempo, o gol. Aloisio, que teve boas chances de gol na primeira etapa recebeu pela esquerda, passou por David Braz e cruzou, o meia Fernandes chegou por trás da zaga do Peixe e cabeceou para o fundo das redes de Rafael.

O gol logo aos dois minutos não abalou o Santos, muito menos Neymar. Dois minutos mais tarde, o atacante cortou para o meio, driblou um, fugiu da falta do segundo e bateu firme de fora da área na gaveta, sem chances para o goleiro Wilson.

Era o que faltava para o Santos, passados 17 rodadas, o primeiro gol fora de casa no campeonato brasileiro da equipe santista tinha de ser da estrela do time.

O jogo ganhou em velocidade, mesmo com um jogador expulso pra cada lado no primeiro tempo.

Aos 16 minutos Adriano chegou bem na área do Figueirense e bateu de canhota, mas a bola passou por cima do travessão.

Inspirado, Neymar passa por um de seus marcadores (Foto: Rubens Flores/fotoarena)

Do outro lado, o lateral Leo arriscou também de fora da área, mas a bola passou pela direita de Rafael.
A partida seguiu equilibrada, mas com o Santos criando as melhores chances de gol. Em nova oportunidade, Miralles recebeu de Neymar em velocidade, mas Wilson fechou bem o ângulo e obrigou o atacante bater por cima do gol.

E de tanto apertar, com Neymar em campo, o Santos chegou ao segundo gol na partida. Inspirado pela volta do craque Santista, Bruno Peres fez um belo gol. O camisa 4 fez fila na zaga do Figueira chegando na cara de Wilson, com calma, ele só teve o trabalho de tirar do goleiro. Virando a partida para o Peixe.

Com o resultado, o Figueirense teve que sair para o jogo e quase empatou a partida. Almir bateu firme da entrada da área e Rafael fez a defesa, mas a bola subiu e quicou na frente do goleiro, indo em direção para o gol, porém, Rafael se recuperou a tempo de tirar a bola para escanteio.

E de tanto sair, muito na base do desespero, o Figueirense acabou levando o terceiro. Miralles deixou Neymar na cara do gol e com muita calma, o atacante esperou a passagem de Ganso para rolar para seu parceiro, sem goleiro, empurrar para o gol.

Com o placar de 3 x 1, restou ao Santos administrar os minutos finais para vencer a primeira fora de casa e ficar mais distante da zona de rebaixamento. A equipe da Vila agora soma 20 pontos, ocupando a décima quarta posição, já o Figueirense, segue na lanterna com 11 pontos. Na próxima partida o Santos recebe o Corinthians em casa, já o Figueirense enfrenta o Grêmio fora de casa.