ÚLTIMAS NOTÍCIAS
NO CORAÇÃO E NA RAÇA!

Uma vitória que dá tranquilidade para os próximo confrontos

Por Quatro Maiores

Depois de uma promoção da diretoria Alviverde, a torcida Palmeirense foi apoiar o time dentro de casa para sair da incomoda zona de rebaixamento, que o atual campeão da Copa do Brasil ocupa no nacional, e os mais de 30 mil torcedores que foram ao Pacaembu para prestigiarem o verdão presenciaram uma partida cheia de gols no segundo tempo, que serviu para dar moral ao elenco e elevar a esperança Palestrina.

Muito inspirado, depois de um primeiro tempo fraco, o Palmeiras voltou motivado do intervalo e veio pra cima do Sport e venceu um rival direto, pela permanência na primeira divisão, por 3×1 e respira aliviado para o próximo duelo.

A partida

Correa comemora o primeiro gol a vitória Palmeirense em um Pacaembu lotado (Leandro Moraes/UOL)

Com um Pacaembu lotado, o Palmeiras começou a partida em cima do adversário direto contra o rebaixamento, mas a falta de qualidade dos homens de frente e os desfalques, impediam que a equipe Alviverde chegasse ao gol com qualidade.
A primeira chance dos donos da casa aconteceu depois de uma lambança de Willian Rocha que se atrapalhou e caiu na área do Sport, a bola sobrou para Tiago Real, que cruzou na área, mas a bola foi com força, saindo pela linha de fundo.

O jogo continuou truncado, até que, Correa acertou ótimo passe para Obina, que invadiu a área do Sport e chutando com força na saída de Magrão, mas a bola, explodiu na trave, sobrando para João Vitor, que chutou mal, perdendo uma ótima oportunidade de abrir o placar para o Palmeiras.

Durante os 20 minutos finais do primeiro tempo, foi visível a falta de criatividade de ambos os times, que justificam sua atual posição na tabela. Um primeiro tempo muito aquém da grandeza do futebol dos pernambucanos e muito longe do poder de reação do Palmeiras.

Um primeiro tempo que os goleiros trabalharam pouco e árbitro muito. Pouco se ouviu de reclamação das arquibancadas, referente o juiz, mas muito questionado dos jogadores dentro de campo, durante todo os 45 minutos iniciais.

Segundo tempo

Thiago real, autor do segundo gol do jogo (Julia Chequer/Folhapress)

Felipão deve ter dado uma bela sacudida no time no vestiário. O segundo tempo começou com um Palmeiras em cima, aplicado buscando desde o inicio da etapa complementar o primeiro gol do jogo. Logo aos dois minutos, Valdivia deu lindo passe para Luan, que invadiu a área do Sport e soltou um chute forte, mas a bola foi para fora.

Ao melhor estilo Correa, o Palmeiras chegou ao primeiro gol da partida. Correa recebeu a bola de fora da área e dominou com cuidado, já olhando para o gol, sem titubear, arriscou de longe, a bola vai foi força, passando por baixo de Magrão e entrou, para a alegria dos torcedores Alviverdes no Pacaembu.

Minutos depois, Obina recebeu a bola e invadiu a área do Sport chutando forte, mas a bola foi sem direção para fora.

Não demorou para o Verdão balançar as redes. Depois de muito atacar, o Palmeiras acabou abrindo o placar no Pacaembu. Tiago Real recebeu a bola na área do Sport e chutou preciso, de primeira, para colocar o Verdão na frente do placar.

O gol não deu tranquilidade ao Verdão, 4 minutos depois, o Sport empatou a partida com um golaõ de m golaço de Rivaldo. O camisa 20 do Sport recebeu a bola no meio-campo e soltou a bomba, a bola explodiu no travessão, bateu na linha do gol e entrou, empatando a partida para o time Pernambucano, mas a alegria duraria pouco.

Um minuto depois, aos 17, a pós receber a bola na área do Sport, Tiago Real chutou de primeira, para colocar o Verdão novamente na frente do placar.

Mesmo com o segundo gol, o Palmeiras continuava em cima do Sport, para ampliar o resultado e definir a partida e a pressão deu resultado.

Aos 25 minutos, Juninho fez boa jogada pela lateral e cruzou para Obina, que deixou para Tiago Real, o meio-campo fez o pivô e rolou para o centroavante ampliar para o Verdão, liquidando a fatura para a equipe de Palestra Itália.

Daí para a frente a partida ficou mais truncada, com muitas faltas no meio de campo e um Palmeiras apenas administrando o resultado, esperando a partida acabar e levar os três importantes pontos para casa. No final da partida o Verdão ainda teve a chance de fazer a vitória virar goleada, mas a falta cobrada por Valdivia, caprichosamente, carimbou a trave.

Com o resultado contra um adversário direto, o Palmeiras ainda segue na zona de rebaixamento, porém, com uma diferença menor do grupo que segue a frente. Na 17º colocação, o Palmeiras está agora, a apenas uma vitória de sair da zona de rebaixamento, já o Sport segue com 19 pontos, uma posição abaixo.

Na próxima rodada o Palmeiras terá pela frente, nada mais nada menos, que o vice-líder, Atlético-MG, fora de casa, e o Sport jogará em casa contra outro mineiro, o Cruzeiro, mas na Ilha do Retiro.