ÚLTIMAS NOTÍCIAS
No duelo de tricolores, o carioca levou a melhor

São Paulo perde para o Fluminense em casa e chega a quarta partida sem vencer no brasileiro.

Por Vladimir da Costa

Na disputa pelo G4, o Fluminense superou o São Paulo neste sábado no Morumbi, por 3 a 1, e encostou novamente no grupo da frente.

Com o resultado, o time de Cristóvão Borges chegou aos 40 pontos e dormirá na quarta colocação. O clube dependerá de derrotas de Atlético-MG, Grêmio e Corinthians para seguir na zona da Libertadores. O São Paulo, que não contou com o técnico Muricy Ramalho no banco, chega a quatro jogos sem vencer, mas segue em terceiro, com 43, a dez do líder Cruzeiro.

Jogadores do Fluminense comemoram segundo gol marcado contra o São Paulo. (Foto: Miguel Schincariol/Getty Images)

Jogadores do Fluminense comemoram segundo gol marcado contra o São Paulo. (Foto: Miguel Schincariol/Getty Images)

No próximo sábado, às 16h20, o São Paulo encara o Grêmio em Porto Alegre. Na mesma data e horário, os cariocas, enfrentam o Bahia, no Mané Garrincha, em Brasília.

A partida

A primeira etapa se resumiu a um jogo sem fortes emoções, com mais marcação e disputa intensa no meio de campo. Foram necessários 39 minutos até uma chance real de gols ser criada. E foi do São Paulo. Após cruzamento de Auro da direita, Kardec deu leve toque e Pato, na parte esquerda da área, chutou para boa defesa de Diego Cavalieri.

O segundo tempo começou muito melhor no quesito chances reais de gol. Logo aos quatro minutos, Kaká recebeu ótimo passe de Pato, mas perdeu a passada e não finalizou. Aos sete o placar foi aberto.

Cícero, aberto na direita, passou para o Conca. O argentino levantou a cabeça e arriscou o passe pelo alto. Fred, com um leve e preciso toque com o pé esquerdo fez o suficiente para superar Rogério e fazer 1 a 0Conca cruzou na medida, e Fred não perdoou.

Mas a vantagem do Flu durou apenas até os 13, quando Alan Kardec recebeu com liberdade pela direita e cruzou para a área. Pato, atrás da linha da bola, colocou na rede: 1 a 1. .

Pato descontou para o São paulo na derrota por 3 a 1 contra o Fluminense. (Foto:Miguel Schincariol/Getty Images)

Pato descontou para o São paulo na derrota por 3 a 1 contra o Fluminense. (Foto:Miguel Schincariol/Getty Images)

A vantagem, porém, não durou quatro minutos. Primeiro, Denilson arriscou chute de fora da área e exigiu boa defesa de Cavalieri. Na sequência, Alan Kardec – recebeu na direita e cruzou na medida, para Pato chutar, estufar as redes e empatar o confronto.

O São Paulo ensaiou uma pressão e tentava chegar na base dos cruzamentos, quase todos bem rebatidos e defendidos pela defesa da equipe carioca. No fim, foi o Flu que conseguiu outro gol. Aos 27 minutos, Fred driblou Denilson no meio e passou para Wagner. Na parte esquerda da área, o meia trouxe para o meio e chutou de direita, cruzado, para fazer 2 a 1.

Aos 42 minutos do segundo tempo, Cavalieri foi novamente fundamental ao fazer grande defesa em chute cruzado de Osvaldo dentro da área, evitando o empate num momento em que o São Paulo pressionava com mais afinco.

O fluminense segurava a pressão adversária quando num contra-ataque, Denilson fez falta em conta. Sem pressão, o argentino cobrou com categoria e definiu a vitória e os 3 pontos para o tricolor carioca.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 1 X 3 FLUMINENSE

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Data: 27 de setembro de 2014, sábado

Horário: 21 horas (de Brasília)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)

Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Celso Luiz da Silva (ambos de MG)

Cartões amarelos: Antônio Carlos, Denilson (São Paulo). Elivélton (Fluminense)

Público total: 16.131

Renda: R$ 581.420,00

Gols: SÃO PAULO: Alexandre Pato, aos 12 minutos do segundo tempo

FLUMINENSE: Fred, aos 8, e Wagner, aos 27, e Conca, aos 45 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Auro, Edson Silva, Antônio Carlos e Álvaro Pereira (Reinaldo); Denilson, Souza (Osvaldo), Kaká e Ganso; Alexandre Pato e Alan Kardec (Luis Fabiano)

Técnico: Milton Cruz

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno (Edson), Elivélton, Marlon e Chiquinho (Carlinhos); Rafinha, Jean, Cícero, Conca e Wagner; Fred (Rafael Sobis)

Técnico: Cristóvão Borges