ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Nos pênaltis, Penapolense elimina o ex-favorito São Paulo

Tricolor joga mal, empata no tempo normal e dá adeus para o modesto Penapolense, nos pênaltis.

Por Vladimir da Costa

E o que parecia obviou, aconteceu. O São Paulo jogou o futebol que vem apresentando desde o inicio da temporada e no primeiro teste, não passou. Sem criatividade, lento e apático, o tricolor não conseguiu criar jogadas de ataque a acabou sendo superado no segundo tempo. Só não levou gol devido a deficiência técnica do adversário. problema esse resolvido nas penalidades. O time do interior cobrou todas dento das redes e acabou eliminando o “triste” time do São Paulo

Jogadores do Penapolense abraçam o goleiro Samuel depois do time se classificar para a semifinal (Junior Lago/UOL)

Jogadores do Penapolense abraçam o goleiro Samuel depois do time se classificar para a semifinal (Junior Lago/UOL)

No primeiro tempo, o São Paulo foi aquém do que a torcida esperava. Apesar de dominar boa parte do primeiro tempo, os passes de lado dominaram as ações dos jogadores do São Paulo. Com apenas dois chutes a gol, apenas um no gol, de Ganso, o time sofreu para criar jogadas e surpreender o Penapolense que apesar de ficar pouco com a bola, era mais agudo. Mesmo assim, Rogério não fez uma defesa sequer.

O segundo tempo foi diferente, mas ruim igual para os torcedores que estavam no Morumbi. O tricolor não teve criatividade para surpreender o adversário, que saiu da defesa e passou a atacar mais. Mais incisivo, arriscou mais e assustou mais a meta de Rogério Ceni do que o ataque tricolor o gol de Samuel.

Depois do 0 a 0, a vaga foi decidida nos pênaltis. O Penapolense foi mais efetivo, não errou nenhuma penalidade e garantiu classificação inédita. Rodrigo Caio errou sua cobrança e junto com ele, o time do Morumbi saiu do campeonato. Em sua segunda participação na competição, o time que ano passado havia sido eliminado pelo próprio São Paulo, deixou o time do Morumbi fora da semifinal, contra o Santos.

A partida

São Paulo e Penapolense iniciaram a partida das quartas de finais com muita cautela. Com forte marcação no meio campo, os times se estudaram muito nos primeiros minutos. Apesar de amplo domínio de bola, o tricolor não conseguia chegar perto da área do goleiro Samuel.

Assim como o restante do time, Douglas pouco criou na partida contra o Penapolense (Foto: Junior Lago/UOL)

Assim como o restante do time, Douglas pouco criou na partida contra o Penapolense (Foto: Junior Lago/UOL)

Com Ganso bem marcado, a equipe do Morumbi tinha dificuldade de criar jogada e acabava forçando pela esquerda, com Alvaro Pereira e Osvaldo. E deste lado nasceu a primeira boa jogada. Aos 17 minutos, Osvaldo tabelou com Maicon, que tocou para a direita para Douglas, o lateral cortou pro meio e bateu firme, mas o tiro saiu torto.

O São Paulo seguia com posse de bola, mas não conseguia agredir o time de Penapoles. Até que Ganso resolveu testar o goleiro. Aos 25 minutos o camisa 10 tricolor bateu firme da intermediária, rasteiro, mas Samuel caiu para fazer a defesa.

Na metade da primeira etapa pra frente o São Paulo passou a pressionar mais. Douglas e Pabon entraram na partida e o tricolor começou a criar.

Em jogada trabalhada, a bola foi da esquerda pra direita, Douglas tabelou com Pabon que bateu firme, mas a bola explodiu no zagueiro. Apesar da torcida não parar de apoiar, o São Paulo não conseguia surpreender o adversário. Lento do meio para a frente, o time não finalizava. Luis Fabiano apesar de se movimentar bastante, não teve uma chance clara para finalizar a gol.

Na segunda etapa, o panorama começou bem diferente ao primeiro tempo. O Penapolense melhorou. Adiantou a marcação e passou a frequentar mais o campo adversário. Guarú era mais acionado e com isso o time visitante chegou mais perto do gol de Rogério. Aos 10 minutos o time do interior fez sua primeira finalização perigosa. Alexandro pedalou e finalizou firme. Rogério Ceni cai no canto direito e espalmando para evitar o primeiro gol da partida.

Luis Fabiano não conseguiu evitar a eliminação do tricolor  (Foto Mauro Horita)

Luis Fabiano não conseguiu evitar a eliminação do tricolor (Foto Mauro Horita)

O Penapolense passou a pressionar cada vez mais, irritando a torcida que passou a gritar “Raça, Raça”, das arquibancadas. Sem reação dentro de campo, Muricy resolveu mexer. Sacou Pabon, que não vinha fazendo boa partida e colocou Ademilson em seu lugar.  Bem marcado, Luis Fabiano quase não participava da partida.

Aos poucos, o São Paulo foi equilibrando a partida. Mudou o lado de campo, atacando mais pela direita, com Ademilson.

A Medida que o tempo passava, os jogadores ficavam tensos, passavam a reclamar demasiadamente. Ganso e Luis Fabiano não conseguiam criar. Pouco apareciam na partida e com isso o jogo ganhou ares dramáticos.

Aos 37 minutos, erro de arbitragem. Ademilson partiu em velocidade e tocou no meio. Luis Fabiano partiria sozinho, mas a bandeirinha,Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo assinalou impedimento. O camisa 9 tricolor está quase um metro atrás da linha da bola.

Apenas aos 46 minutos, o São Paulo criou uma jogada perigosa. Douglas cruzou na área, Luis Fabiano ajeitou e Ademilson bateu firme, mas a bola subiu muito, desperdiçando a última chance da partida.

O que a torcida não esperava, aconteceu. A partida foi para os pênaltis.

Nas cobranças alternadas Rogério começou e fez. Pelo Penapolense, Guarú foi pra bola e também fez. Rogério ainda tocou na bola. O segundo foi Luis Fabiano que, com classe, deslocou o goleiro. Petrus bateu e deixou tudo igual. Rodrigo Caio foi pra bola e Samuel pegou. Washington fez o seu. Após, foi a vez de Ganso e na primeira perdeu, mas o árbitro mandou voltar e o camisa 10 converteu. Douglas, do Penapolense foi pra bola e soltou a bomba no meio do gol. Osvaldo cobrou o quinto pelo São Paulo e fez. Na última cobrança, Neto foi pra bola e garantiu a classificação inédita para a semifinal do campeonato paulista.

Vibraçao dos jogadores do Penapolense em pleno estádio do Morumbi (Foto:Junior Lago/UOL)

Vibraçao dos jogadores do Penapolense em pleno estádio do Morumbi (Foto:Junior Lago/UOL)

São Paulo foi eliminado nas quartas de final.