ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Palmeiras arranca empate contra o Ceará

Com público recorde na Arena Castelão, verdão conquista um ponto fora de casa, após ficar duas vezes atrás no marcador.

Por Anderson Marinho
Duelo marcou o retorno do chileno Valdivia ao verdão. Foto: Cesar Greco / AE

Duelo marcou o retorno do chileno Valdivia ao verdão. Foto: Cesar Greco / AE

Ceará e Palmeiras protagonizaram um duelo muito movimentado na noite desta sexta-feira, na Arena Castelão, em Fortaleza, em partida válida pela décima oitava rodada do Campeonato Brasileiro Série B 2013, com muitas oportunidades de gols, chances desperdiçadas, e equilíbrio durante os 90 minutos, agradando os mais de 48 mil pagantes.  Os donos da casa estiveram na frente em duas ocasiões, mas cederam o empate ao alviverde ficando no 2 a 2.

Com o resultado o Palmeiras segue na liderança da competição com 41 pontos ganhos, dois a mais que a vice-líder Chapecoense. Já o Ceará é apenas o décimo terceiro colocado com 22 pontos, há nove pontos do Sport, quarto colocado, última equipe que estaria garantindo uma vaga para a elite do futebol brasileiro em 2014.

O jogo

A partida começou e ritmo acelerado, com os dois times em busca do gol, logo aos quatro minutos Leandro teve a sua primeira oportunidade para abrir o placar, mas chutou em cima do goleiro Fernando Henrique, que mandou pela linha de fundo. Na cobrança do escanteio, Alan Kardec desviou de cabeça e acertou o travessão do arqueiro cearense.

Jogadores comemoram o gol de Alan Kardec. Foto: LC Moreira / Agência Lance

Jogadores comemoram o gol de Alan Kardec. Foto: LC Moreira / Agência Lance

Passados os 15 minutos iniciais da partida, os donos da casa conseguiram equilibrar as ações e passaram a levar perigo, principalmente nas participações do veterano Magno Alves.  Aos 21 minutos o centroavante aproveitou um cruzamento e cabeceou forte, a bola passou raspando a trave da meta defendida por Fernando Prass. Dois minutos depois, após cobrança de escanteio pela direita o atacante testou firme para abrir o marcador.

O jogo ficou mais aberto, com o Palmeiras tendo mais chances para chegar ao gol de empate, mas faltava qualidade na hora da finalização. Alan Kardec, Juninho e Leandro perderam pelo menos três oportunidades claras.

Aos 43 minutos, Valdivia, mesmo derrubado pela marcação, deu grande assistência para Alan Kardec, o atacante ficou cara a cara com Fernando Henrique e tocou na saída do arqueiro para deixar tudo igual.

Etapa complementar

Assim como na etapa inicial o confronto seguiu bastante movimentado e com muitas falhas demarcação de ambos os lados, proporcionando vários lances ofensivos e muitos gols perdidos.

Logo aos dois minutos, Marcos arriscou de longa distância, com perigo, e Fernando Prass espalmou por cima do travessão. Quatro minutos depois, Mendieta respondeu para o alviverde, batendo de fora da área, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Aos 17 minutos, após uma falha individual do zagueiro Tiago Alves, substituto de Vilson, Magno Alves ficou em condição privilegiada, cara a cara com Fernando Prass, mas bateu para fora.

O veterano se redimiu três minutos depois, após linda tabela, ele acionou o lateral-direito Marcos, no meio da defesa alviverde, que se livrou bem da marcação e tocou na saída do arqueiro palmeirense para recolocar o Ceará na frente.

A torcida cearense foi à loucura, incendiando o Castelão, mas o Palmeiras partiu para cima em busca do empate e confirmou o equilíbrio do duelo cinco minutos depois.

Leandro marcou um, mas desperdiçou muitas chances no Castelão. Foto: Jarbas Oliveira / AE

Leandro marcou um, mas desperdiçou muitas chances no Castelão. Foto: Jarbas Oliveira / AE

Após linda jogada de Alan Kardec, Mendieta deu uma bela assistência para Leandro, que aproveitou a saída de Fernando Henrique e bateu forte, no alto, para deixar tudo igual.

A partida seguiu muito disputada no meio de campo, com os times valorizando a posse de bola e procurando espaços para sair no contra-ataque. Leandro ainda desperdiçou mais duas oportunidades para o alviverde.

Pelas circunstâncias o empate acabou sendo um bom resultado para o verdão, mas a equipe poderia ter saído do Castelão com uma vitória se tivesse tido um aproveitamento melhor nas finalizações.

O Palmeiras volta à campo agora na próxima terça-feira, às 21h50, para encarar a Chapeconse, no estádio do Pacaembu, em duelo pela décima nona rodada valendo a liderança da competição. Já o Ceará visita o Joinville, também na terça-feira, às 19h50 na Arena Joinville.

 

FICHA TÉCNICA
CEARÁ X PALMEIRAS

Local: Castelão, Fortaleza (CE)
Data-Hora: 31/8/2013 – 21h
Árbitro: Alício Pena Júnior (MG)
Auxiliares: Aelson Mariano Campelo Gomes (MA) e Sérgio H. Campelo Gomes (MA)
Público e renda: 48.960 pagantes / renda: R$ 1.216.647

Cartões Amarelos: Rogerinho (CEA); Wesley,  Leandro e Valdivia (PAL)
Gols: Magno Alves, aos 23’/1ºT (1-0); Alan Kardec, aos 43´/1ºT (1-1); Marcos, aos 20´/2ºT (2-1); Leandro, aos 25´/2ºT (2-2)

CEARÁ: Fernando Henrique, Marcos, Potiguar, Dievo Ivo e Vicente (Douglas – 38’/2ºT); João Marcos, Xaves, Ricardinho (Dinelson – 30’/2ºT) e Rogerinho; Magno Alves e Mota (Romário – 30’/2ºT). Técnico: Sérgio Soares.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Luis Felipe, Tiago Alves, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Wesley, Mendieta (Roni – 28’/2ºT) e Valdivia (Felipe Menezes – 24’/2ºT); Leandro e Alan Kardec. Técnico: Gilson Kleina.