ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Palmeiras derrota o Náutico e sai da zona de rebaixamento

Com gols de Obina, Mazinho e Márcio Araújo, Verdão vence a segunda no Brasileirão

Por Eduardo do Carmo

Jogadores comemoram com Obina. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

Com a missão do primeiro semestre cumprida (título da Copa do Brasil), o Palmeiras concentra todas as atenções para fazer uma campanha de recuperação no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, pela 11ª rodada, o Verdão recebeu o Náutico, na Arena Barueri, venceu por 3 a 0 e deixou a zona de rebaixamento.

Com a segunda vitória na competição, o alviverde de Palestra Itália conquistou mais três pontos e garantiu a décima quarta colocação. Na próxima rodada, o Verdão jogará novamente em Barueri, contra o Bahia, quinta-feira, às 21h.

O Náutico segue na 11ª posição com 13 pontos, três a mais que a equipe do técnico Felipão. O Timbu receberá o Coritiba, na quarta-feira, no Estádio dos Aflitos, às 20h30.

Este confronto marcou o jogo de número 50 do goleiro Bruno pelo Palmeiras. Curiosamente, na última partida entre as equipes, no Brasileirão de 2009, o placar foi também de 3 a 0, porém a favor da equipe pernambucana.

O Verdão, no papel de mandante, mostrou o motivo pelo qual se tornou campeão da Copa Do Brasil e desempenhou um bom papel durante os 90 minutos. O atacante Obina, em sua estreia como titular, foi fundamental para a criação do placar.

O jogo

Obina agradece ao céu seu gol. (Eduardo Knapp/Folhapress)

No primeiro lance palmeirense, redes balançando. Aos 11 minutos, Mazinho errou a finalização e a bola sobrou para Obina, que complementou para o gol. No entanto, o atacante estava em condição irregular e o árbitro anulou o tento.

Aos 18 minutos, Obina teve mais uma oportunidade e não vacilou. O jogador recebeu bom passe de João Vitor, dominou e chutou rasteiro, sem chances para o goleiro Felipe.

Após o gol, a equipe palmeirense recuou e os pernambucanos chegaram com perigo. A partir dos 23 minutos, um festival de escanteios para o Timbu. Em um deles, Lúcio cobrou e Márcio Rosário cabeceou forte, mas Bruno salvou o Verdão.

O time paulista voltou ao ataque, aos 29 minutos, e foi fatal. Obina avançou pela direita e cruzou na área. Mazinho foi mais esperto que a zaga e ampliou o marcador. O resultado deixou o time ainda mais leve e Valdivia quase deixou a sua marca. Aos 40 minutos, o chileno viu Felipe adiantado e quase fez um golaço de cobertura. O goleiro do Náutico se recuperou e colocou a bola para escanteio.

Etapa final

Logo aos 5 minutos, Márcio Araújo recuperou a posse de bola no meio-campo e partiu em velocidade. O volante palmeirense tocou para Obina, que acertou a trave, e no rebote, Márcio Araújo mandou para o fundo das redes.

O Náutico tinha dificuldade para sair do campo defensivo. Já o Palmeiras, com o placar muito favorável, diminuiu o ritmo, mas mesmo assim seguiu criando mais. Aos 28, Mazinho chutou cruzado, Felipe espalmou e Márcio Rosário afastou o perigo.

Ao final, Obina comentou sobre o seu bom desempenho na volta ao time alviverde e disse que a atuação no futebol chinês, sem ficar parado, ajudou no rápido retorno ao time titular do Verdão.

Obina foi o destaque da partida contra o Naútico. (Eduardo Knapp/Folhapress)

Kgi securities analyst ming-chi kuo last year predicted a 12-inch retina macbook pro for release top 10 mobile tracker app in 2014