ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Palmeiras se despede do Brasileirão com vitória contra o Flamengo

Em jogo morno, titulares marcam e verdão termina o ano com triunfo fora de casa.

Por Anderson Marinho
Pará deixou sua marca e João Paulo deu duas assistências. Foto: André Durão / Globoesporte.com

Pará deixou sua marca e João Paulo deu duas assistências. Foto: André Durão / Globoesporte.com

O Palmeiras visitou o Flamengo neste domingo, no estádio do Maracanã, em partida válida pela 38ª do Campeonato Brasileiro 2015 e encerrou a sua participação no torneio com uma vitória por 2 a 1, com gols marcados por Dudu e Vitor Hugo. O rubro-negro descontou com Pará.

Com o resultado o verdão quebrou uma sequência de seis sem vencer e chegou aos 53 pontos ganhos, terminando o campeonato na nona colocação. Já o Flamengo termina em 12° lugar com 49 pontos.

O jogo

Sem mais pretensões na competição, as duas equipes protagonizaram uma jogo morno, principalmente no primeiro tempo, mas o torcedor palmeirense que compareceu ao Maracanã aproveitou para festejar nas arquibancadas a conquista da Copa do Brasil, diante do Santos no meio de semana, e foi premiado com um resultado positivo no final.

Com apenas três titulares, Zé Roberto e Dudu no meio de campo e Vitor Hugo na zaga, o técnico Marcelo Oliveira mandou o verdão à campo com vários garotos da base, mas foram os medalhões que decidiram.

Aos quatro minutos juventude e experiência trabalharam juntas, após belo lançamento de Zé Roberto para Taylor, que invadiu a área e teve a finalização abafada pelo goleiro César. Aos dez minutos, após tentativa de tabela entre Dudu e Zé Roberto, a bola sobrou para Alecsandro na entrada da área e o atacante finalizou por cobertura na saída do arqueiro flamenguista, mas a bola foi pra fora.

Apático o Flamengo pouco criou e não levou perigo à meta do goleiro Fábio. Os donos da casa ainda perderam Emerson Sheik, contundido, ainda no primeiro tempo. Kaike entrou em seu lugar.

Etapa complementar

Na volta do intervalo o técnico Jayme de Almeida promoveu a entrada de Jajá na vaga de Luiz Antonio, na tentativa de dar uma nova dinâmica de jogo ao rubro-negro. Entretanto, com a bola rolando a primeira chance foi do verdão, aos três minutos, após cobrança de escanteio Leandro Almeida subiu mais que a zaga flamenguista e cabeceou firme, mas Pará apareceu para fazer o corte em cima da linha evitando o gol.

Palmeirenses comemoram gol de Dudu. Foto: Roberto Filho / Agência Eleven / Gazeta Press

Palmeirenses comemoram gol de Dudu. Foto: Roberto Filho / Agência Eleven / Gazeta Press

No Palmeiras Marcelo Oliveira promoveu as entradas de Kelvin e Cristaldo nas vagas de Allione e Alecsandro respectivamente. Aos 27 minutos Zé Roberto recebeu bela assistência de Kelvin e arriscou o chute da entrada da área, obrigando Cesar a fazer uma boa defesa no canto direito, mas João Paulo pegou a sobra e cruzou na medida para Dudu, livre, cabecear para trás e abrir o placar.

O Flamengo tentou reagir e partiu para pressão em busca do empate. Aos 30 minutos, após boa tabela pela direita, Marcelo Cirino cruzou, Vitor Hugo cabeceou pra cima, o goleiro Fábio saiu mal do gol, trombou com a zaga, e o baixinho Pará cabeceou livre para deixar tudo igual.

O duelo já se encaminhava para o empate, mas aos 44 minutos, em cobrança de falta pela direita, João Paulo fez o levantamento e Vitor Hugo apareceu livre para desviar de cabeça e decretar a vitória alviverde.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 1 X 2 PALMEIRAS

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/Horário: 6/12/2015, às 17h (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Auxiliares: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Fábio Rodrigo Rubinho (MT)
Público e renda: Não divulgados
Cartões amarelos: Juninho (PAL)
Cartões vermelhos: –

GOLS:
Dudu, aos 27’/2ºT (0-1); Pará, aos 30’/2ºT (1-1); Vitor Hugo, aos 44’/2ºT)

FLAMENGO: César, Pará, Marcelo, Wallace e Jorge; Márcio Araújo, Jajá (Luiz Antonio – Intervalo), Alan Patrick e Everton; Gabriel (Marcelo Cirino – 27’/2ºT) e Emerson (Kayke – 39’/1ºT). Técnico: Jayme de Almeida.

PALMEIRAS: Fábio, Taylor, Leandro Almeida, Vitor Hugo e João Paulo; Amaral, Matheus Sales, Zé Roberto (Juninho – 40’/2ºT) e Dudu; Allione (Kelvin – 11’/2ºT) e Alecsandro (Cristaldo – 18’/2ºT). Técnico: Marcelo Oliveira.