ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Palmeiras Segue Firme no Z-4

Palmeiras perde a 13º no Brasileiro e segue na zona de Rebaixamento

Por Vladimir da Costa

O Palmeiras foi a Minas Gerais para enfrentar o vice-líder em busca dos três pontos e tentar se aproximar do Coritba, que tem cinco pontos a mais que o Verdão. Mas o resultado não foi o esperado. Empurrado pela torcida que lotou o Independência, o Atlético foi mais organizado e conseguiu vencer a partida.

Com bela atuação de Vitor, que salvou o Atlético em pelo menos quatro oportunidades claras de gols do Palmeiras, o Galo venceu o Palmeiras por 3 a 0 e manteve a segunda colocação na competição.

Com a derrota em Minas e a vitória do Sport contra o Cruzeiro, o Palmeiras caiu uma posição, permanecendo em situação delicada.

 A Partida

Luan tenta cabeçada (Foto: Paulo Fonseca/Futura Press)

O jogo começou como era de se esperar, com o Atlético partindo pra cima do Palmeiras, com velocidade, principalmente pela direita com Bernard, os donos da casa buscava as jogadas de linha de fundo como grande arma para chegar ao gol.

O Palmeiras aos poucos foi equilibrando o jogo. Na base da vontade e de muita garra, Obina deu trabalho para os defensores atleticanos.

Num ritmo frenético, a partida seguia em alta velocidade, a bola muitas vezes “pulava” pelo meio campo, facilitando a vida dos defensores. Bruno e Vitor pouco trabalharam.

Essa velocidade, muitas vezes era interrompida, com faltas, algumas duras. Em uma delas, Ronaldinho reclamou de uma falta de Leandro Amaro e todos reclamaram, começando um tumulto e empurra-empurra entre diversos jogadores, Obina, teve trabalho para acalmar os ânimos.

A partida seguiu bem disputada, principalmente no meio de campo, mas a falta de finalizações não deixava a partida sair do zero.

Na melhor chance do Atlético, Ronaldinho Gaúcho cobrou escanteio, e Guilherme emendou de primeira, mas a bola subiu demais, assuntando o goleiro Bruno.

Mas quem teve a melhor oportunidade de gol foi o Palmeiras. Valdívia cruzou para a área, e Luan, sozinho, cabeceou de primeira, à queima-roupa. Victor, bem colocado, fez a defesa.

Etapa Complementar

Luan observa a comemoração do primeiro gol do Atlético de Leonardo Silva (Foto: Pedro Vilela/AGIF)

Buscando a vitória, o Galo voltou com duas mudanças, Leonardo entrou no lugar de Danilinho e Leandro Donizete saiu para a entrada de Escudero, mas quem começou melhor foi o Palmeiras, com Obina jogando de ponta, o Verdão marcava a saída de bola do Galo.

O Atlético tem um jogador que desequilibra. Ronaldinho dava trabalho para a zaga Palmeirense. Em uma enfiada de bola sensacional do R49 para Marcos Rocha que, sozinho, tocou errado e a bola foi para fora.

E o Galo continuou em cima do Palmeiras, que não resistiu a pressão e acabou levando o gol.

Aos cinco minutos, Ronaldinho Gaúcho cobrou escanteio na cabeça de Leonardo Silva, que deslocou Bruno, abrindo o placar no Independência.

Com o gol, o Atlético cresceu ainda mais na partida. Em duas cobranças de falta de Ronaldinho Gaúcho, próximo da linha da grande área, o Atlético, quase chegou ao segundo gol. Depois foi a vez de Bernard arriscar, com um chute forte, mas a bola passou a esquerda de Bruno.

Passados 20 minutos do segundo tempo, o Palmeiras se recuperou na partida, Valdivia passou a buscar mais o jogo, criando jogadas de ataque. Em uma delas, Luan chutou forte de fora da área, mas a bola não acertou o alvo.

Minutos depois, Juninho chutou forte e cruzado, obrigando Vitor a fazer excelente defesa, salvando o gol de empate do Palmeiras.

O Atlético se fechou, passando a jogar no contra-ataque. O Palmeiras foi pra cima, mas não conseguia espaço para finalizar a gol.

Ronaldinho joga bem e Atlético vence Palmeiras em casa (Foto: Pedro Vilela/Futura Press)

E em uma troca de passes errada do Palmeiras, lançou Bernard que entrou em velocidade dentro da área e tocou para o fundo das redes, fazendo 2 a 0 para a loucura dos torcedores presentes no estádio.

O Palmeiras continuava tentando, mas esbarrava na forte marcação do Galo. A melhor chance de gol veio através de uma cobrança de falta. Correa acertou belo chute, mas Vitor, em noite inspirada, tocou levemente na bola, que acertou a trave, na sequência, Luan isolou para longe do gol.

A partida se encaminhava para o fim, quando uma pane geral caiu sobre dois jogadores do Palmeiras. Depois de um chutão de Vitor da sua área, a bola viajou por todo o campo e numa indecisão entre Leandro Amaro e Bruno, Bernard foi mais esperto que os dois, tirou do goleiro e com o gol aberto, fez o terceiro do Galo e seu segundo gol no jogo.

Com a derrota, o Palmeiras segue na zona de rebaixamento, com 20 pontos, ficando cada vez mais longe de deixar as últimas colocações. Já o Galo, chegou aos 48 pontos, dois a menos que o Fluminense, mas com um jogo a menos.

Na próxima rodada o Palmeiras terá mais uma parada dura, enfrenta o Vasco, que hoje tomou de quatro do Bahia, às 22h. em casa e o Atlético, recebe o São Paulo, no mesmo estádio, no mesmo horário.