ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Palmeiras só empata, mas está de volta à elite do Brasileirão

Em duelo tecnicamente fraco, verdão não sai do zero diante do azulão, mas garante o acesso à Série A em 2014

Por Anderson Marinho
Marcos, Evair, Edmundo e Ademir da Guia estiveram entre os ex-atletas homenageados. Foto: Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Marcos, Evair, Edmundo e Ademir da Guia estiveram entre os ex-atletas homenageados. Foto: Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

O Palmeiras recebeu o São Caetano, no estádio do Pacaembu, em partida válida pela 32 rodada do Campeonato Brasileiro da série B, precisando apenas empatar para confirmar o retorno à primeira divisão do Brasileirão, e apesar de uma atuação modesta diante da equipe do ABC paulista, o alviverde cumpriu a sua obrigação com um empate por zero a zero e garantiu a vaga com seis rodadas de antecedência.

Com casa cheia e homenagem a ex-atletas antes do jogo, a expectativa era de festa, com direito a camisa nova e mais de 30 mil torcedores, mas com a bola rolando o alviverde não fez uma boa exibição e ao final da partida muitos torcedores cobraram ao invés de comemorar.

Com o resultado o Palmeiras segue na liderança isolada da competição, com 69 pontos ganhos, nove pontos à frente da vice-líder Chapecoense e 19 a mais que o Icasa, quinto colocado com 50.

Já o São Caetano segue na penúltima colocação com 31 pontos, quatro a menos que o ABC, primeiro time fora da zona da degola, e permanece ameaçado pelo rebaixamento.

O jogo   

Motivado pelo clima de festa no Paulo Machado de Carvalho, o verdão começou melhor, tomando a iniciativa, partiu para cima do São Caetano nos minutos inicias e quase abriu o placar, aos seis minutos, em chute de Vinícius de fora da área que obrigou Rafael Santos a fazer uma grande defesa.

Lance polêmico envolvendo Alan Kardec e Rafael Santos. Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Lance polêmico envolvendo Alan Kardec e Rafael Santos. Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Entretanto, aos poucos o azulão conteve o ímpeto palmeirense e equilibrou as ações, dificultando a criação de jogadas do rival, e chegou com perigo aos 24 minutos, em finalização de Cassiano defendida por Fernando Prass.

O Palmeiras chegou novamente aos 37 minutos, após bate rebate na zaga rival, Henrique pegou a sobra na entrada da área, dominou bem e chutou firme, a bola passou rente ao travessão.

No lance seguinte Valdivia acionou Alan Kardec em velocidade, o atacante invadiu a área, se chocou com Rafael Santos e caiu. O árbitro Wilson Luiz Seneme assinalou pênalti para o verdão, mas voltou atrás após ser alertado por seus assistentes de que o arqueiro do azulão tocou apenas na bola, o que gerou muitas reclamações por parte do palmeirenses.

Etapa complementar

Valdivia pula para evitar choque com arqueiro do azulão. Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Valdivia pula para evitar choque com arqueiro do azulão. Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

O Palmeiras voltou para o segundo tempo mais agressivo, pressionando o adversário, mas parou na marcação do rival, que abusou das faltas, e na falta de pontaria dos homens de ataque.

Valdivia teve uma boa atuação individual, com belos lançamentos, e criou as melhores chances da equipe, mas Alan Kardec, artilheiro do time na competição, não teve uma boa jornada.

O São Caetano ainda levou perigo nos contra-ataques, mas Fernando Prass, com boas defesas, evitou o gol do azulão.

A pressão alviverde aumentou nos dez minutos finais, mas Roni e Felipe Menezes desperdiçaram as melhores oportunidades.

Com o apito final o Palmeiras sacramentou a sua volta à Série A do Campeonato Brasileiro em 2014, ano do seu centenário, e ainda luta pelo título da competição.

O alviverde volta à campo agora no próximo sábado, às 16h20, contra o Paraná Clube, no estádio Durival de Brito, em Curitiba.

Já o São Caetano visita o Sport, também no sábado, às 17h20 na Ilha do Retiro em Recife.

 

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 0 X 0 SÃO CAETANO

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 26/10/2013 – 16h20
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)
Auxiliares: Carlos Augusto Nogueira Junior (SP) e Anderson José de Moraes Coelho (SP)
Público/renda: R$ 1.221.630,00/33.748 pagantes
Cartões amarelos: Luis Felipe (PAL); Bruno Aguiar, Anselmo e Samuel Xavier (SCA)
Cartão vermelho: Nenhum

PALMEIRAS: Fernando Prass; Luis Felipe (Felipe Menezes – 40’2ºT,) André Luiz, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Wesley e Valdivia; Ananias (Ronny – 31’/2ºT), Vinicius (Serginho – 18’/2ºT) e Alan Kardec. Técnico: Gilson Kleina.

SÃO CAETANO: Rafael; Samuel Xavier, Bruno Aguiar, Luiz Eduardo e Fernandinho; Fabinho (Gabriel – 35’/2ºT), Jardel (Anselmo – Intervalo), Wagner Carioca e Eder; Marcelo e Cassiano (Geovane – 13’/2ºT). Técnico: Pintado.