ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Palmeiras sofre goleada histórica e volta à lanterna do Brasileirão

Apático e desorganizado, verdão é massacrado pelo Goiás e chega ao fundo do poço.

Por Anderson Marinho
Palmeirenses lamentam péssima atuação. Foto: Carlos Costa / LANCE!Press

Palmeirenses lamentam péssima atuação. Foto: Carlos Costa / LANCE!Press

O Palmeiras viveu mais um capítulo trágico em sua historia centenária, na noite desse domingo, sendo goleado pelo Goiás por 6 a 0, no estádio Serra Dourada em Goiânia, em partida válida pela 23ª do Campeonato Brasileiro 2014 e está de volta a lanterna da competição,  cada vez mais ameaçado pelo fantasma do rebaixamento.

Com o resultado o verdão permanece com 22 pontos em 23 jogos disputados, aproveitamento de apenas 31,9%, com a pior defesa do torneio, 36 gols sofridos, e saldo de 18 gols negativos, na última colocação. Já o Goiás chegou aos 30 pontos e ocupa agora a décima colocação, sete pontos acima da zona da degola.

O jogo

Pressionado pelo triunfo do Vitória e o empate entre Criciúma e Botafogo, resultados que o colocaram de volta à zona de rebaixamento, o Palmeiras entrou em campo com uma formação diferente da que enfrentou o Flamengo na última quarta-feira, mais cautelosa povoando o meio de campo, e dependendo da vitória sair do Z4, mas parou mais uma vez nas suas limitações técnicas.

Ramon comemora o primeiro gol esmeraldino. Foto: Adalberto Marques / AGIF / Gazeta Press

Ramon comemora o primeiro gol esmeraldino. Foto: Adalberto Marques / AGIF / Gazeta Press

Mal escalado e sem padrão de jogo o Palmeiras não conseguiu se encontrar em campo na etapa inicial e permitiu que o adversário construísse o resultado em cima de erros individuais.

Logo aos seis minutos de jogo, Esquerdinha avançou em velocidade, nas costas de João Pedro, e rolou para Ramon, no bico da grande área, bater com categoria no conto esquerdo de Deola.

Não deu tempo nem de digerir o primeiro tento esmeraldino, cinco minutos depois, o zagueiro Victorino saiu jogando errado e entregou a bola de graça para Ramon, o meia acionou Esquerdinha que invadiu a área e tocou na saída do arqueiro alviverde para fazer o segundo.

Esquerdinha bate de direita para vencer Deola. Foto: Carlos Costa / Lancepress!

Esquerdinha bate de direita para vencer Deola. Foto: Carlos Costa / Lancepress!

Perdido em campo o time paulista não conseguiu esboçar nenhuma reação e viu os donos da casa ampliarem a vantagem aos 27 minutos após nova falha individual. Desta vez Victor Luís bobeou e deixou a bola de presente para o garoto Erick, que aproveitou o mau posicionamento de Deola e chutou cruzado para fazer 3 a 0.

O Goiás não precisava de muito esforço, bastava manter a posse de bola próxima à área palmeirense, que os comandados de Dorival Junior criavam as oportunidades para o rival.

Aos 37 minutos, Lúcio tentou dar um chutão e a bola acabou espirrando para atrás, Deola fez a defesa com as mãos e a arbitragem interpretou o lance como recuou de bola, assinalando tiro livre indireto. Na cobrança em dois lances, Davi bateu com categoria no ângulo para fazer o quarto.

Etapa complementar

Esquerdinha marcou um gol e deu uma assistência. Foto: Francisco Stuckert / Lancepress!

Esquerdinha marcou um gol e deu uma assistência. Foto: Francisco Stuckert / Lancepress!

Insatisfeito com o desempenho de sua equipe e claramente descontrolado, o técnico Dorival Junior promoveu três substituições no Palmeiras na volta do intervalo, sacando Juninho, Josimar e Cristaldo para as entradas de Bruno César, Bernardo e Henrique, mas não conseguiu corrigir os erros da etapa inicial.

Logo aos três minutos, após boa troca de passes do esmeraldino, Moisés recebeu na entrada da área e chutou firme, a bola desviou em Lúcio e sobrou para Thiago Mendes chutar no ângulo e marcar o quinto gol.

Com grande vantagem o Goiás diminuiu ainda mais o ritmo e passou a controlar a posse de bola no meio de campo, trocando passes ao som de “olé” de sua torcida e pouco atacou o time palmeirense.

David comemora um dos gols da partida. Foto: Carlos Costa / Lancepress!

David comemora um dos gols da partida. Foto: Carlos Costa / Lancepress!

Na base da superação, mas taticamente desorganizado, o Palmeiras ainda criou algumas oportunidades de gols, desperdiçadas em erros de finalização de Bruno César, Henrique e Diogo.

A situação do verdão ficou ainda pior quando Victorino sentiu uma lesão muscular, como Dorival já havia queimando as três substituições no intervalo, o zagueiro teve que permanecer em campo mancando, fragilizando ainda mais o sistema defensivo. Aos 27 minutos Allione deu uma entrada criminosa em Ramon e foi expulso, deixando a equipe com praticamente nove jogadores.

E para fechar a noite de terror palmeirense, no último minuto de jogo, Wellington Junior chutou de fora da área e contou com a ajuda de Deola, um verdadeiro peru, para marcar o sexto gol goiano e decretar o resultado final.

O Palmeiras volta à campo agora na próxima quinta-feira, às 19h30, contra o Vitória no estádio do Pacaembu. Já o Goiás visita o Botafogo no mesmo dia e horário no Maracanã.

GOIÁS 6 x 0 PALMEIRAS

Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data/Hora: 21/9/2014 – 18h30
Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)
Auxiliares: Marcio Eustaquio Santiago e Guilherme Dias Camilo (Ambos de MG)
Público total/ renda: 7.845 – R$169.365,00

Cartões amarelos: Jackson, David e Moisés (Goiás); Diogo (Palmeiras)
Cartão vermelho: Allione, aos 27’/2°T

Gols: Ramon, aos 6’/1°T; Esquerdinha, aos 11’/1°T; Erik, aos 27’/1°T; David, aos 37’/1°T; Thiago Mendes, aos 3’/2°T; Welinton Junior, aos 45’/2°T;

GOIÁS: Renan; Moisés, Pedro Henrique, Jackson e Léo Veloso; Amaral, David, Thiago Mendes (Murilo, aos 35’/2°T) e Esquerdinha; Ramon (Welinton Junior, aos 35’/2°T) e Erik (Samuel, aos 35’/2°T). Técnico: Ricardo Drubscky

PALMEIRAS: Deola; João Pedro, Lúcio, Victorino e Victor Luis; Renato e Josimar (Bernardo, intervalo); Allione, Diogo e Juninho (Bruno César, intervalo); Cristaldo (Henrique, intervalo). Técnico: Dorival Júnior