ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Palmeiras tenta escapar da zona da degola.

Verdão recebe Flamengo em Barueri e espera sair do Z4

Por Paulo Edson Delazari

Corrêa treinando pelo Flamengo, agora no Palmeiras. (Foto: VIPCOMM)

Palmeiras recebe o entusiasmado Flamengo hoje na arena Barueri as 21h50m pensando em sair da zona de rebaixamento. O palestra se encontra em 17º lugar com 13 pontos e além da incomoda posição terá que enfrentar um rubro negro que vem, motivado com duas vitórias consecutivas, isto sem falar na crise interna, onde um jogador teria chegado embriagado ao treino.

A boa notícia para o torcedor palmeirense é o retorno do chileno Valdívia, nas últimas rodadas da competição, em cinco jogos, venceu apenas uma vez e somou quatro derrotas quando o meia esteve ausente. O último jogo de Valdívia foi nos 3 a 0 contra o Náutico, em Barueri, em 22 de julho.

O jogador volta justamente contra o time que tentou contratá-lo, no período em que ele ficou em tratamento. O Flamengo foi uma das equipes que manifestaram interesse na contratação de Valdivia, mas o Palmeiras nunca considerou negociar o seu meia. E o próprio atleta já havia dito que a sua ideia, se realmente deixasse o clube alviverde, era sair do país.

Os números estão a favor do Palmeiras para mostrar o quanto Valdivia é importante. Com ele em campo nesta temporada, o time conseguiu 63,7% de aproveitamento. Sem o chileno, a porcentagem cai para 48,7%.

O ambiente entre os dirigentes de Palmeiras e Flamengo não é o melhor, pois não foi a primeira vez que o time da Gavéa investira interesse sobre um jogador do verdão, no ano de 2011 o mengo também assediou o atacante Kleber, que vivia as rusgas com o comandante Luis Felipe Scolari.

Caso o Palmeiras vença o jogo a equipe deixará a zona do rebaixamento provissoriamente, pois o Santos e o Coritiba só entram em campo nesta quinta e ficariam atrás do alvi verde.

A novidade do Palmeiras pode ser o anuncio do volante Corrêa, que fez exames médicos na tarde desta quarta-feira. Se nenhum problema for detectado, ele assina contrato até o final deste ano.

Com boa passagem pelo Palestra Itália entre 2003 e 2006, Corrêa se transferiu para o Dínamo de Kiev, aonde também fez sucesso: disputou a Champions League e conquistou dois campeonatos ucranianos.