ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Palmeiras tropeça e cai diante da Ponte

Jogando em casa, verdão não repete boa atuação da estreia e perde a primeira em 2015

Por Anderson Marinho
Dudu lamenta primeira derrota pelo Verdão. Foto: Miguel Schincariol / Gazeta

Dudu lamenta primeira derrota pelo Verdão. Foto: Miguel Schincariol / Gazeta

O Palmeiras recebeu a Ponte Preta no Allianz Parque em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Paulista 2014 e conheceu a sua primeira derrota na competição, perdendo por 1 a 0 com gol marcado pelo atacante Wanderson.

Com o resultado o verdão permanece com três pontos ganhos e caiu para o terceiro lugar no grupo 3 do torneio, com um ponto a menos que a líder Portuguesa e o Botafogo de Ribeirão Preto. Já a Ponte Preta se recuperou da derrota da estréia diante da Lusa e ocupa agora o segundo lugar do grupo 2 com três pontos.

O jogo

Palmeirenses reclamam gol anulado. Foto: Leandro Martins / Futura Press

Palmeirenses reclamam gol anulado. Foto: Leandro Martins / Futura Press

Pensando no clássico do próximo domingo contra o Corinthians, o técnico Oswaldo De Oliveira poupou alguns jogadores que estiveram em campo na vitória contra o Audax e promoveu estreia de outros atletas recém chegados ao verdão. Zé Roberto, Robinho e Maikon Leite deram lugar à João Paulo, Alan Patrick e Dudu respectivamente, mas em campo a equipe não repetiu a boa atuação da estreia.

O primeiro tempo foi equilibrado, com o verdão tentando tomar a iniciativa, mas encontrando muitas dificuldades no setor de criação e sofrendo com a falta de entrosamento.

A melhor chance do alviverde foi na bola parada. Aos 14 minutos, Alan Patrick cobrou falta com precisão, a bola explodiu no travessão, quicou sobre a linha e sobrou para Gabriel  balançar as redes, mas a arbitragem pegou uma falta de Leandro Pereira e anulou o gol.

Etapa complementar

O Palmeiras voltou para o segundo tempo partindo pra cima do adversário, mas encontrou dificuldades para escapar da forte marcação e pouco criou nos primeiros 15 minutos. Na tentativa de melhorar o desempenho de seu time, Oswaldo de Oliveira sacou Leandro e Allione para as entradas de Cristaldo e do também estreante Rafael Marques.

Jogadores da  Ponte comemoram o gol da vitória. Foto: Marcos Ribolli

Jogadores da Ponte comemoram o gol da vitória. Foto: Marcos Ribolli

Bem postada a Ponte Preta foi se soltado em campo e aos 15 minutos Wanderson, que havia entrado cinco minutos antes, aproveitou um rebote de Fernando Prass, em chute de Roni, e só empurrou para abrir o placar para os visitantes.

Em desvantagem o treinador palmeirense abriu mão do volante Renato para a entrada do meia Robinho. Com o verdão mais ofensivo, em busca do empate, o duelo ficou aberto,com muitas oportunidades, e a Ponte Preta passou a explorar os contra-ataques.

A melhor oportunidade palmeirense veio aos 35 minutos, após cruzamento de Lucas, Cristaldo subiu livre e desviou de cabeça, obrigando o goleiro Matheus a fazer uma grande defesa.

O Palmeiras seguiu pressionando, mas não conseguiu transformar o volume de jogo em gols. A Ponte quase ampliou em duas ocasiões com Roni. Na primeira o atacante acertou o travessão e já nos acréscimos obrigou Fernando Prass a operar um milagre para evitar o segundo gol.

O Palmeiras volta à campo agora no próximo domingo às 17h30 no Allianz Parque para a disputa do clássico contra o Corinthians, o primeiro Dérbi da nova arena alviverde, pela terceira rodada do Paulistão.

Já a Ponte Preta visita o Botafogo , domingo às 19h30, no estádio Santa Cruz em Ribeirão Preto.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 0 x 1 PONTE PRETA

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data e Horário: 5 de fevereiro de 2015, quinta-feira, às 19h30
Árbitro: Márcio Henrique Góis
Assistentes: Rogério Pablos Zanardo e Luiz Alberto Andrini Nogueira
Cartões amarelos: Tobio, Dudu (Palmeiras), Bruno Silva, Rodrigo Biro, Roni (Ponte Preta)
Público/Renda: 24.695 pagantes; R$ 1.765.765,00.

GOL: Wanderson, aos 15/2ºT (0-1),

PALMEIRAS: Fernando Prass, Lucas, Tobio, Vitor Hugo e João Paulo; Renato (Robinho, aos 26/2ºT) e Gabriel; Allione (Rafael Marques, aos 15/2ºT), Alan Patrick e Dudu; Leandro Pereira (Cristaldo, aos 15/2ºT). Técnico: Oswaldo de Oliveira

PONTE PRETA: Matheus, Rodinei, Pablo (Raphael Silva, aos 35/2ºT), Renato Chaves e Rodrigo Biro; Fernando Bob, Bruno Silva, Biro Biro e Renato Cajá (Roni, Intervalo); Fábio Santos (Wanderson, aos 10/2ºT) e Rildo. Técnico: Guto Ferreira