ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Palmeiras vacila novamente e empata com Corinthians.

Foi no final novamente e o verdão amargou o empate diante do arquirrival alvinegro.

Por Paulo Edson Delazari
Valdivia jogou com dores na Costas, mas se portou bem na partida. (Foto: Gazeta Press).

Valdivia jogou com dores na Costas, mas se portou bem na partida. (Foto: Gazeta Press).

Na quarta-feira o Palmeiras havia sofrido um gol nos acréscimos e perdeu a oportunidade de vencer do líder Cruzeiro e desta vez jogando no Pacaembu diante do Corinthians a história não foi diferente, o time jogou bem, abriu o placar, mas nos últimos 15 minutos recuou demais e sofreu o empate aos 45 do segundo tempo. Os gols foram marcados por Henrique para o Palmeiras e Danilo para o Corinthians.

Com o gol o artilheiro Henrique chegou a 15 gols na competição e se isolou na artilharia, contudo o atacante, assim como o lateral Juninho tomou o terceiro amarelo e estará fora da próxima partida do Brasileirão.

Com o empate o Palmeiras chegou aos 36 pontos e se encontra em 14º lugar, já o Corinthians chegou a 53 e se encontra em terceiro, mas pode perder a posição para Internacional, Atlético MG e Grêmio, que jogarão até o fim do dia.

O alviverde volta a jogar pelo brasileirão no próximo domingo, às 20h na Arena Fonte Nova diante do Bahia. Já o Corinthians receberá o Coritiba na Arena Corinthians no sábado, às 21h.

O jogo

Henrique comemora gol que abriu o placar contra o Corinthians. (Foto: Gazeta Press).

Henrique comemora gol que abriu o placar contra o Corinthians. (Foto: Gazeta Press).

No duelo deste sábado, o jogo começou nervoso. Os dois times erravam passes no meio de campo e penavam para conseguir furar a defesa rival. Mas o Palmeiras tinha Henrique, goleador máximo da primeira divisão nacional.

Foi aos 25 minutos do primeiro tempo que mais uma vez voltou a brilhar a estrela do artilheiro do campeonato. Valdivia fez boa jogada pelo meio e tocou para Wesley arriscar cruzado e rasteiro. O arremate foi torto, mas Henrique se antecipou à marcação, escapou de Fagner e só desviou no canto direito de Cássio.

Sem Guerrero, suspenso pelo STJD por trombada no árbitro no jogo contra o Bragantino, pela Copa do Brasil, o Corinthians claramente perdeu em qualidade técnica no campo de ataque e não conseguia criar chances que ameaçassem a meta palestrina no Pacaembu.

A melhor chance alvinegra no primeiro tempo foi quando Jadson levantou a bola na área, Anderson Martins apareceu livre, mas errou a cabeçada. Gil aparecia logo atrás também em condições de concluir, mas o companheiro de zaga não viu. O Palmeiras respondeu com conclusão de cabeça de Tobio, para fora, após cruzamento de Mazinho.

A etapa complementar foi uma repetição dos 45 minutos iniciais. Os dois times brigavam pela posse de bola no meio de campo. E o Palmeiras, de novo, era ligeiramente melhor, graças aos constantes erros do Corinthians na troca de passes.

O time alviverde levou perigo no contra-ataque. João Pedro avançou pelo lado direito e cruzou. Mazinho apareceu na segunda trave, se esticou todo, mas não conseguiu desviar para as redes.

O Corinthians teve sua maior oportunidade em belo lance de Bruno Henrique, que soltou a bomba de longe e carimbou a trave de Fernando Prass. Wesley respondeu em chute de fora da área que explodiu na trave direita de Cássio.

E ia ficar por isso mesmo, se não fosse Mano Menezes mandar Danilo a campo, aos 42. O meia entrou na vaga de Fábio Santos, pegou sobra na área nos acréscimos e bateu no canto direito de Fernando Prass igualando o placar. Não dava tempo para mais nada.

Danilo comemora o gol que deu o empate ao Corinthians, no final do clássico (Foto: Marcos Ribolli)

Danilo comemora o gol que deu o empate ao Corinthians, no final do clássico (Foto: Marcos Ribolli)