ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Palmeiras vence a segunda consecutiva e embala no Brasileirão

Após goleada em clássico, Verdão derrota a Chape em casa e cola no G4

Por Anderson Marinho
Palmeirenses comemoram bom momento do time no campeonato. Foto: Ari Ferreira / LancePress

Palmeirenses comemoram bom momento do time no campeonato. Foto: Ari Ferreira / LancePress

Jogando em casa nesta quarta-feira o Palmeiras fez valer mais uma vez o mando de campo e a força de sua torcida no Allianz Parque, com mais de 32 mil presentes, e derrotou a Chapecoense por 2 a 0, em partida válida pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro 2015, com gols marcados por Egídio e Cristaldo, chegando ao segundo triunfo seguido sob o comando do técnico Marcelo Oliveira.

Com o resultado o Verdão chegou aos 15 pontos ganhos e assumiu o nono lugar na tabela de classificação, três pontos atrás do G4. Já o time catarinense segue com 13 pontos e ocupa agora a décima posição.

O jogo

Satisfeito com o rendimento de sua equipe depois da vitória no clássico Choque-rei, o técnico Marcelo Oliveira iniciou o jogo com a mesma formação que goleou o São Paulo, apostando mais um vez na velocidade pelos lados do campo  e na dinâmica de jogo do alviverde.

Do lado catarinense o técnico Vinicius Eutrópio cumpriu a promessa e entrou em campo para atacar o Palmeiras e não apenas se defender. A postura do adversário deixou o jogo franco na etapa inicial, com as duas equipes em busca do gol e muitas oportunidades para ambos os lados.

Egídio comemora o gol que abriu o placar. Foto: Rodrigo Coca / Agência Eleven / Gazeta

Egídio comemora o gol que abriu o placar. Foto: Rodrigo Coca / Agência Eleven / Gazeta

O verdão chegou ao primeiro gol pelo lado esquerdo, que já havia sido destaque no clássico, mas dessa vez o “garçom” Egídio aproveitou um bola rolada por Dudu, aos 27 minutos, e chutou de primeira, ela desviou na zaga e enganou o goleiro Danilo antes de entrar.

Com o domínio das ações em campo e a vantagem do placar o alviverde passou a dar mais espaços ao rival e se armou para matar o jogo contra-ataque,sem se expor muito.

A Chapecoense chegou a finalizar seis vezes no primeiro tempo, mas sem eficiência. A melhor chance veio após um cruzamento de Camilo que Leandro Pereira cabeceou contra o patrimônio levando perigo à Fernando Prass.

Etapa complementar

O Palmeiras voltou do intervalo disposto a matar o jogo, mas não conseguiu emplacar o mesmo ritmo do primeiro tempo. Pelo lado adversário Vinicius Eutropio sacou Wagner para a entrada do velocista Wiliam Barbio.

O duelo continuou aberto, as melhores jogadas do verdão saiam com Egídio pela esquerda, mas a equipe errava muitos passes. Aos 17 minutos Marcelo Oliveira promoveu a entrada de Zé Roberto no lugar de Dudu.

Cristaldo é o artilheiro do verdão na temporada com 11 gols. Foto: Luís Moura / Gazeta Press

Cristaldo é o artilheiro do verdão na temporada com 11 gols. Foto: Luís Moura / Gazeta Press

Aos 23 minutos foi a vez de Cristaldo entrar em campo na vaga de Leandro Pereira e o argentino mostrou o seu faro de gol mais uma vez. Aos 24 minutos, após iniciar a jogada pelo lado direito do ataque, o camisa nove fez a abertura para Egídio na esquerda e seu posicionou na segunda trave.  O lateral “garçom” cruzou para Robinho fazer o desvio no primeiro pau e a bola sobrou para o próprio Cristaldo completar para as redes e fechar o placar.

Com a vantagem o Palmeiras administrou bem o resultado e não deu muitas oportunidades para o adversário.

A única chance clara da Chapecoense na etapa final veio aos 41 minutos, em chute de Wiliam Barbio da direita que obrigou Fernando Prass a fazer uma grande defesa.

O Palmeiras volta à campo agora contra a Ponte Preta, no próximo domingo às 18h30, na Arena Pantanal em Cuiabá. Já a Chapecoense recebe o Vasco no sábado, às 21h00, na Arena Condá em Chapecó.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 2 X 0 CHAPECOENSE

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 1/7/2015 – 21h
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (PB)
Auxiliares: Luis Filipe Gonçalves (PB) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)

Renda/Público: R$ 1. 663.574,99 / 32.742 pagantes
Cartões Amarelos: Wagner, Wiliam Barbio e Neném (CHA)
GOLS: Egídio, 27’/1ºT (1-0) e Cristaldo, 24’/2ºT (2-0)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Victor Ramos, Vitor Hugo e Egídio; Gabriel, Arouca (Andrei Girotto, 38’/2ºT) e Robinho; Rafael Marques, Dudu (Zé Roberto, 20’/2ºT) e Leandro Pereira (Cristaldo, 23’/2ºT). Técnico: Marcelo Oliveira

CHAPECOENSE: Danilo; Apodi, Rafael Lima, Neto e Dener; Elicarlos, Gil (Neném, 21’/1ºT), Cleber Santana e Camilo (Hyoran, 32’/2ºT); Wagner (Wiliam Barbio, intervalo) e Edmílson Técnico: Vinicius Eutrópio.