ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Palmeiras vence clássico e segue arrasador!

Alviverde bate o São Paulo no primeiro clássico do ano e segue 100% no campeonato Paulista.

Por Vladimir da Costa

Valdivia comemora o primeiro gol marcado diante do São Paulo no Pacaembu. (Foto: Reinaldo Canato/UOL)

Valdivia comemora o primeiro gol marcado diante do São Paulo no Pacaembu. (Foto: Reinaldo Canato/UOL)

O primeiro clássico do ano para o Palmeiras serviu para mostrar que a equipe está forte de fato. Diante do São Paulo, o Palmeiras mostrou mais disciplina tática, força ofensiva e objetividade.

Com cinco jogos, cinco vitórias. Neste domingo, o Verdão fez por onde e bateu o rival São Paulo. Em partida realizada no Pacaembu, o time alviverde fez 2 a 0, gols de Valdivia e Alan Kardec, mostrou que é a equipe a ser batida no Paulistão.

Depois de passar um 2013 buscando o acesso, o Palmeiras parece estar encontrando o futebol vistoso que a torcida quer ver. Para o São Paulo, segue sem vencer um clássico. Desde dezembro de 2012 o tricolor não sabe o que é vencer um rival da capital. O último foi o Corinthians.

O jogo

Como mandante, a equipe alviverde com a bola, era só festa. Se o domínio era são-paulino, as vaias vinham em alto e bom som.. E esse clima foi levado ao campo pelos jogadores que demonstravam mais “vibração” em campo.

O Palmeiras fazia uma marcação mais forte, desde os homens de frente. O atacante Allan Kardec acompanhou quase que individualmente o lateral Álvaro Pereira. O time mandante pecava apenas no último passe, no momento de chegar de frente para o gol, enquanto o São Paulo apostava nos contra-ataques.

O ataque tricolor passou em branco nesta tarde. Luis Fabiano recebeu amarelo, por reclamação. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)

O ataque tricolor passou em branco nesta tarde. Luis Fabiano recebeu amarelo, por reclamação. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)

Com o jogo muito travado, com direito a uma pequena confusão entre Lúcio e Luis Fabiano, demorou 15 minutos para as primeiras oportunidades aparecerem. Primeiro com Leandro, em bom chute defendido por Rogério Ceni, depois com o camisa 9 do São Paulo, que recebeu boa bola enfiada por Maicon e desperdiçou.

Mas foi o time mais bem postado em campo que abriu o placar em uma bola parada. Antônio Carlos derrubou Valdivia na lateral direita. O chileno levantou e se posicionou dentro da área para receber a cobrança de Mazinho e desviar o cruzamento, livre de marcação,  para abrir o placar para delírio da torcida alviverde presente no estádio do Pacaembu.

Os palmeirenses até deixaram mais a posse de bola com os adversários após o gols, mas sabiam o que fazer para correrem poucos perigos.

O segundo tempo começou com o Palmeiras marcando sob pressão. Acuava o São Paulo e criava boas oportunidades. O time tricolor errava muitos passes e sofria com a má atuação de seus armadores, principalmente Ganso e Maicon.

Mesmo perdendo, o São Paulo não conseguia assustar o gol defendido por Fernando Prass. Já o Palmeiras, quando ia a frente, chegava com mais ímpeto e parecia que o segundo gol era questão de tempo.

E veio. Aos 34 minutos, Allan Kardec recebeu bola enfiada dentro da área e foi derrubado por Rodrigo Caio. Pênalti claro. Ele mesmo foi para a cobrança, Rogério Ceni acertou o lado, mas a cobrança foi bem feita e o segundo gol do alviverde estava anotado.

Alan Kardec comemora com Wesley  o gol marcado de pênalti na partida contra o São Paulo. (Danilo Verpa/Folhapress)

Alan Kardec comemora com Wesley o gol marcado de pênalti na partida contra o São Paulo. (Danilo Verpa/Folhapress)

O Palmeiras volta a campo pelo Campeonato Paulista na próxima quarta-feira, às 22h, contra o XV de Piracicaba, fora de casa, no estádio Barão de Serra Negra. Já o São Paulo joga na quinta-feira, contra o Paulista de Jundiaí, às 19h30, no estádio do Morumbi.

FICHA TÉCNICA

 PALMEIRAS 2 X 0 SÃO PAULO

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo

Data e horário: 02/02/2014, às 17 horas

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira

Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho Van Gasse

Cartões amarelos: Leandro, Juninho (Palmeiras); Rodrigo Caio, Luis Fabiano (São Paulo)

GOLS: Valdívia, aos 23min do 1º tempo. Allan Kardec, aos 34min do 2º tempo

PALMEIRAS

Fernando Prass; Wendel, Lúcio, Wellington (França) e Juninho; Marcelo Oliveira, Wesley, Valdivia e Mazinho (Diogo); Leandro (Marquinhos Gabriel) e Alan Kardec. Técnico: Gilson Kleina

SÃO PAULO

Rogério Ceni; Luis Ricardo, Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Álvaro Pereira; Wellington, Maicon e Paulo Henrique Ganso (Ewandro); Ademilson, Luis Fabiano e Osvaldo (Jadson). Técnico: Muricy Ramalho