ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Palmeiras vence decisão contra o Bahia e se afasta do Z-4

Com gol de Mazinho, Verdão derrota rival direto e abre cinco pontos da zona da degola

Por Anderson Marinho
Mazinho e Valdivia comemoram o gol da vitória palmeirense. Foto: Felipe Oliveira / Getty Images

Mazinho e Valdivia comemoram o gol da vitória palmeirense. Foto: Felipe Oliveira / Getty Images

Na luta contra o rebaixamento o Palmeiras visitou o Bahia neste domingo, na Arena Fonte Nova, em Salvador em partida válida pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014 e conquistou uma vitória importante para a permanência na elite do futebol brasileiro, por 1 a 0, com marcado pelo atacante Mazinho, após mais uma grande assistência de Valdivia.

Com o resultado o verdão chegou aos 39 pontos e ocupa agora a 13ª colocação na tabela de classificação, com cinco pontos a mais que o Coritiba, primeiro time do Z-4, que tem 34.

Já o Bahia é apenas o 19° colocado com 31 pontos, três pontos atrás do rival Vitória, primeiro time fora da zona da degola, que tem 34 pontos e duas vitórias a mais.

O jogo

Com a ausência do artilheiro Henrique, suspenso, o técnico Dorival Junior  escalou  o verdão com Pablo Mouche jogando isolado no ataque e com Mazinho e Valdivia  como responsáveis por se aproximar do argentino nas jogadas ofensivas.

Precisando da vitória Gilson Kleina mandou o tricolor baiano para cima do verdão nos minutos iniciais da partida, aplicando uma blitz, para tentar surpreender e sair na frente no placar.

Mazinho  comemora o gol do triunfo alviverde. Foto:  Felipe Oliveira / Getty Images

Mazinho comemora o gol do triunfo alviverde. Foto: Felipe Oliveira / Getty Images

O Bahia comandou as ações nos primeiros 15 minutos, mas faltava qualidade para transformar o volume de jogo em gols e aos poucos o verdão conteve o ímpeto dos donos da casa.

O jogo ficou mais equilibrado após os 20 minutos da etapa inicial e o Palmeiras começou a encaixar os contra-ataques, com velocidade pelas pontas e muita qualidade nos pés de Valdivia.

Aos 36 minutos Mazinho fez boa jogada individual pela esquerda, tabelou com Valdivia e recebeu um passe genial do “Mago”, cara a cara com Marcelo Lomba, e chutou cruzado de pé esquerdo para abrir o placar.

 

Em vantagem no placar e diante de um adversário com o segundo pior ataque do campeonato, o Palmeiras voltou do intervalo bem postado no setor defensivo, sem se expor ,e deixando a posse de bola com rival para sair nos contra-ataques.

Valdivia foi um dos destaques do verdão. Foto: Felipe Oliveira / Getty Images

Valdivia foi um dos destaques do verdão. Foto: Felipe Oliveira / Getty Images

Aos poucos o tricolor da boa terra foi se abrindo em busca do empate e o Palmeiras se aproveitou dos espaços para criar as melhores oportunidades de gols com Valdivia, que teve mais uma atuação decisiva, mas faltou qualidade na hora da finalização.

Gilson Kleina ainda promoveu as entradas de Maxi Biancucchi e Marcus Aurélio, mas apesar da correria nos minutos finais o time da casa não conseguiu chegar ao empate. Na melhor oportunidade, Kieza dividiu com o zagueiro Nathan, a bola bateu no braço do palmeirense, mas o árbitro Leandro Vuaden não viu nenhuma irregularidade no lance.

O Palmeiras volta à campo agora no próximo sábado, às 19h30 pelo horário de Brasília, contra o Atlético-MG pela 33ª rodada da competição. O jogo está inicialmente marcado para o estádio do Pacaembu, mas o verdão e a WTorre aguardam a liberação de um alvará da PM de São Paulo para tentar levar o jogo para o Alianz Parque.

Já o Bahia visita o Goiás, domingo às 19h30, no Serra Dourada em Goiânia.

Bahia x Palmeiras
Campeonato Brasileiro – 32ª rodada
Data e horário:
 02/11/2014, às 20h (de Brasília)
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (Aspirante Fifa-RS) e Marcelo Bertanha Barison (RS)
Gol: Mazinho, aos 35min do primeiro tempo
Cartões amarelos: Guilherme Santos, Emanuel Biancuchi, Kieza, Wesley, Marcelo Oliveira e Allione

Bahia
Marcelo Lomba; Roniery. Lucas Fonseca, Adaílton e Guilherme Santos; Rafael Miranda (Rafinha) e Uelliton; Lincoln (Marcos Aurélio) e Emanuel Biancuchi; Kieza e Potita (Maxi Biancuchi).
Treinador: Gilson Kleina

Palmeiras
Fernando Prass; João Pedro, Nathan, Tobio e Victor Luís; Marcelo Oliveira, Renato (Washington) e Wesley; Valdívia; Mazinho (Allione) e Mouche (Diogo).
Treinador: Dorival Júnior