ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Palmeiras vence e se classifica na raça

Verdão segura a pressão com um a menos e avança às oitavas de final

Por Anderson Marinho

O Palmeiras recebeu o Libertad, do Paraguai, no estádio do Pacaembu, lotado por mais de 33 mil torcedores alviverdes, em jogo válido pela 5ª rodada da fase de grupos da Taça Libertadores da América 2013, e demonstrou todo o seu poder de superação para vencer o adversário, por 1 a 0, com gol de Charles e está na próxima fase do torneio.

O jogo

Precisando de uma vitória simples para garantir a classificação para as oitavas de final da competição o Palmeiras entrou em campo incentivado por sua torcida e não decepcionou.

Charles comemora o gol da classificação do Palmeiras na Libertadores (Foto: Leandro Moraes)

Defendendo a liderança do grupo o Libertad começou a partida no ataque, apostando em um gol rápido, mas aos poucos o Palmeiras tomou conta do jogo e passou a ditar o ritmo da partida, com boa movimentação dos homens de meio de campo e do atacante Vinícius, encarregado de comandar o ataque palmeirense.

Logo aos seis minutos, Ayrton foi derrubado na meia lua da área paraguaia. Na cobrança de falta, o próprio Ayrton arriscou o chute colocado, a bola desviou na barreira e saiu pela linha de fundo. Souza cobrou o escanteio pela esquerda, Henrique subiu livre e cabeceou à direita da meta defendida por Rodrigo Muñoz.

Melhor em campo o Palmeiras seguiu trocando passes, apostando nas jogadas pelas laterais e na velocidade de Vinícius, em busca de espaços para finalizar, mas sentia a falta de uma referência.

Com uma zaga bem postada e sem pressa, o Libertad dificultava as chegadas do verdão.

Charles tentou surpreender o adversário aos 37 minutos, com um chute de fora da área, mas a bola saiu por cima do travessão.

O Palmeiras manteve o controle da partida no primeiro tempo, com um volume de jogo superior, mas finalizou pouco e quase não levou perigo ao goleiro Muñoz.

Etapa Complementar

O Palmeiras partiu para a pressão nos minutos iniciais, chegando com perigo pelo lado esquerdo do campo com Juninho, que teve a oportunidade de abrir o placar logo no primeiro lance, em cabeçada por cima do gol, após cruzamento de Ayrton.

Dois minutos depois, em boa trama pela esquerda, Vinícius cruzou e Marcelo Oliveira desviou de calcanhar obrigando Muñoz a fazer uma grande defesa.

Com 1 a menos, jogadores do verdão se multiplicavam em campo para garantir a vitória (Foto: Leandro Moraes)

E o lado esquerdo era o caminho, aos sete minutos, Wesley recebeu com liberdade pelo setor e arriscou um chute de longa distância, a bola sobrou para Charles que dominou bem e chutou de pé esquerdo, entre as pernas de Muñoz para abrir o marcador. Palmeiras 1 x 0 Libertad.

O verdão seguiu pressionando, e aos 14 minutos, após boa jogada de Vinícius, Souza pegou a sobra e chutou firme, o goleiro paraguaio evitou o segundo gol.
Quando o alviverde dominava o duelo, Wesley chegou duro em Romero, por cima da bola, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso, deixando a equipe com um homem a menos.

Vinícius ainda teve mais uma oportunidade, aos 19 minutos, em cabeçada defendida pelo arqueiro paraguaio, após cobrança de falta de Souza pela direita.

Aproveitando a vantagem numérica o treinador Rubén Israel sacou o lateral esquerdo Mencia para a entrada do atacante Gamarra e promoveu a entrada de Guevgeozián no lugar de Romero.

Pelo Palmeiras Gilson Kleina colocou Tiago Real no lugar de Souza, que já tinha o cartão amarelo. Aos 28 minutos o treinador perdeu Vinícius, com câimbras, e Caio entrou em seu lugar.

O Libertad passou a agredir a defesa palmeirense em busca do gol, e aos 32 minutos, Gamarra cobrou falta para a área, Benitez subiu mais que os zagueiros e cabeceou firme, para o chão, mas o goleiro Fernando Pras fez grande defesa com o pé esquerdo evitando o empate.

Charles também sentiu uma contusão e precisou deixar o gramado do Pacaembu para a entrada de Wendel.

Aos 36 miutos, Guiñazu serviu Samudiu que chutou cruzado, com perigo, rente à trave esquerda de Prass.

O time paraguaio partiu para o abafa nos últimos minutos, apostando na bola aérea, mas parou na defesa alviverde.

Com muita raça e determinação o Palmeiras superou o rival, assumiu a liderança do grupo 2, e conquistou a classificação para as oitavas de final da Libertadores.

O verdão volta à campo pela competição continental na próxima quinta-feira, às 19h45, diante do Sporting Cristal, em Lima no Peru, pala última rodada da fase de grupos para tentar se manter na liderança da chave.

Antes, no domingo, os comandados de Gilson Kleina recebem o Guarani, às 16h00, no estádio do Pacaembu pela 18ª rodada do Campeonato Paulista.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 1 x 0 LIBERTAD (PAR)

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 11 de abril de 2013- 19h15
Árbitro: Daniel Fedorzuck (URU)
Assistentes: Carlos Pastorino e Carlos Changala (ambos do URU)
Renda e público: R$ 1.324.545,34 / 33912 pagantes

Cartões amarelos: Souza, Wesley, Henrique (PAL); Aquino, Guiñazu, Moreira (LIB)
Cartões vermelhos: Wesley (PAL)
Gols: Charles, aos 7’/2ºT (1-0)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Ayrton, Maurício Ramos, Henrique e Marcelo Oliveira; Márcio Araújo, Charles (Wendel – 34’/2ºT), Souza (Tiago Real – 26’/2ºT), Wesley e Juninho; Vinícius (Caio – 28’/2ºT). Técnico: Gilson Kleina

LIBERTAD: Muñoz; Moreira, Benegas, Benitez e Mencia (Gamarra – 23’/2º); Guiñazú, Aquino, Samudio (González – 44’/2ºT) e Mendieta; Nuñez e Romero (Guevgeozián – 28’/2ºT). Técnico: Rubén Israel