ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Palmeiras vence o Grêmio de virada e se afasta do rebaixamento

Em jogo polêmico, com direito a pênalti e expulsão, verdão vira e abre vantagem contra rivais

Por Anderson Marinho
Jogadores do verdão comemoram o gol da virada. Foto: _Daniel Vorley / Agif / Gazeta Press

Jogadores do verdão comemoram o gol da virada. Foto: _Daniel Vorley / Agif / Gazeta Press

O Palmeiras recebeu o Grêmio neste sábado, no estádio do Pacaembu, em partida válida pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014 e venceu o tricolor gaúcho de virada, por 2 a 1, chegando a sua terceira vitória consecutiva  e se afastou ainda mais da zona de rebaixamento da competição. O argentino Hernán Barcos, ex-verdão , abriu o placar para os visitantes, mas foi expulso e viu o seu compatriota Pablo Mouche e o garoto João Pedro marcarem os gols que garantiram o triunfo de virada do alviverde.

Com o resultado, o Palmeiras chegou aos 34 pontos e ocupa provisoriamente a 11ª colocação, cinco pontos acima da zona da degola. Já o Grêmio segue com 46 pontos em quarto lugar, mas pode deixar o Z4 em caso de vitória do Atlético-MG contra o São Paulo neste domingo em Belo Horizonte.

O jogo

Felipão e Dorival se abraçam no Pacaembu. Foto: Ari Ferreira / Agência Lance

Felipão e Dorival se abraçam no Pacaembu. Foto: Ari Ferreira / Agência Lance

O duelo que marcou o reencontro do Palmeiras com o técnico Luiz Felipe Scolari e com o atacante Barcos, ambos ex-verdão, foi bastante movimentado e cheio de polêmicas, com reclamações por parte das duas equipes quanto a atuação da arbitragem.

Na luta contra o rebaixamento o alviverde entrou em campo disposto a fazer um jogo equilibrado e não permitiu que o adversário, que luta por uma vaga na Libertadores, impusesse o ritmo do jogo , criando boas oportunidades para abrir  o placar.

Logo aos dois minutos, João Pedro fez boa jogada pela direita e cruzou rasteiro, na medida, para Cristaldo, livre de marcação na pequena na área, mas o argentino finalizou por cima da meta defendida pelo goleiro Tiago desperdiçando grande chance.

O verdão ainda teve pelo menos mais duas grandes oportunidades. Aos 25 minutos, com Victor Luis, em cobrança de falta que passou tirando tinta da trave Tiago. E Já no final da primeira etapa, aos 47 minutos, Henrique aproveitou um cruzamento da direita e cabeceou firme.no ângulo direito de Tiago, obrigando o arqueiro gremista a fazer uma grande defesa.

Surpreendido pela postura do rival o Grêmio encontrou muitas dificuldades, mas quase abriu o placar. Aos 11 minutos em chute cruzado de Matías Rodrigues para grande defesa de Fernando Prass, com o pé. Aos 29 minutos, Alan Ruiz lançou Barcos, o argentino invadiu a área e chutou cruzado, rasteiro, para defesa segura de Prass.

Os palmeirenses saíram de campo no intervalo reclamando com a arbitragem por um suposto pênalti que o zagueiro Pedro Geromel teria cometido ao tocar com a mão na bola, lance considerado normal pelo árbitro Sandro Meira Ricci.

Etapa complementar

Barcos comemora o gol contra o se ex-clube. Foto: Friedemann Vogel / Getty Images

Barcos comemora o gol contra o se ex-clube. Foto: Friedemann Vogel / Getty Images

O segundo tempo começou eletrizante, com as duas equipes em busca do resultado e as polêmicas tomaram conta do jogo.

Aos oito minutos, Valdivia subiu de cabeça para cortar uma bola alçada na área, mas levantou o braço e a bola tocou na mão do chileno. Dessa vez Ricci assinalou penalidade máxima para o time visitante. Na cobrança, Barcos chutou rasteiro, no meio do gol, para abrir o placar.

Sete minutos depois “El Pirata” voltou a ser protagonista, dessa vez de forma negativa. O argentino, que já tinha cartão amarelo, cometeu falta dura em Cristaldo, recebeu o segundo amarelo e foi expulso, deixando o Grêmio em desvantagem numérica.

Mouche comemora o gol de empate. Foto: Daniel Vorley / Agif / Gazeta Press

Mouche comemora o gol de empate. Foto: Daniel Vorley / Agif / Gazeta Press

Com um homem a mais em campo e empurrado pelos cerca de 30 mil torcedores que compareceram ao estádio Paulo Machado de Carvalho, o Palmeiras tomou conta das ações a partiu para cima do adversário em busca do resultado.

Aos 22 minutos, e cobrança de falta, Valdivia fez o levantamento na área gremista, Henrique fez o desvio de cabeça e Mouche apareceu para completar e deixar tudo igual.

Sete minutos depois o lateral direito João Pedro, um dos destaques do jogo, arriscou um chute de fora da área, a bola desviou na zaga e matou o goleiro Tiago, decretando a virada alviverde.

Com a vantagem no placar o Palmeiras administrou o resultado e não sofreu mais riscos na partida, garantindo mais uma vitória importante na luta contra o rebaixamento.

O Palmeiras volta à campo agora no próximo domingo, às 16h00, contra o Santos no estádio do Pacaembu. Já o Grêmio visita o Goiás, sábado às 18h30, no Serra Dourada em Goiânia.

PALMEIRAS 2 X 1 GRÊMIO

 

Data: 11/10/2014

Local: Pacaembu, em São Paulo

Árbitro: Sandro Meira Ricci (PE)

Auxiliares: Cleriston Clay Barreto Rios e Clovis Amaral da Silva (SE)

Gols: Barcos, aos 10min do 2º tempo; Mouche, aos 22 e João Pedro aos 29 minutos do 2º tempo

Cartões amarelos: Lúcio (PAL); Fellipe Bastos, Barcos, Riveros e Dudu (GRÊ)

Cartão vermelho: Barcos (GRÊ)

 

PALMEIRAS

Prass; João Pedro, Lucio, Tobio e Juninho (Mouche); Washington, Wesley, Victor Luis e Valdivia (Bernardo); Cristaldo (Leandro) e Henrique

Técnico: Dorival Júnior
GRÊMIO

Tiago; Pará, Bressan, Geromel e Zé Roberto; Fellipe Bastos, (Riveros) Ramiro e Alán Ruiz (Giuliano); Mátias Rodríguez (Lucas Coelho), Dudu e Barcos.

Técnico: Luiz Felipe Scolari