ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Pato estreia, tricolor vence, mas não elimina partida de volta

Osvaldo marca em vitória que tricolor jogou abaixo do esperado.

Por Vladimir da Costa

Com Pato em campo, o São Paulo fez um primeiro tempo abaixo do esperado, o time até criou, mas não conseguia botar para dentro as chances criadas. Osvaldo e Luis Fabiano tiveram uma chance cada, mas pecaram na hora do arremate final. O estreante correu, voltou mais para ajudar na marcação do time que atuava num sistema ofensivo, mas não rendeu o esperado, apesar do esforço.

pato finalmente faz sua estreia com a camisa tricolor. (Foto: Anderson Stevens / Futura)

Pato finalmente faz sua estreia com a camisa tricolor. O atacante buscou o jogo, mas não marcou. (Foto: Anderson Stevens / Futura)

O segundo tempo, o time tentou, mas o coletivo parecia em ponto morto. Apesar de grande domínio na partida, o tricolor só chegou ao gol quando a qualidade técnica mostrou as caras. Osvaldo fez linda jogada e garantiu a vitória para o São Paulo. Pato teve uma chance, de cabeça, mas o goleiro salvou, quebrando assim a escrita do atacante de sempre marcar em estreias.

A partida

 Com Ganso no banco e pato finalmente estreando com a camisa tricolor, a partida começou com Luis Fabiano finalizando a gol aos dois minutos de jogo após boa jogada pela esquerda de Osvaldo.

O jogo começou muito centralizado no meio, com diversos jogadores povoando aquela área, nenhum time levava vantagem. Os donos da casa buscavam ficar com a bola, tocar de lado em busca de uma brecha defensiva da equipe são-paulina. Já o tricolor quando tinha a bola, forçava pelas laterais, aproveitando a velocidade dos atacantes, Pato e Osvaldo,  principalmente do segundo que se movimentava muito pela ponta esquerda.

Aos poucos, o São Paulo foi permanecendo mais com a bola, mas não conseguia chutar a gol. Apesar de jogar com um quarteto ofensivo, o time do Morumbi tinha dificuldade de passar pela barreira defensiva do CSA.

Quando chegava, a “solidariedade” atrapalhava. Em dois lances, Luis Fabiano teve a oportunidade de bater, mas tentou tocar para Alexandre Pato, ao invés de finalizar, que era a melhor opção.

Luis Fabiano tenta passar por zagueiro do CSA em partida realizada em Maceio.  (Foto: Jonathan Lins/G1

Luis Fabiano tenta passar por zagueiro do CSA em partida realizada em Maceio. (Foto: Jonathan Lins/G1

Aos 22 a grande chance. Osvaldo fez linda jogada, passou por dois marcadores e lançou cruzado para Luis Fabiano, sozinho, o atacante tocou por cima do goleiro, mas o tiro saiu fraco e Roger dias salvou em cima da linha.

Aos 27 minutos, Daniel chutou para boa defesa de Rogério, que saltou para tirar para lateral.

Os últimos 15 minutos foi de muito toque de bola, com o São Paulo tocando a bola no meio, mas dando espaços para o CSA que tentava acelerar as jogadas, mas sem sucesso. O tricolor, apesar de criar, não forçava e acabava perdendo a bola. Osvaldo era o jogador mais ativo em campo, com jogadas individuais e passes em profundidade. Pato tentava, cobrou falta, se movimentou, mas não teve nenhuma chance clara.

Aos 40 minutos, nova jogada de Osvaldo mal aproveitada. Novamente pela esquerda o atacante partiu em velocidade e na entrada da área resolveu chutar, para longe. Luis Fabiano, sozinho pediu a bola que não veio.

Segundo tempo

Em marcha lenta, as equipes voltaram a campo, O CSA querendo manter o ritmo para poder viajar para São Paulo e o tricolor, sem criatividade para surpreender o adversário.

Aos 7 minutos a primeira jogada trabalhada do São Paulo. Pato lançou o camisa 9 que avançou, mas foi desarmado, a bola sobrou para Pato que tocou para finalização firme, para fora de Pabon.

E quem vinha sendo o jogador mais perigoso, acabou marcando. Pato recebeu, tocou para Osvaldo que, de costas, girou passando por dois jogadores e bateu firme para abrir o placar no Rei Pelé.

Aos 11 minutos, quase o São Paulo entregou. Alvaro Pereira recuou mal para Rogério Ceni, Uederson driblou o goleiro, mas se perdeu todo, tentou entrar com bola e tudo a acabou deixando ela escapar, perdendo chance clara de empatar a partida.

Com a vantagem, o São Paulo parou de atacar, passou a controlar a partida no meio campo, com isso, Muricy que queria eliminar a partida de volta e para delírio da torcida que pediu durante todo o tempo que ele entrasse, ele entrou. Luis Fabiano deu lugar para Ganso. Na primeira jogada, Bola alçada na área, Ganso escorou e Pato cabeceou firme, Pantera fez linda defesa num lance bem animalesco.

O CSA arriscava, de todos os lados, mas as finalizações saiam tortas, sem perigo para Rogério. Já o São Paulo, cansou e ficou os últimos minutos tocando de lado, sem efetividade.

O São Paulo seguia melhor, mas cozinhava a partida, Parecia satisfeito com a vantagem mínima. Pato correu, se movimentou, mas os demais não ajudaram para que o atacante tivesse melhor sorte, com isso, o time de Alagoas virá ao Morumbi para a partida de volta, no dia 09 de abril.