ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Paulo César de Oliveira e a decisão

Apesar de lances polêmicos, o arbitro da partida apita bem no título do Santos.

Por Vladimir da Costa

Como era de se esperar, o arbitro da partida entre Guarani e Santos pelo último jogo da final do Campeonato Paulista não saiu ileso. Paulo César de oliveira foi duramente criticado pelo técnico do Bugre em um lance pontual, mas que gerou gol do Santos.

Vadão reclamou muito após a partida: “No dia que o Seneme não deu o pênalti naquela bola que bateu na mão do Durval, em nenhum momento eu reclamei, não dei uma entrevista dizendo que nós fomos prejudicados, mas hoje nós fomos muito prejudicados”. Referindo-se da primeira partida em que supostamente o zagueiro do Santos teria colocado a mão na bola.

Fato que não merece muita atenção, já que eram situações e árbitros diferentes. Mesmo assim, durante a partida, houve muita reclamação de ambas as equipes com a marcação de faltas. No lance tão comentado por Vadão, o juiz não estava distante, estava bem colocado e marcou o pênalti com segurança.

Por estar praticamente decidido pelo placar do primeiro jogo (3×0) a partida começou movimentada e o Paulo César teve dificuldade para marcar as faltas de perto. Mesmo assim, sempre muito sereno, demonstrando autoridade, Paulo César não deixou o jogo sair do controle. Falou muito no inicio da partida segurando os cartões para possíveis jogadas mais ríspidas, que não aconteceram.

No geral, foi uma partida bem movimentada com boas chances de gols para ambos os lados, sem jogadas violentas, mesmo depois do placar definido. Tanto que o Santos tomou mais cartões que o Guarani (3×2).

Paulo César de Oliveira deve ter deixado o campo satisfeito, com a sensação de dever cumprido.

There are plenty of tools available today on the internet that enable users https://justbuyessay.com/ to capture screen activity and audio to create brief tutorial presentations