ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Peixe não resiste e leva goleada da Lusa

Santos não repete boa atuação diante da Portuguesa e leva um sacode no Canindé

Por Vladimir da Costa

Para o Santos, a partida no Canindé era pra ser de confirmação da boa fase da equipe, que no final de semana goleou outro time paulista, o São Paulo. Já para a Portuguesa, a partida servia para reafirmar a boa fase vivida pelos donos da casa. Depois de ter boas atuações nas últimas rodadas, a Lusa foi goleado fora da casa pelo Cruzeiro e precisava vencer em casa que estava firme na luta contra o rebaixamento. Foi o que aconteceu.

Soberana, os donos da casa mostraram que de fato vivem boa fase e não deram chance para o Santos. Com autoridade desde os primeiros minutos de jogo e com algumas falhas individuais do goleiro Vladimir o Santos, a Portuguesa marcou duas vezes com Gilberto e outra vez com Luis Ricardo e terminou a partida a gritos de “olé” no Canindé, e com 3 a 0 garantido no placar. Agora, a Lusa está com 34 pontos, somente dois a menos que o Santos, que fica mais longe da zona da Libertadores.

O jogo

Luis Ricardo (dir.) e Valdomiro comemoram o primeiro gol da Portuguesa na partida contra o Santos (Foto: Reinaldo Canato/UOL)

Luis Ricardo (dir.) e Valdomiro comemoram o primeiro gol da Portuguesa na partida contra o Santos (Foto: Reinaldo Canato/UOL)

A partida começou com velocidade. Animado com a possibilidade de encostar no pelotão da frente, o Santos iniciou melhor. Aos quatro minutos, Thiago Ribeiro aproveitou o cochilo de Moisés Moura e chutou cruzado, a bola passou perto do gol. O jogo foi ficando equilibrado e a Lusa foi fazendo valer seu mando de campo. Aos 11 minutos, o ataque rubro-verde trocou passes até a bola chegar em Gilberto, que arriscou de fora da área e viu Vladimir fazer boa defesa.

Mas quatro minutos depois não teve jeito. Luís Ricardo fez bela jogada individual na intermediária e finalizou no canto direito de Vladimir para abrir o placar e confirmar o domínio da Lusa..

O gol mexeu com o Santos que tentou se soltar mais, mas encontrou problemas para criar chances claras de gol. A Portuguesa quando tinha a bola valorizava-a e trocava passes do meio para a frente, esfriando a reação santista.

Aos 44 minutos, a melhor chance alvinegra depois do gol Willian José tabelou com Leandrinho e chutou forte. Lauro fez grande defesa mas deu rebote, que Leandrinho aproveitou para marcar, mas a arbitragem anulou o lance, alegando impedimento.

Precisando do gol, o Santos adiantou sua marcação e foi para cima. Da Portuguesa no inicio do segundo tempo. A Lusa percebeu o avanço santista e se organizou para contra-atacar em velocidade sempre que recuperava a bola lá atrás.

Com Souza, o meio campo da Lusa foi superior ao santista na partida desta noite(Foto: Reinaldo Canato/UOL)Aos 14 minutos, Bruno Henrique lançou bola nas costas da defesa alvinegra, e Gilberto foi mais esperto, aproveitou a trombada entre o goleiro e o lateral santista para invadir a área e tocar para o gol vazio.

O Santos era aguerrido, seguia buscado o ataque, mas a noite parecia que não era das melhores para o time alvinegro. Aos 20 minutos, Thiago Ribeiro arriscou da entrada da área e acertou a bola na trave. No lance seguinte, o banho de água fria.

Em mais uma jogada de ataque da Portuguesa, Péricles Bassols marcou pênalti de Vladimir em Gilberto. O próprio camisa 9 foi para a cobrança para fazer seu segundo gol na partida.

Percebendo que não tinha como empatar a partida o Santos diminuiu seu ritmo e passou a cadenciar a partida, assim como a Lusa, satisfeita com o resultado conquistado, quando tinha a bola tocava de lado, esperando o final do jogo.

Agora, as duas equipes voltam a atenção para a disputa da 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Santos volta a campo na próxima quarta-feira, contra o Coritiba, às 19h30min., no Couto Pereira. Já a Portuguesa encara o Goiás na quinta-feira, , novamente no Canindé, no mesmo horário.