ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Peixe segura Galo no Horto

Empate pode deixar a equipe santista na zona de rebaixamento ao final da rodada.

Por Vladimir da Costa

Na única partida da rodada marcada antecipadamente para o meio de semana, o resultado não agrado nenhum dos lados. Atlético-MG e Santos jogaram pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro e com ataques produtivos, fizeram uma partida de muitos gols, boas jogadas e grandes chances criadas pelas duas equipes. Apenas o placar não agradou aos seus treinadores. O empate em 2 a 2 freou as expectativas da equipe mineira e acendeu a luz amarela no time da vila.

Gabriel e Lucas Lima comemoram o gol de empate do Santos em Minas. (Foto: André Yanckos / Agif)

Gabriel e Lucas Lima comemoram o gol de empate do Santos em Minas. (Foto: André Yanckos / Agif)

O Atlético vislumbra uma posição de destaque no brasileiro e briga pela parte de cima da tabela, apesar do resultado que pode deixar a equipe fora do G4 no fim de semana.  Já o Santos completou cinco rodadas sem vitória e pode entrar na zona de rebaixamento no final de semana, dependendo dos resultados das partidas envolvendo Palmeiras e Flamengo. Na próxima rodada, o Santos recebe o Corinthians em clássico marcado para o dia 20, às 16h30, na Vila Belmiro. Já o Atlético-MG visita o Flamengo, no Maracanã, na mesma hora e dia.

A partida

Atlético-MG foi mais incisivo na etapa inicial, aproveitando o adversário que estava repleto de desfalques. A equipe da casa teve a bola por mais tempo no controle e acuou o peixe no campo de defesa, trabalhando bem especialmente pela direita, com as chegadas de Patric e Thiago Ribeiro.

No entanto, quem abriu o placar foi o Santos. Aos 18 minutos, Ricardo Oliveira fez um belo gol. O camisa 9 recebeu no ataque, fez finta de corpo em Leonardo Silva no círculo central, entrou na área e bateu cruzado para abrir o placar.

O Atlético não se abateu e seguiu firme no ataque. Aos 27 minutos, chegou ao empate. Thiago Ribeiro fez jogada pela direita e cruzou na área. O zagueiro Werley tentou cortar e mandou contra o próprio gol.

Atlético-MG não conseguiu superar o desfalcado Santos. (Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG/Divulgação)

Atlético-MG não conseguiu superar o desfalcado Santos. (Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG/Divulgação)

Com o empate, o Santos se fechou e chamou o galo para jogar em seu campo. Sobrecarregada, a equipe visitante não suportou a pressão e levou a virada ainda no primeiro tempo. Perto do fim, Patric apoiou pelo lado direito, entra na área e cruzou para trás. Dátolo dominou com extrema liberdade, bateu firme no gol e fez o segundo.

De volta dos vestiários, o Santos teve uma postura mais ousada e condizente com a escalação. Com Lucas Otávio na organização do meio-campo, a equipe paulista se soltou e partiu em busca do 2 a 2, que veio após oito minutos. Victor Ferraz disparou pela ponta esquerda, olhou para a área e cruzou rasteiro para Gabriel finalizar de primeira, no contrapé de Victor.

Depois do gol de empate do Peixe, o Atlético-MG até que tentou, partindo para cima e deixando espaços para contra-ataques,ir em busca da vitória, com Guilherme e Jô, mas o Santos se manteve bem postado em campo e levou um ponto do Horto, que momentaneamente, garante o emprego de Marcelo Oliveira.