ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Peixe vence Penapolense e aguarda Verdão.

Com a vitória do Mogi Mirim, Santos terminou em terceiro e agora encara clássico.

Por Paulo Edson Delazari

Neymar em atuação contra o Palmeiras durante o ano de 2012. (Foto: Gazeta Press)

A equipe praiana bateu o Penapolense por 2 a 1 na tarde deste domingo. E na última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista, o Santos entrou no campo da Vila Belmiro com seu time titular e não decepcionou.

Com o resultado, o Santos termina sua campanha na primeira fase com 39 pontos e na terceira colocação do Campeonato Paulista. O adversário do Peixe nas quartas de final será logo o Palmeiras, que perdeu para o Ituano e acabou na sexta posição.

Na tarde deste domingo, André abriu o placar aos 25 minutos após receber um belo passe de Neymar. 3 minutos depois, foi a vez de Cícero balançar as redes. O Penapolense diminuiu aos 8 minutos da etapa final com Guarú.
O jogo – Em busca da vitória, a Penapolense começou o jogo atacando. Aos três minutos, o lateral-esquerdo Rodrigo Biro deixou o volante Arouca e o lateral-direito Rafael Galhardo para trás, antes de finalizar no canto direito do goleiro Rafael, que espalmou a bola e evitou o gol dos visitantes.

Neymar arranca contra o Penapolense na Vila Belmiro. (Foto: Fickr/Santos)

O Santos respondeu aos nove, quando o ala-esquerdo Léo lançou André, que hesitou na hora de tocar para o gol, enquanto o arqueiro Marcelo afastou o perigo. Na sequência, o centroavante tentou recuperar a bola, mas fez a falta e levou cartão amarelo.

O Peixe quase marcou o seu primeiro gol aos 24, com o argentino Montillo lançando Neymar. Dentro da área, a Joia limpou a marcação e chutou de pé direito, para Marcelo espalmar pela linha de fundo, cedendo o escanteio.
Mas no minuto seguinte, os alvinegros chegaram ao gol. Em boa trama do ataque santista, Arouca encontrou Neymar, que deixou André de frente para o gol. Com calma, o centroavante dominou e bateu de perna direita, sem chances de defesa para Marcelo: 1 a 0.
Três minutos mais tarde, aos 28, após cobrança de escanteio, em jogada ensaiada, Neymar cruzou para a área, Edu Dracena disputou a bola com Marcelo e a bola sobrou para Cícero apenas completar para o fundo das redes, ampliando a vantagem do Santos no placar.
Com a vantagem no marcador, o Peixe passou a ter mais facilidade para encontrar espaços. Aos 35, Neymar acionou Léo, pela esquerda, mas o chute do veterano lateral não levou perigo para o gol da Pantera da Noroeste.
Antes do intervalo, a Penapolense quase descontou. Aos 46, Silvinho fez bom lance individual, passando por Durval e finalizando para a defesa de Rafael, que estava bem colocado e não teve dificuldades para fazer a intervenção.
A Pantera da Noroeste, que voltou com Fio no lugar de Magrão no ataque, descontou aos oito minutos da etapa complementar. O meia Guaru recebeu dentro da área e chutou para o gol, Galhardo tentou tirar, mas a bola acabou nas redes santistas.
Com a Penapolense se lançando ao ataque, em busca do empate, o time praiano começou a ter o contra-ataque como arma. Aos 16, Montillo inverteu a bola da direita para esquerda, encontrando Neymar sozinho, mas o camisa 11 pegou mal na bola e isolou a chance do terceiro gol alvinegro.
No ataque, a Pantera da Noroeste quase chegou ao empate, aos 23, quando Silvinho recebeu dentro da grande área, só que antes do arremate, Edu Dracena cortou e cedeu escanteio para a equipe visitante.
O técnico Pintado queimou as duas últimas alterações, colocando Eric no ougar de Fernando e Sérgio Mota ns vaga de Guaru.
O Santos ainda teve a oportunidade de marcar o terceiro gol. Aos 41, Montillo recebeu na entrada da área, Marcelo espalmou e André não conseguiu alcançar a bola, desperdiçando a chance de ampliar a vantagem do Peixe. Mesmo assim, os santistas administraram o resultado até o apito final, conquistando mais uma vitória no torneio estadual.
FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 1 PENAPOLENSE

Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 17 de abril de 2013 (quarta-feira)
Horário: 16 horas (de Brasília)
Público: 8.650 pagantes
Renda: R$ 188.335,00
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Maiza Teles Paiva (ambos de SP)
Cartões amarelos: André, Rafael Galhardo e Edu Dracena (Santos); Luis Felipe (Penapolense)
GOLS: SANTOS: André, aos 25 e Cícero, aos 28 minutos do primeiro tempo
PENAPOLENSE: Guaru, aos 8 minutos do segundo tempo
SANTOS: Rafael; Rafael Galhardo, Edu Dracena, Durval e Léo; Alan Santos, Arouca, Cícero e Montillo; André e Neymar
Técnico: Muricy Ramalho
PENAPOLENSE: Marcelo; Luis Felipe, Jaílton, Gualberto e Rodrigo Biro; Heleno, Fernando (Eric), Liel e Guaru (Sérgio Mota); Silvinho e Magrão (Fio)
Técnico: Pintado